CPTM e Metrô apresentaram uma grande falha a cada três dias

pane metrô

CPTM e Metrô registraram em 2013 uma grande falha operacional a cada três dias. Número ficou estável em comparação a 2012. Falhas de menores proporções são enfrentadas pelos passageiros todos os dias.

CPTM e Metrô apresentaram uma grande falha a cada três dias
Números de 2013 são semelhantes ao do ano retrasado, o que indica que não houve melhoras na prática no sistema
ADAMO BAZANI – CBN
Com informações Último Segundo
Hoje, quem precisa de trem ou metrô em São Paulo, além da preocupação com a lotação, teme não chegar a tempo no compromisso ou mesmo ser envolvido em alguma confusão gerada normalmente após panes na operação.
De acordo com balanço do Metrô e da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, no ano passado, o sistema sobre trilhos em São Paulo registrou uma falha “notável” a cada três dias, em média, com um total de 120 ocorrências. Em 2012, este número foi de 122 panes.
São consideradas falhas notáveis aquelas que interrompem por longo tempo o trajeto ou resultam em grandes atrasos. Pequenos problemas são registrados mais de uma vez por dia.
Se forem separados os serviços, em 2013, o Metrô teve 84 destas falhas. Em 2012, foram 96.
Já a CPTM registrou em 2013, 36 “falhas notáveis”. Um ano antes foram 28.
A CPTM atribui o maior número às manifestações por melhores transportes em junho que teriam causado “bloqueios” em algumas linhas.
O Metrô transporta por dia 4,6 milhões de passageiros em média. Já a CPTM atende diariamente 2,8 milhões de pessoas.
Metrô e CPTM dizem que investem para melhorar a infraestrutura. A companhia do metropolitano afirma que realizou investimentos de R$ 470 milhões no ano passado e a CPTM fala em R$ 1 bilhão nos últimos cinco anos.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

8 comentários em CPTM e Metrô apresentaram uma grande falha a cada três dias

  1. nao quero mas receber este e-MAIL

  2. Sergio Santo André // 6 de Março de 2014 às 17:47 // Responder

    Acho que está na hora de deixar de lado as falhas técnicas e punir as falhas administrativas, principalmente no alto escalão….

  3. Falhas estão ocorrendo, entre outros, por sobrecarga no sistema. Os trens não suportam tanta gente, e ao contrário dos que muitos pensam, não é só colocar mais trem na linha. Não dá!! Engraçado que ninguém percebe o maior problema: excesso de gente! SP tem 11 milhões de pessoas se espremendo, mas suporta bem até umas 7 milhões, ou seja, 4 milhões sobram.. E cada vez mais a coisa ficando pior, e gente nascendo adoidado.

  4. SPTRANS reagiu melhor as manifestações populares, provavelmente por ter recebido ataque direto.

    Metrô e CPTM lamentavelmente agiram como se “não fosse problema deles”, quando todos sabemos que é.

    Se vangloriam de estar tocando várias obras ao mesmo tempo, mas com operação e manutenção continuam agindo como se tudo estivesse certo e adequado. Inclusive os prazos de execução dos contratos, que continuam longos demais e sofrendo atrasos. Ou seja, continuam em sua zona de conforto, enquanto o conforto do usuário vem diminuindo.

    • 20 ANOS DE PSDB NO GOVERNO ESTADUAL JÁ NÃO CHEGA? // 7 de Março de 2014 às 19:44 // Responder

      Vc está absolutamente certo a SPTRANS reagiu melhor pq o responsavel da SPTRANS é a Prefeitura e o Prefeito de São Paulo é do mesmo partido da Presidenta da Republica Dilma e do ex Presidente Lula agora o Metrô e a CPTM é responsabilidade do Governo estadual aonde os tucanos estão a frente há 19 anos.

      • Luiz Vilela // 10 de Março de 2014 às 13:13 //

        Desculpe, não acredito em partidos políticos por aqui.

        Acredito em trabalho sério e dedicado.
        Que tem que ser cobrado e exigido o tempo todo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: