Rio aumenta passagem de ônibus para R$ 3 no dia 8 de fevereiro

ônibus

Ônibus no Rio de Janeiro. Passagens vão aumentar dia 8 de fevereiro. Empresas terão de colocar ar condicionado em todos os veículos até 2016.

Tarifa de ônibus no Rio sobe para R$ 3 no dia 8 de fevereiro
Reajuste será de 9,09%. Prefeitura do Rio de Janeiro vai contratar empresa de auditoria para analisar a política tarifária e concede gratuidade para universitários
ADAMO BAZANI – CBN
O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, assinou o decreto que autoriza o aumento de 9,09% das passagens de ônibus municipais.
No dia 8 de fevereiro, as tarifas passam de R$ 2,75 para R$ 3,00.
Desde 2012 não há um reajuste real no valor das tarifas. Elas chegaram a subir de R$ 2,75 para R$ 2,95 em 1º de junho do ano passado, mas 18 dias depois, por causa da onda de manifestações naquele mês, voltaram ao patamar de R$2,75.
A decisão da prefeitura ocorre depois de o TCM – Tribunal de Contas do Município se manifestar sobre o caso, alegando que não tem competência para decidir sobre valores de tarifas.
O aumento vai vir acompanhado de uma série de obrigações.
Será contratada uma empresa de auditoria para acompanhar a política de reajustes.
Os consórcios operadores de ônibus precisam em 180 dias após o aumento reformar e modernizar os terminais de passageiros e num prazo de 30 dias deve ser apresentado um plano para que todos os ônibus sejam dotados de ar condicionado até o dia 31 de dezembro de 2016.
Movimentos sociais dizem que vão preparar manifestações contra o reajuste no valor das passagens.

GRATUIDADE PARA UNIVERSITÁRIOS:

A prefeitura do Rio de Janeiro decidiu, junto com o aumento, conceder gratuidade a estudantes universitários.
A gratuidade será destinada a alunos beneficiados pelos programas do Governo Federal de cotas ou Programa Universidade para Todos. Eles pagavam meia passagem. Já os universitários com renda familiar per capita de até um salário mínimo, com o decreto, agora também dispõem do benefício da gratuidade, independentemente da instituição de ensino que estejam matriculados.
Os universitários vão receber o Bilhete Único Carioca (BUC) e poderão utilizar até 76 viagens por mês, sendo, no máximo, quatro por dia, incluindo os fins de semana e feriados. Antes, os alunos beneficiados tinham somente direito a 60 viagens por mês para serem utilizadas apenas em dias úteis.
Já os alunos do ensino fundamental e do ensino médio da rede pública passam a ter direito a até 76 viagens por mês. O limite também é de quatro viagens por dia, inclusive aos fins de semana e feriados.
Os estudantes devem estar uniformizados exceto aos finais de semana.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

4 comentários em Rio aumenta passagem de ônibus para R$ 3 no dia 8 de fevereiro

  1. Amigos, bom dia.

    Vamos aos fatos:

    1) Sem aumento de tarifa desde 2012;

    2) Em 2014 e concedido aumento de 9,09 %;

    3) Sera contratada uma empresa para acompanhar a politica de reajuste ?

    4) Em 180 dias as empesas devem reformar e modernizar os terminais ?

    5) Em 30 dias apresentar plano sobre “air conditionated” em todos os buzoes.

    Ta tudo errado.

    Qual empresario deste planeta vai investir em terminal se amargou prejuizo desde 2012 ?

    Antes de contratar empresa para acompanhar a politica de aumentos, e bom criar essa politica primeiro.

    Quem vai se dar bem vai ser a empresa de auditoria que vai ser contratada para analisar algo que nao existe.

    Sem contar que o TCM, se declarou nao ter competencia.

    E o que falta no Brasil e competencia.

    O plano do “air conditionare”, esse vai ficar no plano, da tela do computador, nem precisa gastar papel, sera alem de tudo um plano ecologico.

    E assim …

    Att,
    Paulo Gil

  2. Não entendo a estranheza. Era previsto esse aumento já que no ano anterior a população não deixou que acontecesse (e muito bem feito). Devemos voltar às ruas para impedir o aumento! Aqui em São Gonçalo/RJ a população já paga o referido valor, e sem o mínimo de segurança/conforto. Os ônibus são precários em estado de conservação e manutenção. Acredito que em outros locais do RJ acontecem da mesma forma. Voltemos às ruas!!!

  3. Concordo com a opinião do Sr.Paulo Gil em número, gênero e grau e acrescento que a exemplo do RIO a prerrogativa de aumentar ou não a tarifa depende exclusivamente de cada prefeito e isso ocorre na maioria das cidades e capitais do País e eu conheço e muito bem 8 cidades do Brasil onde os prefeitos são amigos e até “sócios” dos empresários de ônibus!
    Tem cidade no Brasil que a tarifa é R$3,20 mas na conta da empresa só entra R$ 2,70 pois R$0,50 da tarifa por passageiro volta para a prefeitura para fazer a “difícil” tarifa de planejamento, controle, gestão e fiscalização do sistema de transportes da cidade! É uma PPP ou seja: Putaria Pública e Privada !!!
    Mas é de dar NOJO o visual unificado e cinzento dos quase 8.000 ônibus da cidade do RIO que hoje tem 43 empresas ESCONDIDAS dentro de 4 miseráveis consórcios tudo conforme exigência da prefeitura que deixou o RIO mais triste, vazio e sombrio com esta pintura que se vocês pesquisarem é a cópia descarada de uma embalagem de remédios! Além disso CINZA ? E no RIO DE JANEIRO que é uma cidade alegre e onde é verão o ano inteiro ? Que pintura VAGABUNDA que a prefeitura foi exigir ! Cadê a alegria das cores ?
    Se pelo menos fosse exigida algumas pinturas diferentes por consórcio já melhoraria e muito ou então uma bela pintura alegre e colorida que identificasse e marcasse bem cada região ou grupo de bairros.
    Antes na verdade era muito melhor pois existiam quase 50 empresas que eram bem reconhecidas à distância em uma rua de grande movimento onde passavam várias linhas!
    E esse fardamento RIDÍCULO além de deixar a cidade do RIO mais feia ainda, faz com que até os ônibus O Km. tenham aparência de VELHOS E SUJOS !

  4. Não tem que ter só ônibus com ar condicionado, tem que ser metade com ar e metade sem ar. Rio 40 graus é estereótipo, só nos meses de verão as temperaruras são muito altas, e durante o ano o tempo ou é fresco ou pouco quente Além disso não queremos ficar a mercê de gripes, resfriados , epidemias, etc. e tem pessoas que são alérgicas, têm rinite, sinusite, etc e não terão opção de pegar ônibus sem ar condicionado, pois 100% será com ar condicionado. e a ainda o direito de escolha, então é melhor comprarmos carro, pois no transporte particular continuaremos a ter opção de ligar ou não o ar, o quê não contecerá com os ônibus coletivo se toda frota for uniformizada.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: