Portadores de necessidades especiais sofrem com Suzantur em Mauá

Suzantur Donisete Braga

Portadores de necessidades especiais em Mauá, na Grande São Paulo, se dizem prejudicados com as operações da Suzantur, empresa contratada sem licitação pelo prefeito Donisete Braga. Ônibus sem equipamentos de acessibilidade e com funcionários despreparados: passageiros perderam consultas, sessões de fisioterapia e de outros tratamentos. Foto: Adamo Bazani.

Operações da Suzantur em Mauá prejudicam portadores de deficiências
Ônibus mal conservados e sem equipamentos de acessibilidade fizeram com que passageiros perdessem tratamentos e passassem por constrangimentos. Prefeitura admite problema e diz que trabalhadores ainda estão sendo treinados e ônibus adaptados
ADAMO BAZANI – CBN
A colocação da empresa de ônibus Suzantur no município de Mauá, na Grande São Paulo, pela prefeitura tem causado problemas na locomoção das pessoas na cidade, principalmente para quem é portador de necessidades especiais.
Quem afirma são os próprios passageiros que dependem das linhas do lote 02 da cidade, onde operava a Leblon Transporte de Passageiros, retirada por uma decisão da prefeitura. A Leblon tenta reverter na justiça o ato do prefeito Donisete Braga e do secretário de mobilidade urbana, Paulo Eugênio Pereira.
“Tem sido horrível usar os ônibus da Suzantur. Eles não têm elevadores ou rampas. Quando têm, não funcionam ou estão do lado errado. (alguns ônibus têm porta à esquerda)” – disse Rosilene de Souza Santos, presidente da Aponem- Associação dos Portadores de Necessidades Especiais e Mães, entidade que busca a inclusão de pessoas com deficiência, com sede no Jardim Luzitano, periferia de Mauá.
São vários os relatos de pessoas que perderam sessões de fisioterapia e de outros tratamentos de saúde por causa da falta de acessibilidade dos ônibus da Suzantur.
“Preciso fazer fisioterapia no centro de Mauá. Os ônibus da Suzantur não possuem elevadores ou qualquer equipamento. Já perdi quatro sessões de fisioterapia que são essenciais para minha saúde” – relatou Vanildo de Lira, que depende de cadeira de rodas, e mora no Jardim Luzitano.
Não é somente a falta de ônibus adequados da Suzantur que tem prejudicado os portadores de necessidades especiais em Mauá. Os passageiros reclamam do atendimento dos funcionários da empresa e do despreparo para manusear os poucos equipamentos que podem permitir acessibilidade.
Maria da Silva Sobral mora no Jardim Zaíra V e disse que se sente presa em casa e evita usar os ônibus da empresa colocada pelo prefeito de Mauá, Donisete Braga, Suzantur.
“Quando a Leblon operava era muito melhor. Os ônibus passavam no horário, todos tinham elevadores e os motoristas eram educados. Os motoristas e cobradores da Suzantur não sabem atender o deficiente” – reclamou.
Dolores Silva de Carvalho, que mora na região do Jardim Hélida, também reclama da falta de preparo dos motoristas.
Ela tem como opção usar os ônibus da Viação Cidade de Mauá, outra empresa do município, mas se queixa da falta de educação dos funcionários.
“Quando os ônibus têm elevadores, são mal conservados, todos quebrados. Os motoristas não param e não nos ajudam. Viação Cidade de Mauá e Suzantur são complicadas. A única empresa que atendia melhor o deficiente que era a Leblon, o prefeito tirou” – disse indignada.
Mauá não é uma cidade acessível e está na contramão de todas as políticas de inclusão. O portador de deficiência não deve somente ir de casa para o hospital, mas ter uma vida normal: trabalhar, estudar, passear e se divertir.
Quem opina e sente as dificuldades disso na pele é Clauber Henrique de Souza que há cinco anos precisa usar cadeira de rodas. Ele pratica esportes e tenta ter acesso aos direitos básicos de qualquer cidadão, mas confessa que é difícil.
“É uma batalha todo o dia. Além de os ônibus não terem equipamentos, a cidade não oferece condições para o portador de necessidade especial. Não é só em Mauá, o deficiente não é bem atendido de uma maneira geral, mas aqui na cidade, o terminal de ônibus não tem a menor condição para receber quem possui deficiência” – conta Cláuber que faz aulas de judô em Santo André. Ele mora no Parque São Vicente, outro bairro de Mauá, e prefere se deslocar com a cadeira de rodas nas ruas e calçadas esburacadas de Mauá para o Capuava, também na cidade, para se livrar do terminal central da cidade e da falta de condição dos atuais ônibus que prestam serviços no município.
A condição do asfalto e do calçamento em Mauá é considerado um problema crônico pelos moradores da cidade.
Em 2012, a empresa Scamatti & Seller Infraestrutura recebeu R$ 22 milhões para o recapeamento de 60 quilômetros de ruas e avenidas em Mauá, mas os problemas voltaram inclusive nas vias onde houve intervenções.
Além da falta de condições dos ônibus, principalmente da Suzantur, a população se queixa da falta de transporte especial.
A mãe de Cláuber, Iraci Alves de Sousa, diz que o serviço de atendimento especial contratato pela prefeitura de Mauá é falho.
“Não tem van adaptada. É perua comum e os motoristas não ajudam sequer colocar as pessoas com cadeira de rodas (dentro do veículo). Vou entrar em juízo contra isso” – disse.
Os maus serviços do transporte especial também fizeram com que o morador Josafá Gomes da Silva, perdesse consultas na AACD – Associação de Assistência à Criança Deficiente.
“Além de prejudicar o tratamento, se faltarmos muito nas consultas, perdemos as vagas que são limitadas e temos tanto trabalho para conseguir” – reclama.
Ele disse que ao ver os ônibus da Suzantur nem pensa mais em se deslocar pela cidade.

ASSISTA ÀS ENTREVISTAS:

acessibilidade em transportes

Empresa que foi retirada de Mauá pela prefeitura, Leblon, tinha ônibus acessíveis segundo os passageiros e fazia treinamentos de motoristas, cobradores e fiscais para o atendimento a pessoas portadoras de deficiências físicas e visuais. Funcionários, em um dos treinamentos, sentiam as dificuldades nos transportes por quem possui mobilidade reduzida. Foto: Adamo Bazani / Diego Vieira.

CONTRATAÇÃO DA SUZANTUR MARCADA POR DÚVIDAS E SUSPEITAS:

Suzantur Mauá

Os poucos ônibus da Suzantur com acessibilidade têm rampas em portas inoperantes,do lado esquerdo, que não são adequadas aos padrões de Mauá. Parte da frota é usada de São Paulo e de empresários que tiveram relações com Baltazar José de Sousa, que monopolizou os serviços por mais de 30 anos. Despreparo de motoristas e quebras constantes dos ônibus são outras queixas por parte da população em relação à empresa contratada pelo prefeito Donisete Braga. Foto: Daniel Santana.

A Suzantur foi contratada pela administração do prefeito Donisete Braga que descredenciou a Viação Cidade de Mauá e a Leblon Transporte de Passageiros. O prefeito e o secretário de mobilidade urbana, Paulo Eugênio Pereira, dizem que as duas empresas consultaram sem autorização dados do sistema de bilhetagem eletrônica da cidade. Mas a versão não é consenso nem na prefeitura.
A corregedora-geral do município, Thais de Almeida Miana, em parecer oficial de 27 de junho de 2013, verificou que as consultas ao sistema de bilhetagem foram autorizadas pela prefeitura de Mauá, que deu treinamento às empresas de ônibus para isso. Ela recomendou a realização de uma nova sindicância, como mais elementos técnicos. Mas a recomendação foi ignorada pelo prefeito Donisete Braga e sua equipe.
Usando a tribuna da Câmara Municipal de Mauá, em 3 de dezembro, Rafael Rodrigues, do grupo social “Política Sim, Patifaria Não” mostrou documentos que levantam a suspeita de que a entrada da Suzantur seria uma manobra para o restabelecimento de forma velada do monopólio dos transportes em Mauá para o grupo de empresários ligados a Baltazar José de Sousa, dono da Viação Cidade de Mauá, EAOSA –Empresa Auto Ônibus Santo André, Viação Ribeirão Pires, EUSA – Empresa Urbana Santo André e Viação São Camilo.
A Suzantur, segundo os documentos apresentados na Câmara, teria ligações com controladores do Banco Caruana, que financiou ônibus para Baltazar José de Sousa. Os funcionários de Baltazar tinham um cartão de crédito do Caruana com desconto em folha de pagamento.
Chamada às pressas e sem licitação, a Suzantur opera com ônibus usados que antes circulavam pela empresa Oak Tree, que faliu em São Paulo e ainda mantém as cores e características do Consórcio Sudoeste da Capital Paulista, como portas à esquerda que ficam desativadas em Mauá, e apenas uma porta para embarque e outra para desembarque. A Suzantur também usa micro-ônibus que não servem mais para o sistema de Diadema, também no ABC, que circulavam pela MobiBrasil (outra empresa que foi convidada por Donisete), e ônibus midi (micrão) dispensados do sistema da cidade do Rio de Janeiro.
Também são aproveitados pela Suzantur ônibus usados da Viação Piracicabana do Litoral, empresa pertencente ao fundador da Gol Linhas Aéreas, Constantino Oliveira, líder do chamado grupo dos empresários de ônibus mineiros, do qual Baltazar faz parte. Há também ônibus usados da ETURSA – Empresa de Transportes Urbanos Rodoviários de Santo André, de Ronan Maria Pinto. Ronan é dono do jornal local Diário do Grande ABC, foi sócio e é parente de Baltazar.
A Suzantur também opera com alguns ônibus que circularam pela Viação Estrela de Mauá. A Viação Estrela de Mauá foi fundada por Baltazar José de Sousa para disputar contra a Leblon a licitação dos transportes, mas perdeu. Até o ano passado, quando a interferência da prefeitura de Mauá não era tão grande nas disputas judiciais entre empresas, a Viação Estrela de Mauá tentava tirar a Leblon de circulação.
Hoje a empresa é de David Barioni Neto que foi executivo de Constantino de Oliveira, do grupo dos mineiros, na Gol Linhas Aéreas.
A Viação Estrela de Mauá ocupou a garagem de Baltazar, chamada Princesinha, no Jardim Zaíra IV. Hoje os ônibus que estão na Suzantur, têm sido transferidos para esta mesma garagem.
A Leblon Transporte pertence a Haroldo Isaak e Ronaldo Isaak, empresários de ônibus que operam em Mandirituba, Fazenda Rio Grande e Curitiba, no Paraná.
A vereadora Sandra Regina Vieira disse que a pressa da prefeitura em contratar a Suzantur chamou atenção.
“Foi de forma muito abrupta. Enviamos requerimentos pedindo esclarecimentos. Não houve diálogo por parte da prefeitura antes destas mudanças. Fomos pegos de surpresa. Você pode verificar aqui mesmo que a população aprova o serviço da Leblon. Por que tirou? Ainda há muitas dúvidas” – comentou a vereadora.
RESPOSTA:
Em nota à reportagem, a prefeitura de Mauá reconhece os problemas da Suzantur e diz que a empresa ainda está treinando os funcionários, apesar de ter sido chamada em outubro.
“A Suzantur está operando com 85 ônibus na cidade. Desses, 40 veículos não possuem elevador. A Suzantur informa que já comprou elevadores para instalar nos ônibus, e esse processo de adaptação deve estar concluído em cerca de 30 dias. Sobre o despreparo dos profissionais, a empresa está realizando treinamento para corrigir eventuais falhas no atendimento a portadores de necessidades especiais. Lembramos que a Suzantur circula em Mauá com contrato emergencial.” – de acordo com a íntegra da nota.
A prefeitura disse que quer fazer uma licitação nos transportes.
O certame foi anunciado para dezembro, depois janeiro e agora não tem data para ocorrer.
O executivo quer criar uma gerenciadora do sistema chamada Mauá-Trans.
“O portador de necessidade especial não pode ficar todo este tempo esperando. Ele precisa ter uma vida normal, não pode perder consultas, tratamentos e nem o direito de viver, trabalhar, estudar, passear. É muito tempo, fora o que se passou até agora e nada foi feito” – se queixa Rosilene de Souza Santos, presidente da Aponem – Associação dos Portadores de Necessidades Especiais e Mães, de Mauá.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

24 comentários em Portadores de necessidades especiais sofrem com Suzantur em Mauá

  1. Estou acompanhando o governo do PT na cidade de Mauá e definitivamente uma catástrofe, chego a pensar que as eleições são boicotadas, pois não há outra razão para um péssimo chefe do executivo como Donizete Braga ser eleito depois de todos os escândalos que esteve envolvido e depois da má gestão de Osvaldo Dias é lamentável a situação em que a população está sujeita. Quando enfim uma excelente companhia de viação vem pra cidade somos obrigados a suportar a retirada e tolerar uma empresa que não possui ônibus com suporte para pessoas que necessitam, é curioso que em seus pronunciamentos ele diz querer o melhor pra população que por sua vez está satisfeita com os serviços prestados pela empresa Leblon.

    • o povao gosta de escadalo ver o genoino foi eleito os brasieiro ainda adorao os ricos e mafiosos cade as manifestacoes em maua as palhassadas do tal prefeito q nao pode ver dinheiro q abre as pernas e so ver a ultima q ele faz tirar a leblom q nao da propina e coloca a suzatur do mesmo grupo do baltazar o PT e tudo por dinheiro so quero ver a cara de pau do Lula vim pedir voto pra esse prefeito

  2. Marco Antonio Marquinho dos Santos. // 15 de Janeiro de 2014 às 15:38 // Responder

    É POR ESTE E POR OUTROS MOTIVOS QUE ESTAMOS VENDO PESSOAS DE MAUÁ REVOLTADAS COM A ATUAL SITUAÇÃO DO TRANSPORTE PUBLICO MAUAENSSE.
    O PREFEITO ATÉ TEM DIREITO DE PROMOVER AÇÕES NO SENTIDO DE MELHORAR NÃO SÓ O TRANSPORTE, MAIS SIM DIVERSSAS COISAS DENTRO DA CIDADE.
    A RETIRADA DA LEBLON NO LOTE 2 DA CIDADE FOI ALGO UM TANTO COMPROMETEDOR PAR O POVO, QUE VEM SOFRENDO SÉRIOS PREJUIZOS, E COISA QUE ELE JAMIS DEVERIA TER FEITO ATÉ PORQUE A EMPRESA LEBLON VINHA CUMPRINDO SUAS OBRIGAÇÕES E DEIXAVA A POPULAÇÃO QUE FAZÍA USO DO SEU TRANSPORTE CONTENTES.
    O SENHOR PREFEITO FOI COM MUITA SEDE AO POTE! ONDE PASSAGEIROS E FUNCINÁRIOS DA LEBLON ESTÃO SENDO PREJUDICADOS.
    EU PARTICULARMENTE ACHO QUE UM ADIMINISTRADOR DEVE TER ANTES DE MAIS NADA O PÉ NO CHÃO, NÃO TOMAR ATITUDES PRECIPITADAS SEM CONSULTA ATÉ MESMO DA POPULAÇÃO, E NÃO FAZENDO UMA ANÁLISE TECNICA NOS SERVIÇOS QUE ESTÁ SENDOCONTRATADO A CIDADE.
    SE DE ALGUMA FORMA A EMPRESA LEBLON TENHA TIDO ALGUMA FALHA DEVERÍA SER CORRIGIDA E NÃO ESCURRAÇADA DA FORMA QUE FOI.
    O POVO ELEGE A LEBLON COMO UMA EMPRESA IDONIA E ELA TEM 94% DE ACEITAÇÃO E ACREDITO QUE HOJE COM TUDO QUE VEM ACONTECENDO ELA DEVE TER ALCANÇADO A MARCA DE QUASE 100%.
    POR ESTA RAZÃO VAMOS NO DIA 25 DE JANEIRO AS 15 HORAS PROMOVER UM ATO DE FORMA PACIFICA E DEIXAR COMPROVADO AO DIRIGENTE DA CIDADE DE MAUÁ O QUANTO ELE ESTÁ ERRADO. E QUEREMOS A VOLTA DA LEBLON IMEDIATAMENTE NA CIDADE DE MAUÁ.
    CHEGA DE MONOPOLIO, CHEGA DE NEGOCIAÇÕES PARTICULARES ENTRE EMPRESARIOS E ADIMINISTRAÇÃO PUBLICA, CHEGA DE VER O POVO SOFRER COM TAMANHAS INRRESPONSSABILIDADE, É O POVO QUE PAGA SENHOR PREFEITO POIS TENHO CERTEZA QUE O SENHOR, FILHOS ESPOSA OU ATÉ SUA MÃE NÃO ULTILIZA ESTES VEICULOS SUCATEADOS.
    ENQUANTO ISTO MINHA MÃE UMA SENHORA DE QUASE 80 ANOS COM MINHA IRMÃ QUE TEM DEFICIENCIA SOFREM MUITO COM SEU NOVO MODELO DE TRANSPORTE, ALEM DA MINHA MÃE OUTRAS MÃES COM MAIS IDADE AINDA, E COMO CONSTA A PUBLICAÇÃO DO SENHOR ADAMO BAZANI, QUANTOS DEFICIENTES ESTÃO SOFRENDO COM ISTO.
    VOCE ACHA JUSTO? SE ACHA VAMOS PEGAR SUA MÃE SE É QUE TEM, E VAMOS FAZER ELA ANDAR DE LIXÃOTUR, NOME DADO A SUZANTUR PELA POPULÃÇÃO.
    ABRAÇOS SENHOR PREFEITO E TE VEJO NAS PROXIMAS ELEIÇÕES.

    • Marques Augusto Cézar // 20 de Janeiro de 2014 às 16:32 // Responder

      Eu não sou Deficiente, poem tambem sou sériamente prejudicado com essa patífaria que tem ocorrido com os transportes de Mauá.
      Eu trabalho em Call Center na LAPA, afinal todo Mauaense ja é amaldiçoado a não encontrar service decente dentro do proprio Municipio pois Mauá não tem nada a não ser esse Maldito Shopping e que graças ao Oswaldo Dias, vem muita gente de longe trabalhar aqui em Mauá acabando com as vagas para o Mauaense.
      Isso nos obriga a recorrer aos transportes publicos e seus “esquemas desastrosos” pois ha muito não atendem a demanda do cidadão e salient pela MILÉSIMA VEZ… AINDA VAMOS TER UMA COPA DO MUNDO!!!
      Eu moro no Jardim Mauá, onde é (ou acreditamos que é)atendido pela Cidade de Mauá, pela linha 102, porem tal linha já é organizada de uma maneira doentia por tal empresa que ja é desestruturada é é o modelo maximo do descaso ao consumidor, na ida, o onibus não tem horarios, por isso sou obrigadoo a descer a pé ate a barão de Maua, caminhando por quase 20 minutos para pegar um onibus qualquer que vá ao centro para que eu não me atrase para o trem, na epoca da Leblon, passa onibus de 5 em 5 min pelo menos, mas agora com a Suzantur é uma lastima. Agora, vamos ao caminho de volta, na volta eu adentro aquele terminal e ocorre o seguinte, do lado direito do ponto do Jardim Mauá, a linha 22 Vila Carlina, de 10 em 10min ou ate de 5 tem onibos, larga até vazio e as vezes tem ate 2 esperando, enquanto a linha 102, o onibus demora, espera encher, onibus descarrega passageiros e vai embora nos obrigando a esperar outro, entre outros desconfortos. neste ultimo domingo, 19/02/14, eu estive la aguardando o Jardim Maua para eu voltar para casa apos um dia de trabalho, cheguei no terminal 18:54, 20 min depois veio o onibus, porem ele passou direto desligando o letreiro, depois um outro onibus veio, manobrou e ficou no meio, Escondido, em um momento, ele acendeu o letreiro como 102 JD Maua, depois ele trocou para reservado!. dai ele esperou mais 40 minutos e finalmente decidiu voltar a ser o Jardim Mauá, um total descaso! JA É TRISTE TRABALHAR NO DOMINGO, LONGE DE CASA E AINDA ESPERAR PELO BENDITO ONIBUS MAIS DE UMA HORA SENDO QUE ELE ESTAVA LA PARA RIR DE NOSSA CARA!!!
      Como podem ver, como devem ter visto, a Suzantur faz atitudes não só pessimas como muitos Habitos da Cidade de Mauá possuem como os Onibus que ficam parados “coçando” dentro do Terminal e tambem pela Avenida Rio Branco, a LEBLON NÃO FAZIA ISSO!!!
      Outro Caso! Tenho um colega que mora no Kennedy e para eu visitor ele do centro necessito ir pela linha 122 JD Silvia e de preferencia pelo sentido Bom Recanto, com a Leblon, de 10 em 10 min tinha onibus, era possivel eu escolher ate entre Bom Recanto e Vila Ana, na nultima vez que eu fui la, foi um desastre. nos primeiros 20 min, nada de onibus, 20 min seguintes meu colega me liga, eu aviso a ele que estou ainda no terminal e ele me avisa que passou na frente da casa dele 3 Suanztur’s de uma vez, Nossa…
      E não é que mais 20min depois veio no terminal os 3 de uma vez? e todos Vila Ana, que legal! vou la e embarco neste lixão e o pesasdelo estava apenas começando…
      No terminal, entrou uma boiada pela traseira, socado mesmo! Afinal essas porcarias só tem uma porta na traseira do lado certo e pela catraca ser quase no meio, cabe bem menos gente que esta entrando como pagante pois pagou pela passagem na entrada do terminal…Ate eu chegar na casa do meu Amigo, sim, pelo Vila Ana tambem dá, porem é um sentido mais facil de errar o ponto, mas voltando, a cada parada, o motorista abria a porta, esperava um “tempo imaginario” e fechava, mas sempre ele fechava encima de alguem, o povo gritava e batia no onibus e isso aconteceu em mais de 10 paradas por esta linha!!! a conradora não conseguia ver por estar mesmo socado de gente na traseira, alem da aglomeração, maioria destes onibus precarious tem o motor na traseira e muitos tem furos no assoalho que jogam o ar quente onde o povo fica aglomerado, uma verdadeira panela de pressão!!!
      Na boa, eu suspeito mesmo que as eleiçoes de Mauá são fraudulentas pois a patifaria ja começou desde o Oswaldo Dias que com as coisas que fez ele ainda conseguiu ser reeleito e no final ja aprontou antes do Doni7 assumer e este assim que assume faz as coisas e mente acintosamente!!! ACORDEM POVO MAUAENSE!!! BOICOTEM AS ELEIÇÕES!!! Ta na cara que vai dar PT denovo mesmo com essa PaTifaria!!!

  3. Essa Suzantur veio pra tornar a vida do passageiro um inferno, atrasos, onibus velho.. E pior, Donizete esta sendo o PIOR prefeito que Mauá já teve.

  4. Tudo indica que a prefeitura esta colocando maua nas mãos do senhor baltazar novamente pode ter certeza que foi tudo bem articulado só que esquecerão do principal, o municipe que é sim o verdadeiro prejudicado com isso tudo. Éra terrivel a algums anos atras com a viação januaria mas como o povo não tinha opção ficava por isso mesmo e hoje com essa sucatur esta pior que na epoca da januaria. Sobre a vcm na minha opinião e pode apostar qie eles irão somente colocar os adesivos escritos suzantur por cima da viação cidade de maua transferir veículos e funcionarios para a garagem da princezinha e ficar por isso mesmo essa enrrolação para fazer a locitaçao ate que baltazar crie novas empresas fantasmas com nomes de laranjas e colocar novamente sua mafia em mauá.

  5. ACHO Q O MUNICÍPIO DE MAUÁ -SP DEVERIA PASSAR POR UMA INTERVENÇÃO FEDERAL TANTO DENTRO DAS LEIS Q REGEM ESSE PAÍS NOSSO, QUANTO POLITICAMENTE…É DE INTERESSE DA DILMA E DO LULA Q ESSA CIDADE VÁ PRA FRENTE, ASSIM COMO GUARULHOS-SP E A PRÓPRIA CAPITAL…AS ELEIÇÕES ESTÃO CHEGANDO…E EM AGOSTO, CERTAMENTE, E DE FORMA DEFINITIVA, COMEÇAM AS CAMPANHAS ELEITORAIS NO RÁDIO E TV…A MESMA CHATICE DE SEMPRE! EU ESTOU LIVRE DELA POIS TENHO GRAÇAS A DEUS TV POR ASSINATURA E ME LIVRO DESSES EXÚS DOS INFERNOS! E ESSE PREFEITO DE MAUÁ É UMA ENORME PEDRA NOS SAPATOS DA DILMA E DO LULA E DA SOFRIDA POPULAÇÃO DESSA IMPORTANTE CIDADE DA REGIÃO DO ABCD! #VERGONHA! JÁ NÃO CHEGA O Q AS EMPRESAS Q OPERAM MAL E PORCAMENTE AS LINHAS DESSA Q É A AREA 5 DA EMTU-SP, AINDA ELES OS MORADORES DA CIDADE, REM Q ENCARAR ESSA REALIDADE FEIA, NOJENTE E DE CERTA FORMA, NO CASO DOS DEFICIENTES CADEIRANTES E ETC. …NAZI-FACISTA E DISCRIMINATÓRIA! UMA VERGONHA SEM DÚVIDAS! SINTO PENA DO POVO DE MAUÁ! ESPERO Q DEUS OPERE NA MENTE DESSE HOMEM OU Q A DILMA DÊ UM BOM TRANCO NESSE CARA! É DO INTERESSE DO POVO DE MAUÁ E MUNICÍPIOS VIZINHOS E DELA MESMA COMO PARTIDÁRIA DO PT, E PRESIDENTE EM CAMPANHA DE REELEIÇÃO! ACORDA DONISETE! PEGA TEUS PANOS DE BUNDA E TCHAU! EU GOSTARIA MUITO DE SABER P Q SE A OAK TREE FALIU EM S. PAULO-SP, OS ÔNIBUS COM BEM MENOS DE 10 ANOS DE USO NÃO FORAM REPASSADOS AS EMPRESAS E COOPERATIVAS DA REGIÃO 8 OU DE OUTRO LOCAL DA CIDADE DE SP Q PRECISASE MAIS! A COOPERATIVA FÊNIX (TRANSCOOPER/ FÊNIX) MESMO TEM VÁRIOS VEÍCULOS TANTO NA MINHA REGIÃO, A AREA 2 E NA AREA 1 Q TEM MAIS DE 10 ANOS DE USO E TERÃO Q SER SUBSTITUÍDOS POR NOVOS E SEMI-NOVOS, E NÃO SERIA A PRIMEIRA VEZ, POIS NA AREA 2, TEMOS VÁRIOS VEÍCULOS APACHE VIP-DE 2005/2006…Q VIERAM SEMI-NOVOS DA VIAÇÃO CAMPO BELO, CONSÓRCIO 7 – AREA 7, E DA AREA 8 – CONSÓRCIO SUDOESTE, MESMO…DA TRANSPASS…ESSES JÁ BEM DETONADOS…MAS É MELHOR Q ESSAS MERDAS DE APACHINHOS S21 MB JÁ BEM DETONADOS DE 2003…E OS MALDITOS MICRO-ÔNIBUS DE UMA SÓ PORTA DA SAMBAÍBA…Q TEM MAIS DE DEZ ANOS DEUSO E NEM ELEVADOR TEM PRA DEFICIENTES E SÓ UMA PORTA E SEM COBRADOR A BORDO…RIDICULO!

    • J, boa noite.

      Provavelmente, porque legalmente os donos dos buzões da extinta OAK, era um banco ou uma instituição financeira.

      Abçs,

      Paulo Gil

  6. Espero que a justiça seja feita para o bem do povo de Mauá , a Leblon fez sim a diferença , sempre prestou um bom atendimento e cuidado com os passageiros .

  7. Hoje o prefeito de Mauá concedeu entrevista ao programa Ciranda da Cidade, da rádio Bandeirantes de São Paulo apresentado pelo jornalista Milton Parrom. O próprio apresentador ficou surpreso com a quantidades de perguntas sobre o transporte coletivo da cidade. Foi citado na entrevista o nome de Baltazar José de Souza, mas não posso garantir sobre o que foi dito. A entrevista provavelmente irá para o site da rádio no link do programa: http://radiobandeirantes.band.uol.com.br/conteudo.asp?PDT=8

  8. Rodrigo Aparecido Reis // 15 de Janeiro de 2014 às 19:37 // Responder

    Com tudo isso, só tenho uma coisa a dizer: o próprio povo de Mauá é o culpado, por ter acreditado nas promessas falcatruosas daquele Donisete “Praga”!!!! Esse prefeito do capeta até agora não fez porcaria nenhuma na nossa cidade, além de fazer essa “novela” em querer arrancar a Leblon e colocar esses paus de araras da Suzantur!!! Uma curiosidade: hoje, no meu bairro (Parque das Américas, que era atendido pela Leblon (linha 092)), vi passar um ônibus da Leblon, prefixo 2426, só que vazio, apenas o motorista e uma outra pessoa. Mauá realmente é uma cidade que está em maus lençóis!!!

  9. esta cada vez pior, o sr prefeito faz tudo isso porque ele nao anda de onibus e nao depende do transporte publico. esta na hora de dar um basta nisso.

  10. Rodrigo Aparecido Reis // 15 de Janeiro de 2014 às 20:23 // Responder

    Uma correção: eu disse “hoje, no meu bairro (Parque das Américas, que era atendido pela Leblon (linha 092))”, mas a linha 092 é Santa Rosa. É que na verdade os ônibus da referida linha passam por algumas das ruas do Parque das Américas. Sobre o outro comentário que eu postei, o ônibus da Leblon prefixo 2426, vi passando na rua México.

  11. a verdade é que a leblon tem o sistema qualidade ao usuario e trabalha dentro da lei,infelizmente votamos no prefeito sem qualidade nenhuma,..

  12. Amigos, boa noite

    O post, por si só, é uma denúnica e em especial o filme; portanto por estar inserida na Rede Internet, esta é pública e notória.

    CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988
    CAPÍTULO IV
    DAS FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA
    Seção I
    DO MINISTÉRIO PÚBLICO

    Art. 127. O Ministério Público é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis.

    Art. 129. São funções institucionais do Ministério Público:
    I – promover, privativamente, a ação penal pública, na forma da lei;
    II – zelar pelo efetivo respeito dos Poderes Públicos e dos serviços de relevância pública aos direitos assegurados nesta Constituição, promovendo as medidas necessárias a sua garantia;
    III – promover o inquérito civil e a ação civil pública, para a proteção do patrimônio público e social, do meio ambiente e de outros interesses difusos e coletivos;
    IV – promover a ação de inconstitucionalidade ou representação para fins de intervenção da União e dos Estados, nos casos previstos nesta Constituição;
    V – defender judicialmente os direitos e interesses das populações indígenas;
    VI – expedir notificações nos procedimentos administrativos de sua competência, requisitando informações e documentos para instruí-los, na forma da lei complementar respectiva;
    VII – exercer o controle externo da atividade policial, na forma da lei complementar mencionada no artigo anterior;
    VIII – requisitar diligências investigatórias e a instauração de inquérito policial, indicados os fundamentos jurídicos de suas manifestações processuais;
    IX – exercer outras funções que lhe forem conferidas, desde que compatíveis com sua finalidade, sendo-lhe vedada a representação judicial e a consultoria jurídica de entidades públicas.
    § 1º – A legitimação do Ministério Público para as ações civis previstas neste artigo não impede a de terceiros, nas mesmas hipóteses, segundo o disposto nesta Constituição e na lei.

    MP!

    Mãos à obra.

    Att,
    Paulo Gil

  13. adamo,vc tem o poder nas mãos!!o microfone pode dar vazão á voz do povo!!não nos abandone agora##volta leblon##

  14. Bem , uma sugestão seria acionar o PROCON , IGUAL NO CASO DA CIDADE DO GUARUJÁ Quem sabe não possa haver uma luz no fim do Túnel.

  15. FORA EMPRESAS DE MENTIRINHAS LEBLON NA AREA 4 DE SP JÁ // 16 de Janeiro de 2014 às 05:37 // Responder

    Enquanto a area 4 de São Paulo luta pelo credenciamento da LEBLON Mauá está dormindo no ponto ACORDA MAUÁ VAMOS SAIR AS RUAS PEDINDO A LEBLON DE VOLTA não esqueça de ajudar a area 4 de São Paulo a ter a LEBLON tambem http://www.avaaz.org/po/petition/Prefeito_Fernando_Haddad_Credenciamento_do_Grupo_LEBLON_no_sistema_de_transporte_de_Sao_Paulo/?copy

  16. Marco Antonio Marquinho dos Santos. // 16 de Janeiro de 2014 às 08:11 // Responder

    Muita gente da área publica deveria ter interesse em concertar tal situação, fico indignado pois não fazem nada!
    Porque será?
    O Povo precisa de resposta imediata quanto a questão, Já está mais que provado que a população quer a Leblon urgente de volta em Mauá, mais tanto o prefeito como os vereadores de Mauá não querem ouvir ou fazem que não ouvem, será que estão todos comprados? Ou estão de rabo preso com Sr. Baltazar José de Souza?
    Enquanto isto a população sofre com descaso do prefeito que logo daremos a resposta nas Urnas, pois o povo de Mauá em época de campanha vai saber fazer também uma companha contra esta corja que aí está.

  17. José Antônio Braga // 16 de Janeiro de 2014 às 08:27 // Responder

    está mais que provado: O PREFEITO DONIZETE BRAGA NÃO AGE COM HUMANIDADE, ELE NÃO PENSA NO BEM ESTAR DAS PESSOAS.

    Por seus interesses pessoais, se vende a este grupo do Ronam, Caruana e Baltazar.

    DONIZETE BRAGA É FALSO, DO PERFIL SEDUTOR, QUE ENGANA AS PESSOAS SÓ PARA ATENDER SEUS ANSEIOS.

    DONIZETE BRAGA É Ó PERFIL DE POLÍTICO QUE A MÁFIA DOS TRANSPORTES QUER:
    – ASTUTO
    – BOA CONVERSA
    – APARENTEMENTE SIMPÁTICO
    – A DESPEITO DE SUA FALSA SIMPATIA, EXTREMAMENTE CENTRALIZADOR E AUTORITÁRIO.

    Não é uma análise ou crítica em relação a pessoa do Donizete, mas seu perfil político.

    ALIÁS, ELE NÃO É BEM VISTO NEM MESMO DENTRO DO PT NO ABC PAULISTA.

    Donizete é um jogador. POR SUA AMBIÇÃO POR RUQIEZA, FAMA, PODER E NOME está jogando um jogo perigoso ao mexer com o bem estar das pessoas retirando uma empresa como a Leblon não porque a Leblon errou, mas porque TODOS SABEMOS QUE ELE CEDE PRESSÕES E ESTÁ A SERVIÇO DE GRANDES GRUPOS ECONÔMICOS DE ÔNIBUS E IMPRENSA REGIONAL.

    E sinceramente, pela SUA POSTURA POLÍTICA, desejo TODO O FRACASSO A DONIZETE NESSE JOGO SEU PELO PODER.

    É o típico caso de os fins justificarem os meios. Os meios estão sendo horríveis e desejamos que o seu fim político assim o seja.

  18. Prefeito sem vergonha e descarado

  19. Eu tenho uma opinião. A Leblon só não volta porque o POVO não quer.

    Antigamente se o cachorro fizesse xixi no posto ao lado do Terminal Central, já era motivo para fecharem o terminal, quase que diariamente. Era um corre-corre, um rebuliço e em seguida a administração pública fazia o que o povo queria.

    Hoje o povo reclama, reclama mas de prático não faz nada!!!

    Fechem o terminal DIARIAMENTE!!! Que vai chover canais de TV, Record, Band, CQC, etc. E aí quero ver o prefeito sustentar essa palhaçada.

  20. suzatur e donizete braga e baltazar quer e q deficiente e populacao se f

  21. portadores de deficiencias especias nao da lucros ne Donizete ???? entao tem mais eq se foder ne ??? mais nao se esqueca q eles tem votos viu seu filho do Baltazar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: