Multas por invasão a faixas crescem mais de seis vezes de acordo com último balanço da CET

ônibus

Ônibus em São Paulo. Número de multas pro invasão a faixas de ônibus subiu seis vezes na comparação entre o mais redente balanço da CET e a quantidade de autuações em janeiro. Foto: Adamo Bazani

Número de multas por invasão a faixas de ônibus sobe mais que seis vezes
Em janeiro foram cerca de 10 mil autuações. Em outubro, número subiu para 67 mil multas
ADAMO BAZANI – CBN
Se a implantação de 291,4 quilômetros de faixas de ônibus aumentou a velocidade do transporte coletivo na cidade de São Paulo de 14,2 km/h para 20,6 km/h, de acordo com o mais recente estudo divulgado pela CET – Companhia de Engenharia de Tráfego, o maior número de espaços exclusivos e a manutenção de postura imprudente dos motoristas fizeram com que a quantidade de multas por invasão subisse mais de seis vezes entre janeiro e outubro deste ano.
Segundo a companhia, em janeiro foram aplicadas 10 mil 520 multas por invasões às faixas destinadas ao transporte coletivo. No mês de outubro, foram 67 mil 303 infrações.
Este número é referente ao desrespeito às faixas que ficam à direita, cuja infração gera multa de R$ 53,20 e três pontos na Carteira Nacional de Habilitação.
Além das multas por invasão às faixas no lado direito do fluxo, em outubro a Prefeitura aplicou 36 mil 143 autuações por desrespeito aos corredores exclusivos que ficam à esquerda ou ao centro das vias. Nestas casos, a multa é de R$ 127,69 com cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação.
O poder público municipal deve intensificar ainda mais a fiscalização para evitar este tipo de desrespeito.
Serão mais 240 radares que devem começar a funcionar no início do ano que vem só para este fim. Além disso, já foi aprovado tecnicamente o funcionamento de câmeras nos ônibus para flagrar os invasores também. Mas ainda não há prazo para o procedimento ser adotado.
A prefeitura vai estudar se há impedimentos legais para este tipo de aplicação de multas
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

4 comentários em Multas por invasão a faixas crescem mais de seis vezes de acordo com último balanço da CET

  1. Mesmo sendo exagerado as multas ja que sempre tem uns espertalhoes que invadem nao vejo fiscalizaçao na Radial Leste.deveria ter radares demoram uma eternidade pra instalar os mesmos ta loco.

  2. FORA SPTRANS, CONSORCIOS E COOPERATIVAS DE ÔNIBUS EM SP ESTATAL JÁ // 23 de dezembro de 2013 às 04:58 // Responder

    O tempo que o prefeito HADDAD que aumentar o IPTU devia aumentar o valor da multa para quem invadisse as faixas de ônibus assim o povo tomava vergonha na cara deixasse o carro em casa e priorizasse o transporte publico para ir trabalhar.

  3. Eu pego ônibus no Parque Dom Pedro, especificamente a linha 4311-0 São Mateus X Pq. D. Pedro II, os intervalos são em media de 10 minutos, mas os ônibus já saem cheios, e quando chegam no ponto do Metro Belem já estão super lotados, então não me venham com esta historia de deixar o carro em casa, simplesmente não da, e infelizmente os nossos ônibus são péssimos, ou são velhos e sujos, como a maioria desta linha citada, e os novos não tem bancos nem lugares para se segura, tipo de engenharia para transporte de carga, são verdadeiros caminhões de cargas, então estamos muito longe de oferecer transporte de qualidade, so corredor não funciona, e ainda o governo tem a meta de reduzir em mas de 400 linhas ai vai tudo pro vinagre.

    • #CONCORDO! Infelizmente é assim mesmo! Não tem como deixar o carro em casa! E o q eu vi estampado no jornal “AGORA-São Paulo”, no Sábado de manhã, se for mesmo verdade vai ser “osso”…”…Avenidas da periferia terão rodízio em 2014…” E cadê os ônibus? cadê corredores realmente exclusivos? cadê táxis fora dos corredores já existentes? cadê o investimento em criação de linhas e atendimentos de linhas nos bairros e entre bairros de regiões diferentes? Cadê os terminais, aonde realmente são necessários, como na Vila Maria e Jaçanã, na Área 2, o segundo terminal urbano prometido ao Metrô, EMTU-SP, SPTrans, CET, e população em geral do Tucuruvi e região, pela construtora responsável pelo Shopping Metrô Tucuruvi, e os terminais q já deveria ter sido construídos a anos tmb, na Brasilândia e em Perus, Área 1, Noroeste da Cidade, pela SPTrans…e mais outros locais da Cidade…? Como as pessoas vão deixar os carros e motos em casa? Cadê ônibus maiores e mais espaçosos e mais novos? e com dispositivos q deem as pessoas jeito de segurarem quando os mesmos estiverem lotados, o q acontece até fora do pico/rush? É complicado…e o ano pra mim, pelo menos em termos de transporte público acabou na 6ª Feira passada, dia 20/12/13…novidades e mudanças só em 2014…e certamente não serão assim tão boas! Pois a Prefeitura faz uma ou duas coisas boas e duzentas ruins q prejudicam todos, em termos de transporte publico. A única coisa boa q fica de 2013, é q a população está um pouco mais esperta com os políticos, e com suas ideias q sempre nos custam muito dinheiro e stress! Ah! e o ano vai terminando com os malditos micro-ônibus da SAMBAÍBA de uma só porta, velhos, sujos, sem cobrador, sem elevador pra cadeirantes na única porta q possuem, vencidos pois tem mais de dez anos de uso, apertados, caindo aos pedaços…rodando por aí…pela área 2 e as vezes até no Centro…linha (2171/10)…É muito pra cabeça mesmo! esperemos q em 2014 a Prefeitura dê um jeito nessa merda logo e em outras tmb…mas esperemos em Deus Todo-Poderoso, pois das mentes dos seres humanos…infelizmente não tem saído boas coisas a tempos!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: