TransOeste ganha Superaticulado e prefeitura contrata conglomerados sem licitação

ônibus

Superaticulados da Mercedes Benz devem começar a operar nesta segunda-feira e é forma de a prefeitura tentar reduzir a superlotação no BRT TransOeste. Contratação sem licitação de conglomerados de empresas para operar BRTs causa polêmica. Reprodução TV Globo.

TransOeste ganha Superarticulado
Modelo tem capacidade maior de passageiros e pode diminuir excesso de lotação por viagem
ADAMO BAZANI – CBN
Na busca por priorizar os transportes coletivos, algo que já deveria ser natural nas cidades, não basta oferecer corredores de ônibus apenas.
Os corredores são importantes para a maior velocidade do sistema de transportes coletivos sobre pneus, o principal motivo pelo qual as pessoas em pesquisa da ANTP – Associação Nacional dos Transportes Públicps – declararam que pensariam em deixar o carro em casa.
Mas além da baixa velocidade dos transportes coletivos, outro aspecto que ainda não deixa os sistemas atraentes é a superlotação.
Por serem espaços exclusivos e com mais área para ônibus, é possível o uso de veículos de porte maior, com mais conforto e menos aperto.
Esse agora é o investimento do sistema BRT TransOeste, do Rio de Janeiro.
Foram adquiridos 12 ônibus superaticulados, Mercedes Benz O 500 MDA, com Carroceria Viale Marcopolo. Todos os veículos vão chegar em três semanas. Já nesta segunda-feira, dia 1º de julho, três unidades começam a circular.
Os atuais articulados do TransOeste somam 91 unidades. Eles têm 18,6 metros e capacidade para 140 passageiros. O modelo superarticulado tem 23 metros e transporta entre 180 e 200 pessoas.
Além dos articulados, o sistema BRT TransOeste possui 20 ônibus do tipo padron, para 100 passageiros, e 76 alimentadores da menor capacidade.
A estimativa da Prefeitura era que o BRT TransOeste transportasse 95 mil pessoas por dia, mas hoje leva algo em torno de 120 mil.
Erro de planejamento de demanda da prefeitura ou o chamado preço do sucesso do sistema?
Especialistas garantem que as duas coisas. O TransOeste que liga a Barra da Tijuca a Santa Cruz diminuiu em 40% o tempo médio de viagem entre estas duas regiões. Daí, o sucesso. Mas, com certeza isso atrairia demanda maior e como as cidades e as atividades econômicas são dinâmicas, o número de pessoas transportadas cresceria. Daí, a falta de planejamento.
OPERADORES DE BRT SEM LICITAÇÃO:
A Prefeitura do Rio de Janeiro contratou, sem licitação, um quinto conglomerado de empresas de ônibus para operarem os quatro BRTs que devem ser construídos na cidade até 2016, já contanto com o TransOeste.
Foi criado um novo consórcio que vai estar presente em todos os sistemas de ônibus de maior capacidade sem concorrência pública.
Especialistas classificam a prática como cartelização dos transportes em prol das companhias de ônibus que já atuam no Rio de Janeiro. Seria uma forma de elevar ainda mais o poder dos empresários.
O novo contrato traz exigências maiores que vão impactar nos custos do sistema e consequentemente nos valores das tarifas.
O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, disse que não há irregularidades na contratação e que “nada foi feito às escondidas”
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes
Apoio: CBN Rio

7 comentários em TransOeste ganha Superaticulado e prefeitura contrata conglomerados sem licitação

  1. ronaldo jose alves // 29 de junho de 2013 às 17:43 // Responder

    O povo deveria saber quanto custa um ônibus desses e o custo operacional e saber dar valor aos grandes investimentos pra melhoria do transporte coletivo, e saber da necessidade do valor correto da tarifa

  2. Boa tarde Adamo, o modelo correto não seria o O 500 UDA? Ótimo final de semana.

  3. Amigos, boa noite.

    Olha o articuladinho trucadinho ai geeeeeeeeeeeeeeeeennnnnnnnnnnte!

    1) Não adianta ter 23 metros e transportar entre 180 e 200 pessoas se a largura útil do corredor for uma meleca igual a do Apache motor traseiro – 54 centímetros.

    .Qual a largura útil desse articuladinho trucado e do BRT do RJ ?

    Alguém sabe.

    As encarroçadoras não precisam se intimidar, podem postar as medidas.

    2) Gestores do Rio de janeiro, “VALE A PENA LER DE NOVO”

    LEI Nº 8.666, DE 21 DE JUNHO DE 1993 – LEI DELICITAÇÕES

    Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências.

    Abaixo segue o link:

    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8666cons.htm

    3) Mas se tiver tudo liberado mesmo, eu também quero um alvará para um buzinho fretado, afinal como
    TODOS são iguais perante a lei, eu como brasileiro, também quero ser IGUAL e ter direito a trabalhar com o meu buzinho na cidade maravilhosa.

    Ahhhhhhhhhh e tem mais, também quero aquela aposentadoria VIP dos congrssistas.

    Afinal, também gosto de pizza e quero o meu pedaço nesse rodízio de pizza ai.

    Alguém mais está servido ???

    Att,

    Paulo Gil

  4. Legal hoje q vi essa reportagem espero q venha p Sepetiba o articulado pois esse é o q se comenta por aqui

  5. Olá, legal o blog. Estava fazendo uma pesquisa, mas não consegui achar uma resposta: você sabe quais empresas estão operando no TransOeste? Já ouvi falar da Jabour e Pegaso, mas são só estas? E as do Transcarioca? Poderia dar uma dica daonde pesquisar?
    Um abraço!

Deixe uma resposta para Paulo Gil Cancelar resposta

%d blogueiros gostam disto: