Greve do Metrô de Belo Horizonte afeta 230 mil passageiros

Metrô BH

Greve de metroviários de Belo Horizonte prejudica 230 mil passageiros. Categoria é contra possível privatização.

Greve no Metrô de BH prejudica ao menos 230 mil passageiros
Categoria não cumpre serviços mínimos exigidos pela Justiça
ADAMO BAZANI – CBN
Aproximadamente 230 mil passageiros do Metrô de Belo Horizonte estão sem contar com os serviços nesta quarta-feira, dia 19 de março de 2014.
Os metroviários realizam uma greve de 24 horas. Eles protestam contra a possibilidade de privatização do metrô e falta de investimentos do Governo Federal.
A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) conseguiu uma liminar proferida pelo desembargador Murilo de Morais, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), nesta terça-feira.
Ele determinou 70% dos trens em operação das 5h30 às 9h e das 17h às 20h. Nos demais horários, a frota deve ser de 50%. Mas os metroviários não seguem a determinação.
A multa para o Sindimetro-MG, que representa a categoria, em caso de descumprimento é de R$ 50 mil reais por dia.
A BHTrans – Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte reforçou a frota de ônibus urbanos convencionais e do BRT MOVE.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: