Prefeitura de São Paulo assina convênio de R$ 2,2 bi para 94 km de corredores BRT

ônibus

Ônibus em São Paulo. Fernando Haddad assina convênio de R$ 2,2 bilhões de verbas do Governo Federal que serão suficientes para a construção de 94 km de corredores de ônibus. Foto: Adamo Bazani.

Prefeitura de São Paulo assina convênio para 94 km de novos corredores de ônibus
Os contratos são de R$ 2,2bilhões e fazem parte do pacote de verbas de mobilidade liberado pelo Governo Federal em todo o País
ADAMO BAZANI – CBN
O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, assinou os primeiros contratos do novo pacote do PAC da Mobilidade liberado pelo Governo Federal.
Os contratos da Capital Paulista somam R$ 2,2 bilhões. A cidade de São Paulo é o primeiro município a assinar convênios com recursos provenientes do mais recente da PAC, que liberou R$ 50 bilhões para a mobilidade em todo o País.
Com o valor em São Paulo, de acordo com a prefeitura, será possível a construção de 94 quilômetros de novos corredores de ônibus, diferentes das faixas.
Os corredores serão separados do trânsito completamente e terão estações em vez de pontos com embarque no mesmo nível do assoalho dos ônibus, além de pagamento de passagem antes da chegada dos veículos, sendo, portanto, do tipo BRT – Bus Rapid Transit.
De acordo com a prefeitura de São Paulo, entre as vias contempladas estão: o corredor Capão Redondo-Campo Limpo-Vila Sônia, M’Boi Mirim-Estrada da Baronesa, M’Boi Mirim-Santo Amaro com o acesso ao terminal, dois trechos do Leste-Itaquera e três trechos do Radial Leste. O contrato inclui ainda as obras do Corredor Berrini e do Aricanduva.
As obras devem começar depois da época das chuvas fortes de verão, em 2014.
Os 94 quilômetros de corredores de ônibus correspondem a dois terços dos 150 quilômetros de corredores prometidos por Fernando Haddad até 2016.
“Daremos ainda mais velocidade para os ônibus, que poderão atingir a marca de até 25 km/h. Já melhoramos muito a velocidade (com as faixas exclusivas) e podemos melhorar ainda mais, dando mais conforto também para o cidadão. Então, 94 km dos 150 km que foram prometidos já têm fonte de financiamento”, afirmou o prefeito Fernando Haddad, em nota divulgada pela Secretaria de Comunicação da Prefeitura de São Paulo.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

6 comentários em Prefeitura de São Paulo assina convênio de R$ 2,2 bi para 94 km de corredores BRT

  1. O Haddad está no caminho certo, mais corredores, mais funcionalidades no transporte público.

  2. VAMOS DAR CREDITO AO PREFEITO A MUITO CUSTO ESTA TENTANDO MUDAR UMA SITUAÇÃO QUE A MAIS OU MENOS DOIS MESES ERA UM PESADELO, HOJE JÁ SE VE LUZ NO FIM DO TÚNEL, OS CORREDORES SÃO FUNDAMENTAIS, NÃO SE IMAGINA POR EXEMPLO UMA CONSOLAÇÃO SEM CORREDORES, EXISTE SIM UMA CAMPANHA MESQUINHA E HIPÓCRITA DE BOA PARTE DA IMPRENSA BURGUESA, LEIA-SE REVISTA EPOCA, E TV RECORD, QUE APRESENTAM REPORTAGENS TENDENCIOSAS ONDE SO SE ENTREVISTAM QUEM UTILIZA CARRO, NUNCA QUEM PEGA ÔNIBUS, ASSIM FICA FACIL CRITICAR, SO QUE HOJE MAIS DE 80% DA POPULAÇÃO E A FAVOR DOS CORREDORES E FAIXAS EXCLUSIVAS, ELES VÃO TER QUE ENGÚLIR.

  3. Todo mundo erra neste mundo ninguem é perfeito o PREFEITO FERNANDO HADDAD ele tem os defeitos dele mas pelo menos ele está fazendo o que o ex prefeito TAXAB não fez em 8 anos aproveitando os recursos do Governo Federal para construir novos corredores BRT a ZONA LESTE precisa muito dos 9 corredores de ônibus BRT.

  4. Ja tinha visto a noticia no site da prefietura,muito boa finalmente saiu do papel os corredores da ZL,como moro em Itaquera ira melhorar muito,porem so veremos mesmo de 2016 pra la isso funcionar,nao sei o que o Kassab fez na prefeitura pois nos transportes que nao mexeu,na gestao dele so se fala em corrupçao que teve dentro da prefeitura vergonha isso,pelo menos o Haddad ta recuperando e tentando arrumar o que nao foi feito pelo safado anteriormente.

  5. Ewerton Santos Lourenço (PNE Guarulhos) // 17 de dezembro de 2013 às 11:09 // Responder

    Se está fazendo é por causa da Pressão que a População está fazendo em cima dele, vamos pra cima dele! Senão após as Eleições de ano que vem teremos um retrocesso aqui na Capital Paulista.

    #vaisãopaulo!

  6. vamos ver se estou certo 2.2 bi para 94 Klm de faixas de onibus, isso da $ 234.042.553,19 isso mesmo duzentos e trinta e quatro milhões por quilometro de faixas pintadas e talvez algumas estações????????????????????????????????????????? para qualquer Otario saudavel é só pensar?????????????????

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: