Primeiro trecho do BRT de Salvador terá nove estações

BRT

Ônibus estilo BRT. Primeiro trecho do sistema de Salvador terá nove estações. Imagem ilustrativa de veículo no Sul do País. Marcopolo

Primeiro trecho do BRT de Salvador terá 9 estações
Velocidade média dos ônibus deve ser entre 30 km/h e 40 km/h
LUAN SANTOS – A TARDE
O sistema BRT (Bus Rapid Transit, na sigla em inglês) Lapa-Iguatemi terá vias exclusivas de ônibus articulados e climatizados, três viadutos, cinco elevados e nove estações de embarque e desembarque. O tempo gasto para percorrer os 8,6 km de avenidas que ligam os dois pontos será de 16 minutos.
O anúncio foi feito ontem pelo prefeito ACM Neto, durante a apresentação do projeto do primeiro BRT da capital baiana, que será integrado a outros dois corredores: de 13,7 km (ligando a Paralela ao aeroporto) e de 27 km (ligando a Pituba à orla e ao aeroporto), totalizando 49,3 km de corredores de transporte com faixas exclusivas . A previsão da prefeitura é que as obras sejam iniciadas em abril do próximo ano e sejam finalizadas no início de 2016. A obra totaliza investimento de R$ 800 milhões, com R$ 300 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Urbana e R$ 500 milhões financiados pela Caixa Econômica Federal, com a contrapartida do Executivo municipal.
Estações
O trecho do BRT será entre a estação da Lapa e o Iguatemi e passará pela avenidas Vasco da Gama, Juracy Magalhães e ACM (veja infografia).
O secretário municipal de Urbanismo e Transporte José Carlos Aleluia explicou que a avenida Vasco da Gama terá quatro das nove estações previstas: Dique, Hospital Geral do Estado (HGE), Ogunjá e Rio Vermelho.
As outras cinco serão na Lucaia, Ceasa, ACM (na saída do Itaigara), Hiper Posto e Iguatemi. Para integrar a via a outros corredores, serão construídos viadutos na avenida Garibaldi, no Parque da Cidade e no Iguatemi.
Com os viadutos, alguns pontos de retenção deverão ser eliminados. Segundo o projeto, não haverá cruzamentos e semáforos no trajeto, que também serão eliminados por conta dos viadutos, o que vai permitir fluxo contínuo no trânsito. O projeto também prevê espaços dedicados a pedestres e ciclistas.
Para quem anda de carro, o sistema prevê uma via expressa, que ligará a avenida Garibaldi à Paralela.
“Com os 16 minutos – da Estação da Lapa até o Iguatemi -, a população estará ganhando 44 minutos. Essas intervenções significam ganho de horas em família, horas em lazer. O objetivo é convidar as pessoas a voltarem a usar o ônibus. Elas só vão voltar quando o ônibus tiver qualidade, conforto e segurança”, ressaltou Aleluia.
Segundo Aleluia, a velocidade média dos ônibus no BRT será de 30 km/h a 40 km/h. Atualmente, esta velocidade é de cerca de 20 km/h.
Luan Santos, jornalista de A TARDE

2 comentários em Primeiro trecho do BRT de Salvador terá nove estações

  1. Amigos, bom dia.

    E o metro de Salvador, ja esta concluido.

    Enquanto nao for concluido, e um crime gastar verbas fazendo BRT.

    Concluam o metro, uma obra otima, pois ele e suspenso e esta quase pronto, sem contar que
    Metro e melhor que o buzao.

    Quando na historia desse pais, passaremos a fazer as coisas da maneira correta ??????

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: