Greve na CPTM vai afetar quatro linhas: 7, 10, 11 e 12. Linhas 8 e 9 devem operar normalmente

CPTM greve

Trem da CPTM. Funcionários param quatro linhas

Greve na CPTM afeta quatro linhas

Apenas as linhas 8 Esmeralda e 9 Diamante vão operar normalmente

ADAMO BAZANI – CBN

Ferroviários e demais funcionários de quatro linhas da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos decidiram entrar em greve nesta quarta-feira, dia 3 de junho de 2015.

As linhas afetadas são 7 Rubi (Luz – Francisco Morato),  10 Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra), 11 Coral (Luz – Estudantes) e 12 Safira (Brás-Calmon Vianna).

Já as linhas 8 Diamante (Amador Bueno / Júlio Prestes) e 9 Esmeralda (Osasco / Grajaú) devem operar normalmente.

Isso ocorre porque os funcionários da CPTM são representados por quatro entidades diferentes: Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de São Paulo (linha 7 – Rubi e linha 10 – Turquesa), Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Sorocabana (linha 8 Rubi e linha 9 Esmeralda), Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Central do Brasil (linha 11 Coral e linha 12 Safira) e Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo.

A SPTrans – São Paulo Transporte informou que vai acionar a Operação PAESE – Plano de Apoio entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência com ônibus nas linhas da CPTM atingidas. Também vai haver reforço de frota nas linhas habituais de ônibus.

Durante a tarde, a CPTM ofereceu em audiência de conciliação no TRT – Tribunal Regional do Trabalho duas propostas: aumento salarial de 7,72%, sendo 6,65% referentes ao IPC – Índice de Preços ao Consumidor da Fipe mais 1,07% de produtividade e 10% de reajuste sobre todos os benefícios. A segunda opção apresentada pela CPTM foi aumento linear, tanto para benefícios como para os salários, de 8,25%.

Os funcionários da CPTM pediram reajuste de 9,29% sobre os salários.

Nenhum dos sindicatos aceitou as propostas da CPTM. Mas os representantes dos trabalhadores das linhas 8 e 9 disseram que os funcionários optaram por não parar, mas manter o “estado de greve”. Os demais sindicalistas informaram que nas assembleias os trabalhadores decidiram pela greve que deve ser de 24 horas.

Nas seis linhas atuam 8 mil 800 funcionários e são transportados por dia 3 milhões de passageiros aproximadamente.

Já os funcionários do Metrô aceitaram a proposta da companhia nesta segunda-feira e descartaram greve para este ano.

Ônibus municipais de São Paulo (SPTrans), intermunicipais da região metropolitana (EMTU) e Corredor ABD (Metra) operam.

FROTA MÍNIMA:

O desembargador Wilson Fernandes manteve a decisão de obrigar a circulação de 90% dos trens nos horários de pico, compreendidos entre 4h e 10h e entre 16h e 21h, de 60% nas demais horas.

CPTM CONSIDERA GREVE IRRESPONSÁVEL:

A CPTM, em nota, criticou a decisão dos sindicatos que optaram pela paralisação

“A CPTM considera irresponsável a decisão dos sindicatos dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Central, que representa os empregados das linhas 11-Coral (Luz-Guaianazes-Estudantes) e 12-Safira (Brás-Calmon Viana) e dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de São Paulo, representante das linhas 7-Rubi (Luz-Francisco Morato-Jundiaí) e 10-Turquesa (Brás-Rio Grande da Serra) de paralisar a prestação dos serviços, a partir da zero hora, desta quarta-feira (3). A decisão vai contra a recomendação da justiça de continuar as negociações sem paralisação dos serviços até o próximo dia 11 de junho, quando haverá nova reunião no TRT – Tribunal Regional do Trabalho. Embora respeite o direito de greve, a CPTM ressalta que a paralisação do sistema prejudicará quase 3 milhões de usuários que utilizam diariamente a rede da CPTM para chegar ao trabalho, a escola, ao médico, a rede hospitalar, entre outros inúmeros compromissos assumidos, confiando sempre no serviço prestado pela Companhia.”

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em Greve na CPTM vai afetar quatro linhas: 7, 10, 11 e 12. Linhas 8 e 9 devem operar normalmente

  1. Vixi ai com isso o povo vai migrar para o metrô e para os ônibus,complicado.

  2. .se fazem greve e a gente fica sem ir trabalhar,,,pois ja éa indo trabalhar de trem ,imagina sem ele.. isso!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: