Multas por invasão a faixas de ônibus em São Paulo ultrapassam 42 mil no mês de janeiro

ônibus Caio Apache Vip I

Ônibus urbano em São Paulo. Número de multas por invasão ao espaço destinado aos passageiros de transporte público ultrapassaram 42 mil autuações em janeiro de 2014. Apesar do aumento da quantidade de faixas, dado é preocupante já que janeiro é um mês de movimento menor no trânsito e a população já está consciente da política de implantação de faixas exclusivas. Foto: Adamo Bazani.

Invasões a faixas de ônibus têm 42 mil multas registradas em janeiro
Desrespeito continua mesmo com sinalizações e campanhas para o respeito aos espaços exclusivos ao transporte público
ADAMO BAZANI –CBN
O número de multas por desrespeito aos usuários dos transportes coletivos pela invasão às faixas exclusivas de ônibus chegou a 42 mil 592 autuações no mês de janeiro de 2014, de acordo com a CET – Companhia de Engenharia de Tráfego.
O número é preocupante. Apesar de a cidade de São Paulo ter mais 315 quilômetros de faixas em comparação a janeiro do ano passado, o que teoricamente poderia resultar numa quantidade maior de multas, os dados da CET revelam que o desrespeito também cresceu.
Por mais que algumas faixas possam ter os traçados e os horários de funcionamento readequados, não é muito difícil respeitar o espaço que na verdade não é para os ônibus, mas para as pessoas que se deslocam por transporte público.
Pode haver falhas na sinalização em alguns pontos, mas grande parte das vias está bem sinalizada e já há um amplo conhecimento da população sobre a política de implantação de faixas na cidade de São Paulo.
Assim, não há desculpa que possa justificar a invasão ao espaço de quem, por iniciativa ou necessidade, auxilia na mobilidade da cidade usando o transporte coletivo.
Outro aspecto preocupante é que o número alto de infrações registradas ocorreu no mês de janeiro, quando por causa de férias coletivas e férias escolares, o trânsito é menor na cidade de São Paulo.
Segundo a CET, as proximidades de escolas, públicas ou privadas, são os locais onde a companhia registra várias infrações de trânsito, como ultrapassagens e manobras proibidas, parada em fila dupla e até invasões a espaços para os passageiros de ônibus.
Agentes da SPTrans – São Paulo Transporte estão autorizados a aplicar multas pelas invasões e a prefeitura deve licitar a instalação de novos radares destinados apenas para as fiscalizações nas faixas.
Quem invade faixas exclusivas de ônibus está sujeito à multa de R$ 53,20 e três pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Já a invasão aos corredores e faixas à esquerda gera multa de R$ 127,69 e 5 pontos na Carteira.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

1 comentário em Multas por invasão a faixas de ônibus em São Paulo ultrapassam 42 mil no mês de janeiro

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: