Transporte Público de Qualidade e Bicicleta fazem bem para mente, diz estudo internacional

ônibus

Ônibus urbanos. De acordo com estudo internacional que durou dez anos e analisou 18 mil pessoas, uso do transporte público ou deslocamentos por bicicletas por trazer benefícios psicológicos. Foto: Adamo Bazani

Deixar o carro na garagem traz bem estar, diz estudo
Além de benefícios à saúde física, uso de bicicleta e transporte público de qualidade pode ter efeitos psicológicos positivos
ADAMO BAZANI – CBN
Que o ônibus, trem, metrô e bicicleta atuando de uma maneira conjunta e com qualidade trazem benefícios à mobilidade urbana, não há duvidas.
Estudos também comprovam que o ato de pedalar ou caminhar até um ponto de ônibus ou uma estação de trem ou metrô auxiliam na saúde física, podendo contribuir até mesmo no combate à obesidade.
Mas o estudo britânico, realizado durante 10 anos consecutivos pelas de universidades de East Anglia (UEA) e York também comprovou que deixar o carro em casa faz bem para a mente.
Foram avaliadas 18 mil pessoas e apurados níveis de falta de produtividade, infelicidade, insônia e incapacidade de resolver problemas dos participantes.
Segundo os cientistas da Escola Médica da UEA e do Centro para Economia Sanitária da Universidade de York, as pessoas que vão para o trabalho ou estudos de transporte público de qualidade e bicicletas disseram ter um bem-estar psicológico maior do que as pessoas que usam na maior parte das vezes os carros.
Quem trocou o transporte individual pelo coletivo ou começou a pedalar disse tambpem que começou a se sentir melhor.
Às agências internacionais, o coordenador dos estudos, Adam Martin, da UEA, disse que “a nossa pesquisa mostra que quanto mais tempo as pessoas passam dentro de carros, pior para o bem-estar psicológico”.
“Você poderia pensar que problemas no transporte público ou multidões causam bastante estresse. Mas ônibus e trens também proporcionam oportunidades de conversa, leitura e normalmente as pessoas caminham para o ponto de ônibus ou estação de trem. Parece que isso alegra as pessoas.” – disse o pesquisador.
Estudos anteriores já tinham apontado os benefícios de não andar de carro para a perda de peso.
Homens que vão trabalhar de ônibus ou trem têm, em média perdem de três quilos em comparação com os que dirigem.
Das 18 mil pessoas avaliadas, 73% usavam carros para ir ao trabalho, 13% caminhavam e 3% pedalavam. Aproximadamente 11% adotavam o transporte público.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: