São Paulo deve ter aerotrem entre Anhembi e Metrô

aerotrem monotrilho

Aerotrem (ou monotrilho) que liga aeroporto a rede metroferroviária de Porto alegre. São Paulo deve ter modelo semelhante entre Anhembi e Metrô

São Paulo deve ter aerotrem entre Metrô e o Anhembi

Projeto faz parte da concessão de parte do espaço para a iniciativa privada

ADAMO BAZANI – CBN

A cidade de são Paulo deve ter um “aerotrem” construído totalmente pela iniciativa privada.

O projeto faz parte do processo de “privatização” de parte do complexo do Anhembi idealizado pela gestão de Fernando Haddad.

O modal de transporte teria extensão de um quilômetro e 50 metros e seria semelhante ao aoerotrem de Porto Alegre, que interliga a Estação Aeroporto do metrô ao Terminal 1 do Aeroporto Internacional Salgado Filho. Trafegando em via elevada, como em outros monotrilhos, o aerotrem de Porto Alegre tem 840 metros de extensão.

Em São Paulo, o modelo ligaria o Anhembi à estação Portuguesa-Tietê, da linha 1 Azul do Metrô.

A proposta da prefeitura de São Paulo é entregar 220 mil dos 400 mil metros quadrados do complexo do Anhembi à iniciativa privada. A concessão não inclui a área correspondente ao sambódromo.

O uso pela iniciativa privada do centro de convenções do Anhembi e da área ao entorno, incluindo estacionamentos para carros e ônibus, pode render anualmente R$ 1,5 bilhão à prefeitura de São Paulo.

Além da ligação entre o Anhembi e a estação Portuguesa-Tietê, a iniciativa privada deve construir na área livre, hoje de 110 mil metros quadrados, dois novos edifícios, sendo um hotel de padrão internacional e um prédio-garagem, com escritórios.

O projeto ficará a cargo da SPTuris, empresa de promoção de eventos e turismo, da cidade de São Paulo.

Não foi definido se o modelo será por PPP – Parceria Público Privada ou como o Governo Federal tem feito com os aeroportos, com as concessionárias revertendo recursos de forma direta e em ao poder público pela exploração dos espaços.

Após a definição do modelo, a SPTuris acredita que os investidores devem ser escolhidos num prazo de oito meses a um ano.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

5 comentários em São Paulo deve ter aerotrem entre Anhembi e Metrô

  1. Interessante alternativa de veículo desenvolvido no Brasil, com caracteristicas adequadas ao volume de passageiros previsto para a ligação.
    Espero que outras ideias de aproveitamento desse sistema venha ocorrer.

  2. Amigos, boa noite.

    A licitação do buzão ainda continuar “nu arrrrrrrrrrrrrrrr”, e já estão falando em fazer Aerotrem Municipal.

    Façam uma coisa por vez, desde que se concretize.

    Mas mesmo assim vai uma sugestão.

    O Aerotrem municipal, já que vai ser inciado (sabe-se lá quando), façam a seguinte linha:

    Expo Center Norte -Terminal Tietê – Anhembi – Sambódromo – Fórum Criminal e Terminal Barra Funda e vice versa, ai sim atenderá muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiitas pessoas sendo uma obra de uso coletivo e não somente destinado ao publico de feiras e eventos realizados no Anhembi.

    Tiete – Anhembi – Tiete, não ligará nada a lugar nenhum.

    Ôoooooo “dificurdade” !

    Att,

    Paulo Gil

  3. Complementando:

    Falanfo em futuro, e o CPTM suspenso via marginal Tiete., CEASA. – PARQUE ECOLOGICO DO TIETE, quando tera suas obras iniciadas ???????????

    Att,

    Paulo Gil

  4. Ideia básica é boa, mas se trata de São Paulo e Parque Anhembi…
    NO MÍNIMO durante as feiras grandes um aerotrem tipo o do aeroporto de Porto Alegre, com trens de no máximo 2 carros, deveria congestionar facilmente.
    O consórcio que opera aeroporto de Guarulhos vive prometendo “que fará um people mover no aeroporto antes que a CPTM L13 – com estação já em início de obras no Terminal 4 – comece a operar comercialmente”.
    Seria o caso de descobrir que sistema é este sistema do aeroporto de Guarulhos; talvez seja adequado para o Parque Anhembi.

    Ah sim: a capacidade da estação Tietê do Metrô Azul já está no talo, mesmo sem people mover.
    Desde os acessos, escadas, bilheterias (gente de fora não tem BU nem BOM!!), etc.

  5. Tem um ano pra fazer o projeto,isso vai longe.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: