BYD vai testar ônibus elétrico puro em Palmas a partir deste sábado

Publicado em: 22 de fevereiro de 2014

ônibus elétrico puro

Ônibus elétrico puro da BYD, movido somente com baterias, vai ser testado em Palmas. Empresa chinesa deve ter planta no Brasil com previsão de para poder produzir 4 mil ônibus não poluentes até 2016. Companhia deve testar veículos em mais cidades brasileiras. Divulgação Prefeitura de Palmas.

Palmas vai testar ônibus elétrico da BYD
População poderá realizar passeios no ônibus movido somente com baterias. Chinesa BYD se interessou pelo projeto de BRT em Palmas
ADAMO BAZANI – CBN
A empresa chinesa BYD vai testar até o dia 25 de fevereiro de 2014, em Palmas, no Tocantins, o ônibus totalmente elétrico somente com baterias, sem necessidade da rede aérea de alimentação como os tradicionais trólebus.
De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Palmas, a exposição do veículo que não emite nenhum tipo de poluente nas operações começa neste sábado, dia 22 de fevereiro.
O modelo, denominado Eco-Bus K 9, vai fazer o passeio inaugural às 9 horas e levar professores da rede pública municipal da Estação Apinajé (próxima ao Ministério Público Estadual) até a Estação Krahô ( em frente ao Hotel Italian).
O objetivo é mostrar aos profissionais de educação, principais disseminadores de conceitos e conhecimento a crianças e jovens, a necessidade de práticas que preservem o meio ambiente e que a indústria de transportes pode ser uma grande aliada na luta pelo respeito à natureza e à própria vida humana.
Em nota à imprensa, o secretário de Acessibilidade, Mobilidade e Transporte de Palmas, Cristian Zini, disse que a BYD procurou a prefeitura para exibir o ônibus não poluente e que se interessou pelo projeto de corredores de ônibus exclusivos, do tipo BRT – Bus Rapid Transit, da prefeitura da capital tocantinense.
“A empresa tomou conhecimento do projeto do BRT realizado pela Prefeitura e se colocou à disposição para apresentar o veículo na Capital”. – disse Cristian Zini.
Decreto municipal de Palmas, número 729, garante espaço para empresas fabricantes de veículos não poluentes, sejam elétricos ou movidos por combustíveis de fontes renováveis, como etanol e biodiesel, exporem seus produtos.
“O Município visa a sustentabilidade e tem interesse em implantar veículos elétricos no projeto de mobilidade e por isso vamos abrir espaço para que a empresas apresentem seus produtos e para que a população conheça essas tecnologias”. – complementou o secretário de Acessibilidade, Mobilidade e Transporte de Palmas, Cristian Zini, na nota disponibilizada pela assessoria de imprensa antes do evento.
Até terça-feira, serão seis passeios com itinerários diferentes.
BYD QUER PRODUZIR ÔNIBUS ELÉTRICOS NO BRASIL:
A fabricante chinesa BYD – Build Your Dreams já declarou planos para o Brasil, um dos maiores mercados de ônibus em todo o mundo.
A empresa, que tem como um dos sócios o bilionário norte-americano, Warren Buffett, já fez testes em Brasília, Salvador e São Paulo. Na Capital Paulista já é a segunda fase de experimentação dos ônibus.
No final do ano passado, ao Blog Ponto de Ônibus e à Rádio CBN, o secretário municipal de transportes de São Paulo, Jilmar Tatto, disse que técnicos da SPTrans vão à China para que as próximas duas unidades da BYD já sigam os padrões de carrocerias exigidas pela gerenciadora paulistana.
A vice-presidente sênior da BYD, Stella Li, disse em janeiro que a empresa vai investir US$ 100 milhões para a construção de uma fábrica de ônibus elétricos puros (movidos somente com baterias) no estado de São Paulo.
A escolha da cidade ainda depende de negociações, mas a previsão é de que a planta fique num raio de cerca de 150 quilômetros de distância da capital paulista.
Entre 2015 e 2016, a empresa tem o plano de já estar em condições de produzir 4 mil ônibus elétricos por ano para o Brasil e para outros países da América Latina.
Em novembro do ano passado, a BYD deu início à produção de ônibus elétricos em uma fábrica inaugurada em Lancaster, na Califórnia. Os investimentos nessas instalações são de US$ 30 milhões na fase inicial, segundo a empresa.
EMPRESA BRASILEIRA FAZ PARCERIA COM JAPONESA PARA VEÍCULO 100% ELÉTRICO:

ônibus

No ABC Paulista, é testado com passageiros ônibus elétrico puro que mescla tecnologias brasileira e chinesa. Trólebus que já operava pelo Corredor ABD recebeu os novos equipamentos e as baterias e agora não depende de rede aérea. Foto: Edson Alvares Júnior

Enquanto a BYD avança em outros estados demonstrando o ônibus cujo modelo similar deve ser produzido no Brasil em escala, a empresa brasileira fabricante de ônibus com tecnologia limpa, Eletra, de São Bernardo do Campo, começou nesta quinta-feira a realizar os testes com passageiros do E-Bus,Bus, na extensão Diadema – Brooklin do Corredor ABD, operado pela Metra, do mesmo grupo empresarial da Eletra.
O veículo foi equipado com tecnologias japonesa e brasileira num trabalho em conjunto entre a Eletra, a Mitsubishi Heavy Industries e a Mitsubishi Corportaion.
Foram aproveitados o chassi Mercedes-Benz e a carroceria Caio Millennium II de um trólebus articulado que já circulava pelo Corredor ABD. O modelo tem capacidade para 124 passageiros e 18 metros de comprimento.
No Terminal Metropolitano de Diadema, há uma estação para as baterias serem recarregadas. São planejadas quatro recargas rápidas de quatro minutos em média cada.
Na garagem, o veículo recebe uma recarga lenta de quatro horas.
A autonomia pode ser de 160 quilômetros.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Enquanto isso em Sampa.

    Apachezinhos baleadacos e muiiiiiito encardidacos, num frenetico teste de durabilidade, incluindo os micros Seniors de uma so porta, tambem muiiiito encardidavos (preferidos do nosso amigo J)

    E o centto oeste do Brasil dando banho de modernidade e desenvolvimento.

    E bao !

    Att,

    Paulo Gil

  2. Curioso é o nome dessa indústria chinesa que resolveu traduzir para o inglês o nome da fábrica – BYD Build Your Dreams – parece até nome de filme !
    Mas creio sinceramente que ela já no primeiro ano de operação também fabricara os tradicionais ônibus movidos a díesel para ganhar novos clientes aqui e pela América Latina mesmo porquê se no sistema atual (99% movidos a diesel) os governos estadual, municipal e federal quase nada concedem em incentivos e subsidios (até mesmo para baratear as tarifas!) quanto mais num sistema moderno que só fabrique ônibus com motores elétricos!
    Aliás o famigerado horário de verão comprovou que nesses anos todos a economia foi perto de ZERO e não impediu apagões que ocorreram em várias partes. A questão vai piorar ainda mais pois estamos queimando os recursos do planeta rapidamente. Se dispensamos os combustíveis fósseis optamos pela eletricidade que é mais limpa ambientalmente falando mas também é cara, aliás muito mais cara do que o combustível! Alguém já tentou desvendar todos aqueles números encontrdos em sua conta de luz ? Da mesma forma o gasto extra gerado com a eletricidade que moveria tais ônibus (e serão pelo menos 4.000 até 2016) terá que ser compensada com ações que esperam-se há décadas como a construção de mais termoelétricas e hidrelétricas (estas últimas que também geram um grande desastre ambiental por ocasião de sua con strução e posterior operação) Resumindo: NÃO TEM JEITO! As industrias e o sistema econômico vigente estão sucateando o planeta seja através do uso da eletricidade ou da QUEIMA constante de combustíveis fósseis que não são renováveis! Será preciso milhares de anos para crosta terrestre recompor tudo que tiraram dela ao longo destes 100 últimos anos onde conseguimos destruir mais do que nos 1900 anos anteriores a 1914 época em que ocorreu a primeira guerra mundial e a partir dela muito material contaminante foi adicionado à atmosfera e ainda circula pelo ar, sendo eles uma série de novas doenças criadas ao longo dos últimos 100 anos (e não somente por vi rus que escaparam de laboratórios). A propósito em 2014 completaremos 100 anos da primeira guerra mundial, será que a ONU em seu calendário de atividades terá algo a celebrar na passagem desta data que jamais deverá ser repetida numa 3a.guerra mundial ? Se um dia houver uma 3a.guerra de dimensões mundiais, é sabido que a espécie humana será reduzida a niveis absurdos. Curioso é que na Bíblia (para que nela acredita) existe um texto que fala que a terça parte dos homens (algo em torno de 33%) será queimada com fogo! Se isso ocorrer algo em torno de 2,5 bilhões de seres humanos pela Terra sofrerão esse novo holocausto nuclear que se avizinha para os próximos anos! Impressionante como os homens do poder seguem rigorosamente a bíblia apesar de não a lerem pois como numa cena de novela ou filme eles estão cumprindo RIGOROSAMENTE o script! Em NOME DO DINHEIRO se destroem matas, plantas diversas, animais, árvores robustas tais como as mangueiras do RIO DE JANEIRO que foram destroçadas para dar lugar ao BRT do prefeito Paes! Impressionante as imagens das mangueiras destruídas e que encontram-se na internet e por cima delas uma grossa camada de asfalto casca de ovo fará passar as linhas do BRT Trans Carioca que passarão pela Praça Seca. Estão vendo como essas “simples” atitudes isoladas tomadas no Rio, em São Paulo, em New York ou qualquer cidade do Planeta SOMADAS tem um IMPACTO muito grande ao clima e as condições do planeta ? Pois é, estão mesmo seguindo o script bíblico! Aguentem firmes que outras violentas ondas de calor virão pelos próximos anos !!!

    1. Luiz disse:

      Oi Marcos! Gostei da sua resposta. Foi bem abrangente. Acho todo esse lance de tecnologia muito bom, mas que chegou muito tarde, quando quase o planeta todo já está bichado. Vai levar anos para recuperar tudo (se fizerem) . Mas como Deus é muito misericordioso vai abrir os caminhos as pessoas de boa vontade , mesmo com contra governos, sheiks do petróleo e esse lixo todo ai que está no poder. Gostaria de lembrar um detalhe: Nosso país tem um sol maravilhoso todo o ano. Energia limpa seria investir em energia solar.

      1. Ricardo disse:

        Parabéns Luiz, palavras muito sábias

Deixe uma resposta