São Paulo recebe mais 3,6 km de faixas de ônibus nesta segunda-feira

ônibus

Ônibus na Capital Paulista. Cidade retoma implantação de faixas exclusivas nesta segunda-feira, quando serão implantados 3,6 km de espaços para o transporte coletivo. Foto: Adamo Bazani.

São Paulo recebe mais 3,6 km de faixas de ônibus nesta segunda-feira
Agora cidade conta com 303,6 km de espaços exclusivos desde janeiro do ano passado
ADAMO BAZANI – CBN
A partir desta segunda-feira, dia 20 de janeiro, a cidade de São Paulo retoma a implantação de faixas exclusivas de ônibus.
Serão mais 3 quilômetros e 600 metros, totalizando 303 quilômetros e 600 metros de faixas criadas desde janeiro do ano passado.
Na região da Lapa, zona Oeste de São Paulo, as ruas Monteiro de Melo, Jeroaquara e Trajano recebem um quilômetro e cem metros que operam de segunda a sexta-feira, das 6 horas da manhã às oito horas da noite e aos sábados, das 6 horas da manhã às duas horas da tarde.
– Na Rua Monteiro de Melo, no sentido Lapa, no trecho entre as ruas Joaquim Machado e Coriolano – A nova faixa exclusiva beneficiará o Corredor Exclusivo de Ônibus Pirituba/Lapa/Centro;
– Nas ruas Jeroaquara e Trajano, no sentido Pirituba, no trecho entre a Rua Coriolano e a Praça Melvin Jones – A nova faixa exclusiva beneficiará os ônibus em direção ao Viaduto Elias Nagib Breim.
Na Zona Norte de São Paulo haverá um quilômetro de faixa exclusiva à direita para ônibus na Rua Abílio Pedro Ramos, no sentido Bairro, no trecho entre a Rua Irmã Emerenciana e a Rua Lopes da Costa. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 6 da manhã às 8 horas da noite e, aos sábados, das 6 horas da manhã às 2 da tarde.
Ainda na zona Norte de São Paulo, na região da Freguesia do Ó, são 800 metros de faixas no sentido Centro das Avenidas Santa Marina e Nossa Senhora do Ó, também de segunda a sexta-feira, das 6 da manhã às 8 horas da noite e, aos sábados, das 6 horas da manhã às 2 da tarde.
– Na Av. Santa Marina, no sentido Centro, trecho de 400 metros de extensão entre as ruas Jovaraú e da Balsa.
– Na Av. Nossa Senhora do Ó, no sentido Centro, trecho de 400 metros de extensão entre a Rua da Balsa e a Av. Inajar de Souza.
Continuando na zona Norte de São Paulo, haverá ainda mais 700 metros de faixas exclusivas no sentido bairro de segunda a sexta-feira, das 6 da manhã às 8 horas da noite e, aos sábados, das 6 horas da manhã às 2 da tarde das Ruas Jacuna e Galatéia.
– Na Rua Jacuna, no sentido Bairro, no trecho entre a Av. Zaki Narchi e a Rua Galatéa.
– Na Rua Galatéa, no sentido Bairro, no trecho entre as ruas Jacuna e Maria Cândida.
RODÍZIO:
Nesta segunda-feira, dia 20 de janeiro, também volta a vigorar na cidade de São Paulo o rodízio municipal de veículos.
As regras são as mesmas. Quem desrespeitar a proibição de tráfego está sujeito à multa de R$ 85,13 e 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação.
Já a multa para quem invade as faixas de ônibus à direita é de R$ 53,20 e três pontos na CNH.
A invasão a corredores exclusivos e faixas à esquerda gera multa de R$ 127,69 com cinco pontos na carteira.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

5 comentários em São Paulo recebe mais 3,6 km de faixas de ônibus nesta segunda-feira

  1. Amigos, boa noite.

    Em algumas avenidas com a faixa exclusiva, o horario de proibicao de circulacao de carros, precisa ser revisto, pous nao faz sentido a proibicao de uso das 10:30 hs as 15:30 hs.

    O estacionamento proibido deve ser mantido dioturnamente.

    Dinamica, minga gente, precisa,os de dinamica.

    Ajustes podem e devem ser esfetuados.

    Att,

    Paulo Gil

    • A Prefeitura aparece q não sabe q os horários de rush/pico de São Paulo-SP e região metropolitana mudaram e muito de 1.999 pra cá…as faixas de ônibus deveriam ter horários de funcionamento das 04:30hs. as 10:00hs. nos picos da manhã, dias úteis é claro e das 15:45hs. as 21:00hs. na parte da tarde / noite…principalmente em lugares q todos sabemos bem q são complicados e alguns até de certa forma largados pela Prefeitura de SP…Tipo Santana, Tucuruvi, Vila Maria, Vila Medeiros, Tremembé…é amigos…a Zona Norte, área 2, pra PMSP/SMT/SPTrans e CET…não dá problemas…só se lembram de nós aqui pra cobrar impostos, taxas e multas e quando algum desgraçado queima um veículo da SAMBAÍBA ou de alguma empresa de Guarulhos ou Mairiporã de alguma linha da EMTU-SP q esteja passando por aqui e não consiga se livrar disso…assim é a vida! e a gente sempre se ferra! acham eles q só pq algumas celebridades tem mansões na lindíssima Serra da Cantareira, nós aqui não temos problemas…vivemos numa espécie de Ilha da Fantasia…Só no governo do traste do Kassab, perdemos, nós no Jaçanã, linhas de ônibus q nos ligavam de forma direta aos limites da área 2, ao bairro do Limão, 178C/10-Pq. Edu Chaves / Lapa e seu atendimento de pico, cancelados…E isso sem contar as outras presepadas do mesmo e da atual gestão…nos poupem prefeitura!

  2. Moro a umas três ruas atrás da Rua Abílio Pedro Ramos, no Jaçanã, área 2, Zona Norte da Cidade de SP…Os maiores beneficiados serão os moradores da Cidade de Guarulhos servidos pelas linhas do Consórcio Internorte da área 3 da EMTU/RMSP-SP…Empresas de ônibus Vila Galvão e os RTOs q com ela operam as linhas e Empresa Mairiporã…do município de Mairiporã, do mesmo consórcio e área…O q eu não entendo e nunca vou entender é q se o Corredor Metropolitano Guarulhos (TABOÃO) / São Paulo (METRÔ TUCURUVI) passará por esta verdadeira avenida, erroneamente chamada simplesmente de rua, p q no sentido São Paulo, as linhas todas, menos as de Mairiporã, (042TRO, 042VP1 e VP2) pois essas vem em sentido São Paulo, HISTÓRICAMENTE pela BR 381, Rodovia Fernão DIas, até o KM 86, e acessam a continuação da Av. Gal. Jeronimo Furtado, já no Jaçanã, e Rua Lopes da Costa e Avs. Luis Stamatis e Guapira…não vem todas inclusive as da SPTrans, no caso só a 1766/10-Jd.Cabuçú/ Metrô Santana, pela mesma avenida em sentido Centro (centro do Jaçanã/Tucuruvi/Tremembé/Cachoeirinha/Santana…)? A Rua Cirene de Oliveira Laet está toda lascada e em certas partes parece estar afundando e isso a anos, apesar de algumas capas de asfalto bem bisonhas colocadas pela PMSP-SP-JT…Quem utiliza essas linhas em sentido Tucuruvi, tem q passar por dentro de um lava-rápido q existe ali a bem mais de trinta anos…e rezar pra q ele esteja aberto e funcionando, se a pessoa vem da minha rua por exemplo, ou então andar pelo perigosíssimo cruzamento da Rua José Figliolini com a Rua Abílio Pedro Ramos…aonde muitas pessoas conhecidas nossas, amigos pessoais e crianças já perderam as vidas atropelados e em acidentes tipo colisão…P q a Prefeitura não arruma isso, sinaliza, faz umas faixas de pedestres no local e uma ilha com uns 15 cm de altura e com a guias rebaixadas pra cadeirantes e ciclistas? Só quem mora no Jaçanã, especificamente na Vila Nilo sabe bem como é…é duro passar quase todos os dias por um local q traz horrendas lembranças…um local q merecia mais atenção ppis é saída pra Vila Galvão em Guarulhos e está a poucos metros de uma rodovia federal tão importante como a BR 381 Fernão Dias… é verdade q a iluminação melhorou e muito da gestão Marta Suplicy pra cá,, em todo o Jaçanã, e a atual administração remodelou a iluminação sem dó…apesar de ainda faltarem uns 3% de luminárias antiquíssimas a serem trocadas pelas modernas e econômicas de vapor de sódio…mas ainda a muito o q se fazer ali e há uma escola municipal, uma EMEI, pertinho desse cruzamento…na rua José Figliolini…mesmo, no trecho aonde só há o m transito local de moradores e prestadores de serviços em geral…sem ônibus e veículos pesados em geral…Espero q essas muitas letras sejam uteis…quem sabe ao se implantar a faixa pros coletivos, se pense nesse maldito e sinistro cruzamento! E na questão das linhas de ônibus da SPTrans, gostaria muito q se aposentassem de uma vez por todas esses micro-ônibus de uma só porta q a SAMBAÍBA ainda usa pra operar a linha 1766/10 e outras de sua operação e alguns atendimentos…é uma #VERGONHA e a PMSP/SMT/SPTrans e as entidades responsáveis pela defesa dos consumidores/passageiros, em especial dos deficientes e mais especial ainda, dos cadeirantes, sabem de tudo e nada acontece…mais uma herança amarga das gestões Marta Suplicy, Serra e Kassab…aliás esse ultimo é mais culpado pois quando o dono da empresa ia substituindo os micrinho, o Kassab se indispôs com ele, na época…pois os carros de motor dianteiro q chegariam, Caio Apache VIP, esses modelos de 2007 pra cá, não seriam aceitos pela Prefeitura…e as outras empresas puderam colocar carros assim e ele não…aí ainda hj nós é q pagamos o preço…e aí vieram os confortáveis e muitos deles já queimados pelos malditos vândalos, Caio Milenium, modelo 2011, q começaram a circular depois da porcaria do Carnaval de 2011, com 03 portas com elevador na do meio, e quatro portas, mais novos ainda, com piso baixo quase em todo o assoalho do carro… MAS AS MERDAS DOS MICRINHOS, OS DA MARCOPOLO , Q JÁ TEM MAIS DE DEZ ANOS DE USO E NADA ADAPTADOS PROS CADEIRANTES E COM UMA SÓ PORTA E SEM COBRADOR A BORDO, PRA AJUDAR O MOTORISTA E COBRAR PASSAGEM, É ÓBVIO, FICARAM…ACORDA PREFEITURA/SMT/SPTrans e fiquem mais atentos defensores dos deficientes, tão nobres q sóis, pra essa dura realidade na Zona Norte da Cidade de São Paulo!

  3. Acabei de passar, há uma hora e meia, a pé, com minha esposa pela Rua Abílio Pedro Ramos e vi q a faixa está lá devidamente instalada e sendo devidamente usada por coletivos da EMTU/SP, Consórcio Internorte, área 3 da EMTU-SP, e pela SAMBAÍBA, linhas SPTrans 1766/10 e 1765/10…sentido bairro. Porém a faixa não está sendo respeitada como era de se esperar…apesar inclusive de outras placas de “Proibido Estacionar” com os horários problemáticos da rua em destaque e q estão lá desde 1.998…e agora tem a companhia das placas devidas q regulam o horário de funcionamento da faixa de ônibus…Na altura do numero 834 da rua Abílio Pedro Ramos, tinha um van, um furgão, Iveco, daquelas mais novas…parada na faixa…estacionada e outros veículos entre a calçada e o asfalto…atrapalhando tmb a faixa! A PMSP já havia informado com faixas da SPTrans e da CET q o local receberia faixas e nova sinalização de solo e revisão pequena, nos tempos dos semáforos…mas tem gente q não tem noção mesmo e nem vergonha na cara e não avisa a seus funcionários, clientes, visitas e etc. …sobre a faixa! e sobre as multas “semi-pesadas” e os pontos na carteira ! ali passam várias linhas da EMTU-SP pra Guarulhos e seus atendimentos e uma de Mairiporã e seus dois atendimentos, provenientes do Metrô Tucuruvi, Parada Inglesa e Tietê, além das duas da SPTrans, em sentido bairro…sendo q a 1765/10, tem q manobrar na esquina q continua bem perigosa entre as Ruas José Figliolini e Abílio Pedro Ramos…em sentido bairro, mesmo indo pro Metrô Tucuruvi, pra acessar a Rua Lopes da Costa, e seguir em sentido bairro/centro…Espero q a Policia Militar e CET não fiquem só próximas dos baixos do Viaduto Vila Nova Glavão, na Vila Nilo, Jaçanã, e fiquem sim, patrulhando a região tanto de manhã cedo como de fim de tarde e começo de noite pra enfiar a multa sem dó nem piedade e colocar uns pontinhos negativos nas carteiras desses senhores q precisam atender algo sobre democracia, mobilidade e civilidade e respeito a pedestres e principalmente aos deficientes q utilizam as linhas q por lá passam, sejam da EMTU ou sejam da SPTtrans!

  4. desculpe o erro…não é “Vila Nova Glavão”…é Vila Nova Galvão…kkkk!!! foi mal!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: