Parte dos R$ 50 bi para mobilidade pode sair neste ano, garante ministra

ônibus

Ônibus em São Bernardo do Campo. Ministra Miriam Belchior vai receber esta semana prefeitos de cidades com população acima de 700 mil habitantes, como São Bernardo. Ela disse que parte dos R$ 50 bilhões para Mobilidade, anunciados pela Presidente Dilma Rousseff , pode ser liberada ainda este ano. Foto: Adamo Bazani

Parte dos R$ 50 bi para mobilidade pode ser liberada ainda este ano
Garantia foi dada pela Ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior. Ela deve receber mais prefeitos esta semana
ADAMO BAZANI – CBN
Parte dos R$ 50 bilhões em financiamentos para Mobilidade Urbana, anunciados pela presidente Dilma Rousseff, pode ser liberada para governadores e prefeitos ainda este ano.
A promessa foi feita nesta terça-feira, dia 23 de julho, pela Ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, que participou da reunião do Comitê Técnico de Trânsito, Transporte e Mobilidade Urbana, do Conselho das Cidades. O ministro das cidades, Aguinaldo Ribeiro também participou do encontro, no qual técnicos e representantes das empresas de transportes e da sociedade civil propuseram soluções para os deslocamentos nas cidades.
Os recursos foram anunciados no dia 24 de junho, após a onda de manifestações em todo o País, no Pacto para Melhoria dos Serviços Públicos, que contou com a participação de 27 governadores e 26 prefeitos de capitais.
A ministra já recebeu governadores e prefeitos das capitais dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Ceará, Bahia e Pernambuco, que apresentaram projetos voltados para as áreas de transportes. Mas em vez de mostrarem novas ideias ou tentarem adiantar projetos que estavam previstos somente daqui a vários anos, a pouca criatividade marcou os chefes de executivos. Boa parte deste fato reflete uma realidade pouco confortável para o cidadão: as cidades e estados não têm projetos suficientes, por isso apresentaram mais do mesmo. O que revela que transporte público ainda não é uma prioridade de fato, apenas no discurso.
Nesta semana, Miriam Belchior recebe prefeitos de cidades acima de 700 mil habitantes, o que inclui São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, e Campinas, no interior de São Paulo, por exemplo.
A cidade do ABC possui um plano de corredores de ônibus para ligar as diversas regiões do município e integrar as linhas municipais com o monotrilho que deve sair da região Central e se estender até a estação Tamanduateí da CPTM e do Metrô, na Capital Paulista, numa primeira fase.
São Bernardo deve ter treze corredores de ônibus. Alguns também podem ser conectados a corredores municipais em Diadema, de acordo com o Plano Regional de Mobilidade apresentado pelo Consórcio Municipal do ABC.
Miriam Belchior disse que os prefeitos, no entanto, não devem ficar de braços cruzados esperando as verbas. O dinheiro vai ser liberado na medida em que os municípios começaram a apresentar os projetos e já começarem as licitações.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

2 comentários em Parte dos R$ 50 bi para mobilidade pode sair neste ano, garante ministra

  1. Tenho uma ótima ideia em relação a esses 50 bilhões, pega metade e já distribui entre os governantes incluído vereadores, prefeitos e governadores e claro secretários e similares, assim talvez eles não cobrem propinas, do restante pegue mais 15 bilhões e distribua entre os empresários tubarões do setor, e os 10 bilhões restantes, continuem a fazer estas pistas preferenciais que ninguem respeita.

  2. Amigos, boa noite.

    A mobilidade no Brasil, não precisa de verba precisa é de TRABALHO.

    Quem não quer trabalhar, renunciei ou demita-se.

    Será uqe ninguém percebe que em 2014, esse comportamento não “cola” mais ?

    Cadê o MPT ” MOVIMENTO PELO TRABALHO”

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: