Tarifa de ônibus sobe neste domingo em Santos

tarifa santos

Ônibus em Santos. Tarifa sobe para R$ 3,25 neste domingo.

Tarifa de ônibus sobe neste domingo em Santos

Valor é o apresentado pela Viação Piracicabana em licitação com poucos interessados

ADAMO BAZANI – CBN

A tarifa de ônibus municipal em Santos, no Litoral Paulista, sobe de R$ 2,90 para R$ 3,25 neste domingo, dia 24 de maio de 2015. O reajuste é de 12,07%, abaixo dos 21,79% de inflação acumulada desde o último aumento que ocorreu em 22 de janeiro de 2012.

O valor é o apresentado pela Viação Piracicabana em licitação dos transportes finalizada neste mês.

O principal critério para determinar a empresa vencedora da concorrência publica era a menor tarifa. A licitação teve só outra interessada, a Mobibrasil, de Recife, que opera também na Capital Paulista, interior e região metropolitana de São Paulo. A companhia apresentou proposta de R$ 3,30, mas foi desclassificada antes da análise dos valores por deixar de entregar documentos, de acordo com Comissão de Licitação.

O mercado de transportes já apostava na permanência da Piracicabana e chegou a cogitar que a Mobibrasil teria participado apenas para configurar uma concorrência, sem grandes objetivos de vencer.  A empresa não recorreu da decisão da prefeitura.

O Blog Ponto de Ônibus não conseguiu localizar nenhum representante da Mobibrasil para comentar.

Com a vitória na licitação, a Viação Piracicabana, da família de Constantino Oliveira, fundador da Gol Linhas Aéreas, deve somar 24 anos em operação na cidade de Santos. Isso porque, além dos oito anos do atual contrato, deve ficara mais oito anos deste novo contrato após a licitação, que pode ser renovado por outros oito anos.

O contrato prevê remuneração anual de R$ 13,1 milhões à Piracicabana, com correção a cada 12 meses. Não haverá repasses pela prefeitura e o valor é uma estimativa da quantidade de passageiros e dos custos operacionais.

A prefeitura diz que exigiu melhorias nos transportes à Piracicabana, como instalação de 150 abrigos nos pontos de ônibus, ampliação gradativa do número de veículos com ar-condicionado até a totalidade da frota e readequação de linhas.

Devem deve ser implantado um sistema semelhante ao do Bilhete Único de São Paulo que permite o uso de mais de um ônibus por determinado período com a cobrança de uma passagem. Na Capital Paulista, é possível realizar quatro embarques em duas horas, mas os números devem ser diferentes em Santos.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: