Empresas de ônibus e cooperativas recebem R$ 15 milhões por dia em São Paulo

ônibus

Ônibus em São Paulo. Cooperativas e empresas recebem em média R$ 15 milhões brutos por dia na cidade. Foto: Adamo Bazani

Remuneração bruta das empresas e cooperativas em São Paulo ultrapassou R$ 15 milhões em um dia
Do total, são descontados gastos como diesel, folha de pagamento e margem de lucro dos empresários. Passagens únicas ajudam subsidiar integrações do Bilhete Único
ADAMO BAZANI – CBN
No dia 1º de julho deste ano as empresas de ônibus e cooperativas de transportes da Capital Paulista tiveram remuneração bruta de R$ 15,8 milhões, conforme dados divulgados pela Secretaria Municipal de Transportes.
As empresas de ônibus receberam R$ 10 milhões 851 mil 173 e 51 centavos. Já as cooperativas tiveram recursos de R$ 4 milhões 989 mil 692 e 72 centavos.
Neste dia primeiro de julho, que foi uma segunda-feira, o sistema de ônibus transportou 7,9 milhões de pessoas, das quais 4,5 milhões pelas empresas e 3,4 milhões pelas cooperativas.
As empresas operam 9 mil e 56 ônibus que transportaram no ano passado 1 bilhão 647 milhões 64 mil 166 passageiros. Já as cooperativas somam 5 mil 990 veículos e no ano passado transportaram 1 bilhão 269 milhões 890 mil 794 passageiros.
A estimativa é que a remuneração bruta das empresas de ônibus chegue a R$ 474 milhões por mês e R$ 5,7 bilhões por ano.
Após uma série de manifestações, a Secretaria Municipal de Transportes vai publicar todos os dias os dados operacionais e financeiros no seu endereço na internet. A publicação ocorrerá sempre após o quinto dia útil à data informada. Por exemplo, a remuneração da segunda-feira estará no site na próxima segunda-feira, sábado domingo não contam para a publicação, assim como feriados e ponto facultativo.
Cada empresa ou cooperativa, segundo a Prefeitura de São Paulo, recebe em média entre R$ 2,07 e R$ 2,73 – pode haver valores maiores e menores, dependendo do caso. Se há integração pelo Bilhete Único, o passageiro continua pagando o valor de R$ 3. Mas as empresas vão receber pelo número de integrações realizadas. Por exemplo, no caso a remuneração de R$ 2,07 e duas integrações, a remuneração é de R$ 4,14. A diferença entre os R$ 3,00 e os R$ 4,14 vem por subsídio.
Já se o passageiro paga uma passagem à empresa, ou seja, R$ 3,00 e não há integração, a diferença entre o valor total e a remuneração é revertida para cobrir outras integrações ou custos do sistema. Seriam, por exemplo, os R$ 0,93 de diferença entre os R$ 3,00 e a remuneração de R$ 2,07.
De acordo com a Prefeitura, da remuneração diária, média são extraídos:

Folha de Pagamentos: 45,4%
Óleo Diesel e lubrificantes: 20,9%
Depreciação dos investimentos (como perda do valor dos ônibus, garagens e materiais): 8,8%
Peças e acessórios: 8,0%
Lucro Líquido das empresas de Ônibus: 6,8%
Despesas Administrativas: 5,8%
Imposto de Renda e Contribuição Social: 2,4%
INSS Patronal 2%
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em Empresas de ônibus e cooperativas recebem R$ 15 milhões por dia em São Paulo

  1. ninguem paga INSS porquer ninguem e registrado e fala ;;;; INSS PATRONAL 2o/o ??? FAIS ATE VERGONHA FALAR ISTO?tenho mais 25 anos em cooperativa nunca fui registrada /nada de ferias etc;;;;;

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: