Ônibus de Santa Maria devem ter biometria facial em quatro meses

ônibus

Ônibus em Santa Maria. Sistema de biometria facial vai ajudar no combate às fraudes.

Objetivo é evitar fraudes: 28% dos passageiros contam com gratuidade total ou parcial na cidade

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, informou que em até quatro meses todos os ônibus que prestam serviços municipais devem ter sistema de biometria facial nas catracas.

São 230 ônibus cujos leitores do Cartão SIM – Sistema Integrado Municipal terão câmeras que vão fotografar os passageiros que usarem bilhetes eletrônicos que dão direito à gratuidade total, como para idosos, ou meia-passagem para os estudantes. Serão geradas até oito fotos que vão ser comparadas com o banco de dados da secretaria de mobilidade urbana. Os novos cartões de isenção ou meia tarifa terão fotos renovadas dos passageiros.

Caso constatada irregularidade, o passageiro será chamado pela prefeitura a fim de dar explicações e pode perder o direito ao benefício, além de responder criminalmente.

O tempo de comparação entre as imagens geradas no momento em que o passageiro usar o ônibus e o banco de dados é de 24 horas.

O decreto prevendo a instalação do sistema já foi assinado pelo prefeito Cezar Schirmer.

O objetivo do reconhecimento facial é diminuir as fraudes no uso das gratuidades e meia passagem que aumentam os custos do sistema e encarecem as tarifas.

De acordo com Associação dos Transportadores Urbanos de Santa Maria, 28% dos passageiros não pagam integralmente a tarifa, sendo diariamente 30 mil estudantes, 17,2 mil idosos e 2,4 mil pessoas com deficiência.

O valor atual da tarifa cheia é de R$ 2,90.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

1 comentário em Ônibus de Santa Maria devem ter biometria facial em quatro meses

  1. Amigos, boa noite.

    Quanto custou ou custará esse sistema ???????????/

    Qual o valor da evasão R$/mês ou R$/ano ?????????

    Vale a pena tudo isso ?????????

    Um sistema desse é importante para tirar 8 fotos de quem assina autorizando as contratações superfaturadas, ou demais desperdícios de verbas públicas.

    Isso dispensaria inquéritos e processos judiciais.

    Mas com certeza irão alegar em defesa que nenhuma das 8 fotos são da pessoa e sim 8 fotos de pessoas diferente.

    PREVISÍVELLLLLLLLLLLLLLLLLL

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: