Greve de ônibus em Curitiba e região é cancelada pelo Sindimoc

LEIA SOBRE O CANCELAMENTO DA GREVE EM:

https://blogpontodeonibus.wordpress.com/2015/01/07/greve-de-onibus-em-curitiba-e-regiao-e-cancelada/

ônibus Curitiba

Ônibus da Marechal, em Curitiba, uma das empresas acusadas pelo sindicato de não pagamento aos trabalhadores. Motoristas e cobradores anunciaram greve para esta quinta-feira.

Sindimoc anuncia greve em Curitiba e região a partir desta quinta-feira
Urbs entrou na Justiça pedindo frota mínima de 70%
ADAMO BAZANI – CBN
Motoristas e cobradores de ônibus de Curitiba e Região Metropolitana anunciaram para esta quinta-feira, dia 08 de janeiro, uma paralisação por causa de atraso nos pagamentos dos funcionários.
Em nota, o Sindimoc – Sindicatos os Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana, relaciona as empresas acusadas de não realizar os depósitos para os trabalhadores.
“A diretoria do Sindimoc vem, por meio desta, informar a associados do sindicato, motoristas e cobradores, imprensa e população de Curitiba e região metropolitana, que, conforme decisão tomada em assembleia no dia 30 de dezembro de 2014, na praça Rui Barbosa, todos os motoristas e cobradores de Curitiba e região metropolitana entrarão em greve no dia 8 de janeiro, quinta-feira, a partir das 0 horas. A diretoria do Sindimoc lamenta que, novamente, as empresas responsáveis pelo transporte coletivo da capital paranaense, com a omissão de instituições como Urbs, Comec e Setransp, insistem em atrasar ou não pagar os débitos com os seus empregados. O cabo de guerra que acontece nas disputas realizadas pelas três instituições continuam a prejudicar os trabalhadores e, consequentemente, a população em geral. As empresas que não cumpriram com suas obrigações trabalhistas são: Sorriso, Redentor, Marechal, São José dos Pinhais, CCD, Tamandaré e Glória.”
A Urbs – Urbanização de Curitiba S.A., gerenciadora do sistema, diz que entrou na justiça pedindo 70% da frota programada nos horários de pico e 40% nas demais horas.
A autarquia ainda esclareceu que ainda não há previsão de repassar os R$ 10 milhões devidos às empresas de ônibus, porque não recebeu a verba da Comec – Coordenadoria da Região Metropolitana de Curitiba, do governo estadual.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em Greve de ônibus em Curitiba e região é cancelada pelo Sindimoc

  1. Republicou isso em Marco A. Fernandese comentado:
    Não será geral, mas o Sindimoc pode pedir a toda categoria que apoie os empregados das garagens que estão em débito.

  2. tem que fazer greve mesmo ,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: