São Paulo recebe mais 20,5 km de faixas exclusivas para ônibus e supera meta de 220 quilômetros para este ano

ônibus

Ônibus em São Paulo. Cidade recebe 20,5 km de faixas nesta segunda-feira. A maior parte será na zona Leste. Com a implantação destas faixas, a meta de 220 quilômetros para este ano já foi superada. Foto: Adamo Bazani.

São Paulo recebe mais 20,5 quilômetros de faixas de ônibus e supera meta de 220 quilômetros para este ano
Só na Radial Leste, serão 10,5 quilômetros de extensão.
ADAMO BAZANI – CBN
Começam a operar nesta segunda-feira, dia 07 de outubro, mais 20 quilômetros e meio de novas faixas exclusivas pata ônibus em São Paulo.
Com isso, a Capital soma neste ano a implantação de 224 quilômetros e seiscentos metros de faixas, ultrapassando já a meta de 220 quilômetros.
Só na Radial Leste, serão 10,5 quilômetros nos dois sentidos, desde a Avenida Conde de Frontin até Avenida José Pinheiro Borges, servindo Vila Matilde, Vila Guilhermina, Cidade Patriarca, Vila Santa Tereza, Arthur Alvim e Itaquera, todos na Zona Leste da cidade.
O horário de operação na Radial Leste é de segunda a sexta-feira no sentido centro, das cinco da manhã às nove horas da manhã e no sentido bairro, das quatro da tarde às nove horas da noite.
Também recebem faixas s Avenida São Miguel, Avenida Boturussu, Avenida Paranaguá e Avenida Itaberaba. A região do Parque do Ibirapuera é outro local a ter faixas para ônibus. Pelas avenidas Pedro Álvares Cabral, Ibirapuera e Professor Ascendino Reis, a exclusividade para ônibus é de segunda a sexta-feira, das 6 horas da manhã às dez horas da noite, nos dois sentidos, dependendo de cada trecho que recebeu sinalização.
Por enquanto, ainda não serão aplicadas multas.
Quem invade faixa de ônibus à direita está sujeito a multa de R$ 53,20 e três pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Já a invasão à esquerda pode gerar multa de R$ 172,69 e cinco pontos na carteira.
RADIAL LESTE:
Extensão: 10,5 km
Av. Conde de Frontin, Av. Antônio Estevão de Carvalho, Rua Doutor Luiz Ayres, Túnel Jornalista Odon Pereira e Avenida José Pinheiros Borges
Sentido Centro, de segunda a sexta-feira, das 5h às 9h, Sentido Bairro, de segunda a sexta-feira, das 17h às 21h
População Atendida:
Pela Av. Conde de Frontin, na Radial Leste, circulam 19 linhas de ônibus municipais no sentido Bairro, transportando 134.246 passageiros/dia útil. No sentido Centro, são 16 linhas de ônibus levando 95.397 pessoas por dia útil. A freqüência média é de 79 ônibus/hora nos horários de picos.
No sentido Centro:

•Na Av. José Pinheiro Borges, no trecho entre a Rua Itagimirim e o Túnel Jornalista Odon Pereira;
•Túnel Jornalista Odon Pereira, em toda a extensão;
•Na Rua Doutor Luiz Ayres, entre o Túnel Jornalista Odon Pereira e a Av. Antônio Estevão de Carvalho;
•Na Av. Antônio Estevão de Carvalho, entre a Rua Dr. Luiz Ayres e a Av. Conde de Frontin;
•Na Av. Conde de Frontin, entre a Av. Antônio Estevão de Carvalho e a Av. Aricanduva.

No sentido Bairro:

•Na Av. Conde de Frontin, entre as avenidas Aricanduva e Antônio Estevão de Carvalho;
•Na Av. Antônio Estevão de Carvalho, entre a Av. Conde de Frontin e a Rua Dr. Luiz Ayres;
•Na Rua Dr. Luiz Ayres, entre as avenidas Antônio Estevão de Carvalho e Padre Estanislau de Campos;
•Túnel Jornalista Odon Pereira, em toda a extensão;
•Na Av. José Pinheiro Borges, entre o Túnel Jornalista Odon Pereira e o acesso à Avenida David Domingues Ferreira

AVENIDA SÃO MIGUEL:

Extensão: 1,4 km
Nos dois sentidos, de segunda a sexta-feira, das 6h às 20 h.
População Atendida: Pela Av. São Miguel, no sentido Centro, circulam 35 linhas de ônibus, transportando 234.320 passageiros por dia útil. Já no sentido Bairro passam 32 linhas de ônibus, transportando 232.359 passageiros por dia útil. A freqüência média é de 163 ônibus/hora nos horários de picos.

•No sentido Centro, entre a Praça Aleixo Monteiro Mafra (conhecida como Praça do Forró) e a Av. Dr. Custódio de Lima;
•No sentido Bairro, entre as ruas Taiuvinha e João José Rodrigues.

AVENIDA BOTURUSSU E AVENIDA PARANAGUÁ:

Extensão: 2 km na Avenida Boturussu e 1,5 km na Avenida Paranaguá

De segunda a sexta-feira das 6 h às 9 h e das 17h às 20 h.
População Atendida: Pela vias abrangidas nesta implantação, circulam nove linhas de ônibus, transportando 60.292 passageiros por dia útil, com freqüência média de 45 ônibus/hora nos horários de picos.

Av. Boturussu da Av. São Miguel a Av. Paranaguá, 6 às 9 horas no lado ímpar e das 17 às 20 horas no lado par.
Av. Paranaguá da Av. São Miguel a Av. Boturussu, 6 às 9 horas e das 17 às 20 horas em sentido único.

AVENIDA ITABERABA:
Extensão: 200 metros
De segunda a sexta-feira, no sentido centro, das 6h às 9h
População Beneficiada: Pela Av. Itaberaba, sentido Centro, circulam 18 linhas de ônibus, transportando 184.493 passageiros por dia útil, com freqüência média de 132 ônibus/hora no pico manhã.
Trecho: Entre as avenidas Inajar de Souza e Parada Pinto, ao lado do Terminal Cachoeirinha

REGIÃO DO PARQUE DO IBIRAPUERA:
Extensão: 2,4 km. Avenida Pedro Álvares Cabral, avenida Ibirapuera e avenida Professor Ascendino Reis.
Segunda a Sexta-feira: das 6h às 22 horas (em ambos os sentidos, dependendo do trecho).

Pela Av. Pedro Álvares Cabral, circulam 46 linhas com volume médio de 268 ônibus/hora transportando 417.018 passageiros /dia útil.

Na Av. Prof. Ascendino Reis, no sentido Centro no trecho desta implantação, circulam 21 linhas com volume de 122 ônibus/hora que transportam em média nos dias úteis 186 mil passageiros. E, por fim, na Av. Ibirapuera, no sentido Bairro desta implantação, circulam 17 linhas com volume de 82 ônibus/hora que transportam em média nos dias úteis 211 mil passageiros.

TRECHOS:

•Na Av. Pedro Álvares Cabral, no trecho entre a Rua Manuel da Nóbrega e o acesso à Av. Ibirapuera, nos dois sentidos;

•Na Av. Prof. Ascendino Reis, no sentido Centro, entre a Rua Estado de Israel e a Av. Pedro Álvares Cabral;

•Na Av. Ibirapuera, sentido Bairro, entre a Av. Pedro Álvares Cabral e o Largo Mestre de Aviz.

MAIS RADARES:

Até o final deste ano, a cidade de São Paulo deve contar com mais duzentos radares para fiscalizar e multar quem invade faixas exclusivas para ônibus.
A Prefeitura estima que as multas de trânsito alcancem R$ 1,2 bilhão, sendo uma boa parte proveniente das infrações anotadas por desrespeito ao espaço destinado ao transporte coletivo.
O objetivo é aumentar a fiscalização nos espaços que também foram ampliados. Pela lógica da prefeitura, não haveria sentido criar mais faixas se não houver mais fiscalização também.
Os novos radares serão colocados com base num contrato já em vigência.
Fernando Haddad chegou a abrir uma licitação neste ano que previa a instalação de 436 radares mais modernos que tinham capacidade de identificarem as placas dos veículos e possíveis irregularidades, como não pagamento dos licenciamentos, e 85 equipamentos a mais.
O Tribunal de Contas do Município suspendeu a licitação por reclamações de concorrentes na disputa pública em relação ao modelo do contrato.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

6 comentários em São Paulo recebe mais 20,5 km de faixas exclusivas para ônibus e supera meta de 220 quilômetros para este ano

  1. Professor Pardal // 5 de outubro de 2013 às 12:25 // Responder

    E pensar que aquele irresponsável do Kassab podia ter feito isso que cara incompetente!!! este não tem meu voto e não me representa. Já o Haddad superou minhas espectativas, parabéns e que continue assim, pois está caminhando para ser o melhor prefeito de São Paulo está no caminho certo e com certeza terá o meu voto.

    • Melhor prefeito de São Paulo? Apenas pintou linhas no chão e colocou câmeras.. ser prefeito não é só fazer isso! Se for por isso o Kassab foi o melhor prefeito que são paulo já teve pros ciclistas.. detalhe… Kassab forma a base de apoio do PT.. logo estão juntos

  2. HADDAD, MAIS TROLEBUS POR FAVOR!!!! CORREDORES LIMPOS E INTELIGENTES, TRANSPORTE EFICIENTE E ECOLÓGICOS,

  3. Finalmente saiu as faixas da Radial ne,so falta melhorar os horarios da fiscalizaçao tem que ser o dia todo ate umas 22 mesmo sendo ate as 21 na vejo ninguem respeitando,e os radares ja deviam ter saido do papel,as multas tambem deveriam aumentar de valor,de qualquer forma falta corredor ainda na ZL.

  4. Há uma diferença muito grande entre CRIAR faixas de ônibus e outra e tirar faixas dos carros e pinta-las como exclusivas para ônibus. Os passageiros continuam amontoados na calçada, todos se apertando na passagem da roleta, e os ônibus espirando água e lama nos pés de quem estiver na calçada. Um burro carregado de açúcar também faz mel … e o brasileiro não passa de um otário, se contenta com as migalhas dos políticos. Pintam o chão e dizem que é uma faixa exclusiva…

  5. A prefeitura está colocando faixa em tudo quanto é lugar, até onde não passa ônibus. No final da Av.Aricanduva, entre o acesso para a Cid.Tiradentes e o acesso para S.Mateus, há uns 100m de faixa de ônibus onde que eu saiba não circular nenhuma linha que sai da Aricanduva para São Mateus…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: