Número de passageiros de ônibus em São Paulo cresce e é o segundo maior da história

ônibus

Ônibus em São Paulo transportaram 6 milhões de passageiros a mais em 2013 em relação a 2012 de acordo com dados da SPTrans. Faixas e ampliação do Bilhete Único são alguns dos motivos apontados por especialistas. Foto: Adamo Bazani.

Número de passageiros dos ônibus de São Paulo cresce 6 milhões em 2013
De acordo com dados da SPTrans, foram 2 bilhões 923 milhões de passagens registradas nos veículos e terminais no ano passado, o segundo maior da história
ADAMO BAZANI – CBN
Mais pessoas usaram ônibus em 2013 de acordo com balanço da SPTrans – São Paulo Transporte, autarquia que gerencia os serviços na Capital Paulista.
Foram 2 bilhões 923 milhões 089 mil e 217 registros de passagens em 2013 contra 2 bilhões 916 milhões 954 mil 960 passageiros de 2012.
Isso representa 6 milhões 134 mil 257 passageiros a mais.
O número de 2013 é o segundo maior da história dos ônibus municipais de São Paulo, ficando abaixo apenas de 2011, quando o número de passageiros chegou a 2 bilhões 940 milhões 894 mil 817 passageiros.
O número de pessoas transportadas por ônibus é semelhante a de outros modais. De acordo com o governo do Estado de São Paulo, no ano passado, Metrô e CPTM atenderam 2 bilhões e 92 milhões de passageiros.
COOPERATIVAS TIVERAM MAIOR CRESCIMENTO:
As cooperativas de transportes na cidade de São Paulo, com os micro-ônibus, chamados de lotação, tiveram o maior crescimento.
No total 1 bilhão 288 milhões 357 mil 225 passageiros transportados em 2013 ante 1 bilhão 269 milhões 890 mil 794. Diferença de mais 18 milhões 446 mil 431 pessoas.
Já as empresas do sistema estrutural tiveram queda no número de passageiros. Em 2012, as empresas transportaram 1 bilhão 647 milhões 064 mil 166 pessoas e em 2013 o número caiu para 1 bilhão 634 milhões 731 mil 992 passagens, diferença de 12 milhões 332 mil 174 pessoas.
A ampliação do uso do Bilhete Único e o aumento dos espaços preferenciais, com as faixas exclusivas, são algumas das explicações dadas por especialistas para o aumento do uso do ônibus, embora não haja uma migração significativa de quem usa carro ou moto para o transporte público.
Em algumas linhas, houve migração de passageiros do metrô que, ao verem que a velocidade dos ônibus aumentou, preferiram os transportes sobre pneus que em alguns trechos são menos lotados e mais confortáveis.
Só as faixas do eixo da Radial Leste que tinham previsão para atender 14 mil passageiros por dia, hoje recebem 40 mil aproximadamente.
A prefeitura de São Paulo estima que em 2014 o número de passageiros dos ônibus se aproxime de 2 bilhões e 400 milhões de pessoas.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

5 comentários em Número de passageiros de ônibus em São Paulo cresce e é o segundo maior da história

  1. FORA EMPRESAS DE MENTIRINHAS LEBLON NA AREA 4 DE SP JÁ // 17 de janeiro de 2014 às 19:40 // Responder

    Na linha 4310 Itaquera Pque d’ Pedro II depois da criação dela houve migração de passageiros do metrô que, ao verem que a velocidade dos ônibus aumentou, preferiram os transportes sobre pneus por causa da velocidade dela ser mais rapido do que o Metrô nos horarios de pico da manhã.

  2. Amigos, boa noite.

    Tem coelho nesse mato ou tem algo muiiito errado.

    Na materia sobre o record de passageiros transportados pela CPTM e pelo Metro, foi escrito que o passageiro do buzao migrou do buzao para o metroferroviario.

    Hoje temos a noticia que o numeto de passageiros do buzao subiu.

    Na famosa prova dos 9 da Tia Cotinha a querida professora de matematica que todos nos tive,os um dia, essa conta nao bate.

    Acho melhor aprimorar a contagem.

    1) Quantos passageiros pagantes de tarifa integral foram transportados a R$ 3, 00 ?

    2) Quantas integracoes metro buzao ?

    3) Quantas integracoes CPTM buzao ?

    4) Quantas integracoes buzao buzao ?

    5) Quantas gratuidades ?

    Hoje em dia com o bilhete promocao, o BU normal somado a demora do buzao, o transbordo aumentou significativamente.

    Entao esta na hora de refazer essa continha.

    Pois ontem migrpu para o metroferroviario, hoje aumentou o buzao. ????

    TEM GATO NESSA TUMBA.

    Onde esta o erro, precisa ser detectado.

    Att,

    Paulo Gil

    • Muito bem observado Paulo Gil!

      É direito do usuário e cidadão ter acesso a dados transparentes da mobilidade público-coletiva.

      Os grandes jornais adoram publicar gráficos: que tal mostrar os números que você questiona e sua evolução e projeções?!

    • Ricardo Medeiros Afonso // 20 de janeiro de 2014 às 20:51 // Responder

      Realmente,isto está esquisito,pois não devemos deixar de contabilizar que após a tal”reorganização das linhas” na Zona Leste.trajetos que eram feitos usando-se apenas 1 ônibus, passaram a ser feitos com a necessidade de baldeação e neste caso a pessoas precisa tomar 2 ou 3 ônibus.Neste caso,1 passageiro é contado 2 ou 3 vezes .Aí,fica fácil afirmar que houve aumento no número de pessoas que usaram os ônibus em 2013

    • A resposta é simples. Aumentaram apenas os passageiros de ônibus das cooperativas (18 milhões a mais, está na matéria), sendo que do transporte estrutural caíram 12 milhões. Quem é o secretário municipal? Jilmar Tatto, parceiro histórico do pessoal das lotações. Simples assim. Basta ver nas entrelinhas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: