ABC vai contar com mais R$ 127 mi para mobilidade e Mauá assina convênio com CPTM

Donizete

Prefeito Donisete Braga e presidente da CPTM, Mário Bandeira, assinam convênio para integração entre ônibus municipais e os trens. Foto: Roberto Mourão – Imprensa Prefeitura de Mauá

ABC vai receber mai R$ 127 milhões para Mobilidade
Já em Mauá, prefeitura e CPTM assinam convênio para integração entre ônibus e trens
ADAMO BAZANI – CBN
O Plano de Mobilidade do ABC Paulista vai contar com mais R$ 127,1 milhões para obras em Ribeirão Pires, Mauá e São Bernardo do Campo que priorizem o transporte coletivo.
O anúncio foi feito nesta segunda-feira, dia 02 de dezembro, na reunião de prefeitos do Consórcio Intermunicipal do ABC.
Os recursos foram definidos pelo Ministério das Cidades e Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão e serão liberados quando forem apresentados os projetos de obras complementares nestes municípios.
Com isso, sobe de R$ 793 milhões para R$ 920,1 milhões o total de recursos federais para a primeira fase do plano de mobilidade do ABC.
A partir da assinatura do decreto, as cidades terão de 30 a 60 dias para enviarem os processos de licitação para que a Caixa Econômica Federal libere os recursos e sejam iniciadas as obras.
Segundo nota do Consórcio Intermunicipal do ABC, a divisão dos novos recursos será da seguinte maneira:
“Em Ribeirão Pires foram incluídas as obras das Avenidas Humberto de Campos e Santo André, corredor da Av. Francisco Monteiro e uma ligação da Avenida Prefeito Miguel Prisco com Humberto de Campos, unindo os dois lados da cidade. No total, Ribeirão receberá R$ 73,2 milhões. Mauá foi contemplada com R$ 33,9 milhões para a construção de um viaduto no final do corredor Castelo Branco, enquanto em São Bernardo houve uma diferença de R$ 20 milhões em recursos para obras na avenida Ribeirão dos Couros.”

INTEGRAÇÃO EM MAUÁ:

O prefeito de Mauá, Donisete Braga, e o presidente da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, Mário Bandeira, assinaram convênio para a integração entre os ônibus municipais e o sistema ferroviário.
O encontro ocorreu nesta segunda-feira, dia 02 de dezembro, na sede da prefeitura.
A previsão é de que a integração comece a vale até o final de março de 2014.
A transferência dará desconto de 50 centavos em cada sentido de viagem. Dos atuais R$ 6,00, o passageiro vai pagar R$ 5,50 usando o mesmo cartão.
Para isso, será desenvolvido um novo sistema de bilhetagem eletrônica, que deve prosseguir com a atual empresa PK – 9.
Serão colocadas seis catracas na estação da CPTM e 16 no Terminal Central. As integrações devem ser realizadas inicialmente somente no terminal do centro, onde, segundo a prefeitura, ocorrem 80% das transferências entre os ônibus municipais e os trens.
A assinatura ocorre num momento que a mobilidade de Mauá é alvo de polêmicas judiciais entre a prefeitura e as empresas operadoras.
A prefeitura descredenciou as empresas Viação Cidade de Mauá e Leblon com base numa sindicância que apontou supostas consultas irregulares no sistema de bilhetagem eletrônica.
As empresas afirmam que as consultas foram autorizadas e treinadas pela prefeitura. A corregedora – geral do município, Thais Mianna, acatou os argumentos das empresas e sugeriu uma nova sindicância que tivesse mais provas concretas.
A recomendação, no entanto, não foi seguida pelo prefeito.
Uma empresa emergencial, Suzantur, foi contratada, mas as operações são alvo de reclamações, com frota usada da Capital Paulista, com portas à esquerda que ficam inutilizadas, e parte dos ônibus que circularam pela Viação Estrela de Mauá, que tenta na Justiça também tirar a Leblon do lote 02. A entrada da Transportadora Suzano foi feita às pressas e os ônibus da falida Oak Tree, de São Paulo, não foram adaptados para as operações em Mauá.
As empresas de ônibus tentam ficar no sistema e a prefeitura quer retirá-las, ocasionando um vai e vem de decisões jurídicas.
Na cerimônia de assinatura, Donisete Braga prometeu reformar os terminais da cidade e criar novas estações de transferência e disse que ainda neste mês a avenida Barão de Mauá vai contar com faixa exclusiva para ônibus, do modelo adotado pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

5 comentários em ABC vai contar com mais R$ 127 mi para mobilidade e Mauá assina convênio com CPTM

  1. Quntas vezes esse convênio precisa ser assinado para sair do papel? Já é a décima quinta vez que assinam esse diabo desse papel e até agora nada. Típico bla bla bla de político. Falam de mais, mas fazer que é bom…

  2. Professor Pardal REVOLTADO!!!! // 2 de dezembro de 2013 às 23:26 // Responder

    Donizete PRAGA, tem que cair fora da prefeitura IMPECHMENT NELE…

  3. Sem palavras, esse cara só faz merda, tirou a Leblon, fDP

  4. Fora donisete pior prefeito da historia de maua

  5. Sergio Santo André // 3 de dezembro de 2013 às 14:36 // Responder

    Adamo, eu já estou perdido, qual a situação atual da Leblon ???? Foi tirada de Mauá, a sua liminar foi cassada ???? São tantos vai e vem, que acabei perdendo o “fio da meada”.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: