Haddad diz que não deve rever extinções em linhas de ônibus

Publicado em: 27 de outubro de 2013

ônibus

Ônibus na zona Leste de São Paulo. Região teve 46 linhas alteradas neste sábado. No ano, SPTrans já suprimiu cerca de 80 ligações e meta é enxugar o sistema e eliminar 400 linhas até 2016. Foto: Adamo Bazani

Haddad diz que alterações de linhas não serão suspensas
Prefeito disse que as mudanças que extinguiram linhas na cidade são para diminuir o intervalo entre os ônibus

LUÍZA SILVESTRINI – CBN
ADAMO BAZANI – CBN

O prefeito de São Paulo disse neste domingo que está acompanhando os transtornos gerados por mudanças em linhas de ônibus nas zonas leste e sul.
Fernando Haddad afirmou, porém, que as medidas não serão suspensas e que foram avaliadas por especialistas antes da aplicação.
No último sábado, a SPTrans alterou 46 linhas de ônibus que operam em bairros como Cidade Tiradentes, Tatuapé e São Mateus e atendem a cerca de 200 mil passageiros por dia.
As linhas são da área correspondente ao Consórcio Leste 4, onde operava a empresa Itaquera-Brasil, descredenciada pela Prefeitura de São Paulo por maus serviços.
Diversas linhas foram substituídas, encurtadas ou mesmo extintas.
O prefeito Fernando Haddad explicou que a mudança aconteceu para diminuir o intervalo de passagem entre os veículos:
O prefeito afirmou ainda que, caso as linhas fossem mantidas com maior frota, os intervalos continuariam grandes, devido ao congestionamento:
Mas as alterações não agradaram os passageiros.
O comerciante Daniel Floriano, de 28 anos, morador de Cidade Tiradentes, diz que o terminal da região ficou muito lotado com o fim de linhas que iam para o centro da cidade ou estações do metrô:
Ele conta que a lotação dos microonibus de cooperativas aumentou depois da medida da SPTrans.
Na semana passada, uma manifestação organizada pelo Movimento Passe Livre protestou contra a extinção e o encurtamento de linhas na zona Sul.
O ato chegou a bloquear a Estrada do M’Boi Mirim.

CONFIRA AS LINHAS QUE FORAM ALTERADAS NA ZONA LESTE DE SÃO PAULO NESTE SÁBADO:

http://www.sptrans.com.br/noticias/noticia.aspx?4737

Luíza Silvestrini, repórter da Rádio CBN
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Comentários

  1. Leonardo disse:

    diminuir o intervalo ? que engraçado !
    ontem (26/10) esperei 40 minutos pelo 407c antigo 3409, como nao passou nenhum tive que pegar outro onibus pra voltar pra E.T Itaquera, pra pegar o 4003 antigo 3303 cujo a fila nao tinha cabimento, pq nao tinha se quer um onibus fazendo a linha!
    tive que pegar outro onibus de la, e em seguida pegar mais um ate a minha casa
    pq é isso mesmo que eles querem né ?! quanto mais baldeações mais dinheiro no bolso deles.
    isso é um absurdo
    deveria ter mais daqueles protestos, pq com toda certeza só ta tendo essas mudanças, por causa dos “20 centavos” la atras.

    1. JOSÉ LUIZ VILLAR COEDO disse:

      AQUI AONDE EU MORO, NA “MERDA” (POIS PRA PREFEITURA E ESTADO, SOMOS ISSO MESMO NÉ…A NÃO SER NAS ÉPOCAS DE IPTU E ETC…DE IMPOSTOS…) DO JAÇANÃ, ZONA NORTE DE SÃO PAULO-SP, AREA 2, OS INTERVALOS CONTINUAM! SABADO, DIA 19/10/13, A LINHA 172T/10, VILA NOVA GALVÃO/BRÁS, FOI EXTINTA E O JAÇANÃ PERDEU MAIS UMA LINHA DE ÔNIBUS…PRA AGRADAR A QUEM? A SAMBAÍBA E AS COOPERATIVAS DA REGIÃO, TRANSCOOPER/FENIX – AREA 2… SÓ PODE! DEUS NOS LIVRE DA SPTrans!

  2. PROFESSOR. INDIGNADO DA SILVA disse:

    Analizado por ESPECIALISTAS que não utilizam transporte público, isso é brincadeira!!!! Haddad Não confie nestes pseudos especialistas, caso contrário você não vai ser eleito para um próximo mandato, recado dado,,,,

  3. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa noite.

    Mais uma PREVISÍVELLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL.

    VAI REVER SIM.

    Sabe por que ?

    Porque, com certeza, a fiscalizadora fez, está fazendo e ainda vai fazer muita caca.

    Afinal, a ordem não é racionalizar o Buzão e sim “TUCHAR” o Buzão.

    Rssssssssssssssssss

    PREVISÍVELLLLLLLLLLLLLLLL, afinal, com tarifa a 3 continho a cabeça, não dá pra comprar articuladinho trucadinho né.

    Anotem ai mais uma PREVISÍVELLLLLLLLLLLLLLLLLLL.

    Sabe por que a OAK quebrou ?

    Por que ela operava com carro semi novo e novo.

    Já a 81,tá operando a maioria das linhas “abocanhadas”, com Apachezinho Curtinho Baleadaço e Encardidaço de 2003 e 2004.

    Esse sabe ganhar $$$$$$$$$$$$$$.

    Att,

    Paulo Gil

  4. mario brian disse:

    Tento evitar comentários com conotação política, mas não consigo, se não, vejamos >

    1 – Previsão de cortes de mais de 400 linhas para que ?
    – Vejo que se trata de favorecimento as cooperativas e aos grandes ou no caso da cidade de São Paulo,o único conglomerado de empresas de transporte urbano, fiel contribuidor de suas campanhas eleitoreiras e com a finalidade de quebrar as ditas empresas pequenas, a Himalaia se foi, a Itaquera Brasil se foi, a OAEK Tree se foi e a próxima da lista, se não ficar bem atenta aos acontecimentos será a Transppass que já teve boa parte de suas linhas cortadas ou extintas.
    Alguns dos futuros corredores a serem construídos, favorecerão empresas deste conglomerado já que até terminal que não estão instalados em suas áreas de atuação estão lá com suas empresas de outras áreas, vide área 8 terminal Campo Limpo.

    2 – A maioria das linhas cortadas ou anexadas as outras, geralmente tem como ponto final uma estação do metrô que como sabemos, está mais do que saturado, não há investimento que dê jeito que não seja a ampliação das composições e consequentemente das próprias estações então, na minha visão, a população e os ônibus estão sendo usados como massa de manobra para terem argumentos mais do que suficiente para no próximo ano, ano eleitoral, terem o que falar, de ruim e muito ruim como é de praxe do governador do estado, uma vez que o presidente hemérito do Brasil ( tudo o que se faz é por ordem dele) deu a ordem de que o seu partido quer e tem a obrigação de conquistar do governo paulista, ou alguém acredita de que na campanha eleitoral do próximo ano eles assumirão que contribuiram com a superlotação do metrô devido aos cortes de linhas ou dos trens metropolitanos.

    3 – Em se tratando do meio ambiente, o que esta gestão está fazendo para a diminuição da poluição ?
    Na minha visão, nada !
    Estão apenas dando continuidade aos combustíveis menos poluentes herdados da gestão anterior, nada de novos ônibus movidos a etanol por exemplo, um combustível renovável e quase 100% não poluente, nada de novas redes de eletrificação, consequentemente nada de mais trolleybus na cidade além dos que já estão aí e com o absurdo de terem que “cortar” alguns para a instalação de duas portas do lado esquerdo para atender algumas faixas exclusivas, outro absurdo, faixa exclusiva com horários determinados onde ninguém respeita, pelo menos as daqui na Corifeu e Vital Brasil.
    A sobrevivência do Trolleybus está em perigo, mesmo estes novos de tecnologias mas avançadas e terá números de linhas reduzidas até a sua completa extinção
    O VLT é uma alternativa mas também herança da gestão anterior.

    Até que gostaria de saber se o ministério público que vai solicitar informações a prefeitura referentes aos cortes de linhas tem algum meio de comunicação onde eu possa relatar o acima, além de afirmar que estes cortes obrigam os usuários a pegarem dois ônibus linhas, para fazerem o mesmo percurso de antes, geralmente o segundo é de uma das empresas dos grandes conglomerados e que o tempo de percurso, também aumentou, eu por exemplo tive um acréscimo de mais meia hora e comparação ao tempo antes do corte, afora que, o primeiro ônibus tem lugar para sentar, o segundo, não !

    1. Paulo Gil disse:

      Mario Brian,bom dia.

      Algumas considerações:

      1) Na minha opinião Buzão movido a Etanol num vai pegar nunca, só aparece de vez em quando quando tem algum patrocínio, acaba o patrocínio, tira o motor a Etanol e coloca um a Diesel.

      Se desse certo já estaria tudo a Etanol; creio que consome muito e a manutenção não deve ser barata.

      2) Pior ainda, Buzão movido a gás, esse nem com patrocinador não vira,pois o bicho é chôchô não tem força e “esguela qualquer motor” de tanto forçar para andar.

      Por ora é uma “barca furada”

      3) Buzão elétrico não pega por 2 motivos:

      3.1) Energia elétrica foi privatizada,os caras querem lucro e o Buzão elétrico não dá lucro, só dava certo quando era tudo do governo, ou seja só prejuízo,então redes e mais redes.

      Ademais, Buzão elétrico é coisa do passado afinal ja tem o Buzão a energia solar

      http://blogpontodeonibus.wordpress.com/2013/09/20/onibus-a-emergia-solar-nao-gasta-e-tambem-nao-cobra/

      Agora eu te pergunto:

      Pra quando está programado um teste de Buzão movido a energia solar aqui em Sampa ?

      PREVISÍEVLLLLLLLLLLLLLL

      Nem em 2099 e nem em pesamento da fiscalizadora.

      Nós ainda utilizamos catracas, Buzão a energia solar é ficçãocientífica para eles.

      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      É isso, portanto esqueça,Diesel, Diesel e Diesel, afinal a Petrobrás precisa faturar,porque sem aumento, só vendendo mesmo.

      Mas ai vai mais uma previsívelllllllllllllllllllllllllllllllll,

      Como presente de natal teremos um aumentinho básico nos combustíveis, afinal
      eles não vão conseguir segurar mais,é MATEMÁTICO.

      Att,

      Paulo Gil

      1. Paulo Gil disse:

        Complementando:

        “Petrobras quer reajustes automáticos e periódicos no preço dos combustíveis”

        http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2013/10/28/petrobras-quer-reajustes-automaticos-e-periodicos-no-preco-dos-cumbustiveis.htm

        JINGLE BELL,JINGLE BELL,JINGLE BELL

        Att,

        Paulo Gil

      2. Paulo Gil disse:

        Amigos, bom dia.

        Hoje 01.12.13, acertei mais uma previsão previsível.

        http://g1.globo.com/economia/seu-dinheiro/noticia/2013/11/petrobras-anuncia-reajuste-de-preco-da-gasolina-e-do-diesel-nas-refinarias.html

        Já chegou o presentinho de natal antecipado da Petrobrás.

        Com 8 % de aumento no Diesel, das duas uma;

        Ou vai aumentar mais ainda o IPTU (se é que esses 8% já não foram computados)

        OU os R$ 3,00 já era.

        Não adianta a inflação é uma cultura brasileira, tudo tem de aumentar todo mês ou todo dia.

        E se não aumenta, fica daquele jeito que todo mundo já sabe, o pacote de bolacha diminui, o acholatado fica cheio de amido, farinha ou qualquer outra carga mais barata e por ai vai.

        Chegou o aumentinho dos combustíveis

        Mais uma Previsível do especialista em conclusões previsíveis.

        HÔ HÔ HÔ !

        FELIZ NATAL, digo:

        FELIZ AUMENTO.

        Att,

        Paulo Gil
        “Especialista em Conclusões Previsíveis”

  5. mario brian disse:

    Só para provar que estas alterações em nada beneficia os usuários, ou seja, obriga-os a pegarem mais duas ou três linhas para fazer o mesmo percurso que fazia antes utilizando somente uma única linha, transcrevo a alteração da linha 577T Jd. Miriam x Vila Gomes x Jd Miriam e depois, tentam enganar os tolos dizendo que há mais agilidade e oferta de assentos mas o tempo de percurso do usuário, também aumenta e eles juntamente este prefeito (DEUS NOS LIVRE !) nada dizem, ficam mudos fazendo descer goela abaixo.
    Aguardem que no ano que vem, ano de eleição, o que eles irão dizer do transportes por trilhos do governo do estado, isentando-se da sua responsabilidade com os cortes de linhas.
    Texto da linha 577 T
    Alteração do ponto final da linha 577T/10
    A partir de sábado, 26/10/2013, a linha 577T/10 Jd. Miriam – Vila Gomes terá ponto final no Metrô Ana Rosa. Sua nova denominação será Jd. Miriam – Metrô Ana Rosa.

    Itinerário:
    Av. Ângelo Cristianini, R. Alcides Arguedas, R. Cap. John Cordeiro e Silva, Av. Senador Vitorino Freire, Av. Cupecê, R. Juan de La Cruz, R. Com. Alfaia Rodrigues, R. Artur Lobo, R. Cde. Moreira Lima, R. Cidade de Bagdá, Av. Santa Catarina, R. Coriolano Durand, R. Embiara, Pça. Elisiário Barbosa, R. Genaro de Carvalho, R. dos Marapes, Av. Eng. George Corbisier, acesso a, Av. Eng. Armando de Arruda Pereira, Viad. Jabaquara, Av. Jabaquara, Estação Metrô Saúde, Av. Jabaquara, R. Luis Gois, R. Afonso Celso, R. Pe. Machado, Av. Onze de Junho, R. Napoleão de Barros, R. Pedro de Toledo, R. dos Otonis, R. Gandavo, R. Rio Grande, Av. Cons. Rodrigues Alves, R. Cubatão, R. José Antonio Coelho, R. Domingos de Morais, R. Tamoio, Lgo. Da. Ana Rosa, R. Vergueiro, Term. Metrô Ana Rosa.

    Usuários com interesse no trecho entre o Metrô Ana Rosa e a Vila Gomes poderão utilizar a linha 775P/10 Jd. Guaraú – Metrô Ana Rosa e realizar transbordo, nas imediações do Metrô Butantã, com a linha 8018/10 Vl. Sônia – Butantã, que na mesma data terá sua denominação alterada para 8018/10 Vl. Gomes – Vl. Sônia, passando a atender a Pça. Elis Regina.

    14/10/2013

    1. Paulo Gil disse:

      Mario Brian, bom dia

      Algumas considerações com relação a 577-T:

      Com o advento da linha 4 Amarela do metrô,na minha opinião a 577-T,morreu sozinha; bem como a “nova” 577-T também nasceu morta.

      Explico:

      1) Face a rapidez,a melhor forma é pegar um Apachezinho Baleadaço e Encardidaço da 81, descer no Metrô Butantã, pegar a Linha 4, desce na Azul e ir até o Jabaquara, lá pega-se um micro e pronto está no Mirian.

      2) Se quiser ir na paulista pega a linha verde

      3) Se precisar ir aos hospitais,desce na Santa Cruz;

      4) E tem mais uma alternativa; se preferirem podem ir até a CPTM Pinheiros, desce no Shopping Morumbi e pega o corredor VIP da Metra, pronto chegou no Mirian.

      Quanto a “nova” 577-T; nasceu morta porque não precisa de mais Buzão do Jabaquara até a Ana Rosa; é só colocar micros Miriam Jabaquara, rapidão.

      Hoje quanto mais você andar nos trilho melhor, esse tipo de linha “Penha – Lapa”, não tem mais fôlego para sobreviver.

      Linha grande só se for em Corredor, que é o que tinha de ser feito no Trecho “Taboão – Sé”, só com articuladinho Trucadinhos a cada 1 minutos na hara do rush carro ponto par e carro ponto impar,mas isso é muita modernidade para a fiscalizadora.

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKk

      Joga esse corredor (Taboão – Sé) na mão da Metra que ela faz funcionar direitinho, como se fosse um passe de mágica; não tem segredo, é só extinguir a fiscalizadora.

      Só o rolê que a 577-T dava na Vila Mariana, é algo inconcebível para 2014.

      Uma linha a menos no Ex Ex Corredor Rebouças, assim quem sabe ele anda, ou melhor os Buzões andam.

      Lembrando que do Metrô “Buta” até a Luz são 8 a 10 minutinhos,isso porque a linha é em curva se fosse reta seria bem menos.

      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Att,

      Paulo Gil

  6. André Marianno disse:

    Quero ver hoje a volta para a casa. A 4013 e 4012 são um caus no Term.S.Mateus no fim da tarde, quero ver com a junção das linhas 3765 e 3701 nelas… Além da 407K que não está dando conta da demanda…

  7. abaixo assinado pela criação da Nova CMTC e São Paulo precisa de 6 milhões de assinaturas vamos assinar galera. http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/28450

    1. José AREA 4 REVOLTADO disse:

      NÃO.

  8. marcelo disse:

    Um governo feito por cumpanheiros tem que dar estas merdas mesmo.
    Uma hora o povo aprende a não votar nessa corja, mas ja que vota vai tomando na tarraqueta sem dó.
    E como lembrou o Paulo, só quero ver quando vier o aumento nos combustiveis, que vai forçar um aumento nas passagens, que vão passar da barreira dos 3, e 50, porque os custos aumentam, e alguem vai ter que pagar esta conta.
    Eu não moro em SP mas começo a ter dó de voces, viu.

  9. mateus disse:

    nossa essas mudanças aqui no Grajaú ficou muito ruim na gestão do Kassab, pensei que com o Haddad poderia ser diferente, mas vejo que esta sendo a mesma coisa nessa parte de transporte

  10. Paulinha disse:

    Dá para ver que o sr. Haddad só está preocupado em apontar os erros do kassab. Lastimável!
    http://www.jornalontem.com.br/assunto/haddad

  11. Glauce Gomes disse:

    Acho que mudanças no transporte tem que ser feitas sim, mas não dessa forma arbitrária. Quando os usuários foram consultados? Onde está a gestão democrática? Falar de democracia nas eleições todo mundo enche a boca e fala, mas na hora de levá-la à prática, ela desaparece como num passe de mágica, assim como muitas linhas de ônibus estão desaparecendo ou diminuindo absurdamente seus trajetos. Moramos na periferia não é porque queremos,mas porque precisamos. Se já não bastasse o descaso com o qual a periferia é tratada (falta de opções de lazer, cultura, hospitais, educação pública de qualidade, etc.), ainda têm coragem de piorar o transporte público. Não há como não politizar a questão. Vivemos uma crise de representação política, não nos sentimos representados. Antes eram 20 centavos, agora são 600.000 pessoas descontentes. Imaginem se todas essas pessoas resolverem protestar. Não vai haver qualificação de “vândalo” ou qualquer outra invenção midiática que segure essa massa.

  12. edson a. kolikauskas disse:

    VENHO PROTESTAR CONTRA A EXTINÇÃO DE 6 LINHAS DE ÔNIBUS QUE CIRCULAVAM PELA RUAS SERRA DE BRAGANÇA E CANTAGALO, NO TATUAPÉ E AGORA SÓ VÃO DOS SEUS DESTINOS AO TERMINAL VILA CARRÃO, NO CASO:
    1-GUAIANASES – LARGO DA CONCÓRDIA.
    2-ITAQUERA- PQUE.D.PEDRO.
    3- JARDIM NOSSA SENHORA DO CARMO- METRÔ TATUAPÉ.
    4- JARDIM CIBELE- METRÔ TATUAPÉ.
    5- JARDIM VILA CARRÃO- METRÔ TATUAPÉ.
    6- JARDIM SÃO PEDRO- METRÔ TATUAPÉ.[EXTINTA DESDE MAIO DE 2013].
    SÓ RESTOU A LINHA JARDIM SOARES- METRÔ TATUAPÉ,QUE VIVE CHEIA EM HORÁRIOS DE PICO E É DEMORADA.
    OS MORADORES DO QUADRILATERO FORMADO ENTRE AS RUAS SERRA DE JURÉIA,ANTONIO DE BARROS ,TIJUCO PRETO E EMILIO MALET ESTÃO PRATICAMENTE SEM OPÇÃO DE CHEGAR A AV. CONSELHEIRO CARRÃO E DAÍ AO TERMINAL VILA CARRÃO, ITAQUERA OU SÃO MATEUS.
    CHEGAR AO HOSPITAL SANTA MARCELINA ESTÁ DIFÍCIL.
    COM AS LINHAS QUE FORAM EXTINTAS HAVIA AGILIDADE NO TRANSPORTE PARA ESSAS REGIÕES. TRABALHO HÁ 29 ANOS ‘TRANPORTE ,UM DIREITO DO CIDADÃO ,UM DEVER DO ESTADO’ SÓ SE FOR NA SUIÇA!!!
    SOLICITO O RETORNO DAS REFERIDAS LINHAS DE ÔNIBUS AO TRAJETO ORIGINAL.

  13. Melchior Maldonato disse:

    Essas alterações não funcionam, Quem sabe disso é o usuário mas o usuário é massa de manobra nunca é ouvido.
    Mais baldeações causam incomodos insuperáveis como superlotação, demora nos pontos de ônibus, mais tempo no deslocamento, mais perigo de ser assaltado nos pontos da cidade, filas nos terminais, etc.
    Vejo que essa atitude do Prefeito Malddad é profundamente contrária a qualquer cidade minimamente civilizada, fruto duma mente atrasada, desinformada e no mínimo duvidosa.
    Faz também parte da lógica do PT de piorar as coisas cada vez mais e atribuir o erro aos anteriores . Podem se preparar o Lula está por trás dessa merda toda e vem como sempre na próxima eleição prometer melhoria nos transportes, e todas enganações dos PTralhas e Cia.

    1. mario brian disse:

      Gostei do nome sugerido ao Prefeito Fernando Malddad, vou adotar em comentários futuros.
      Este infeliz que os paulistanos elegeram como prefeito está fazendo estas alterações nas linhas de ônibus de São Paulo com dois claros objetivos, pelo menos ao meu ver, são eles :
      1 – Favorecer aos grandes grupos empresarias da cidade de São Paulo quebrando as empresas ditas pequenas por que estas empresas irão sentir queda no faturamento pois, vejam, estando elas dentro de suas áreas, seu passageiros serão sempre os mesmos e ainda enfrentam a concorrência de empresas “visitantes” e das cooperativas.
      As empresas arrecadavam pouco mais, estando fora de sua area onde havia grande rotatividade de passageiros que pegavam “qualquer” linha que os deixassem no destino desejado, como por exemplo a av. Paulista.
      2 – Algumas linhas são extintas e em seu lugar criadas outras cujo destino final é uma estação do metrô ou da CPTM, outras linhas são cortadas e tendo como terminais, uma estão do metrô ou da CPTM ou seja, a idéia com a desculpa do transporte sobre trilhos ser mais rápido, é mega lotar estas estações, mega lotar os trens de ambos sistemas que há décadas, sabemos, está saturado para ter o que falar do Governo do Estado, falar mal obviamente, enganando a população para angariar votos ao seu candidato e assim (DEUS NOS LIVRE !) conseguir o governo estadual na próxima eleição.
      Só não enxerga quem não quer que todas estas alterações tem fundo eleitoral e o trouxa do governo estadual está caindo nesta armadilha eleitoreira e somos nós que arcaremos com o ônus, anotem !

Deixe uma resposta