Passagens de transportes reduzidas em São Paulo e no Rio de Janeiro e NÃO VAI TER GREVE DE ÔNIBUS EM SÃO PAULO

Publicado em: 19 de junho de 2013

ônibus

Ônibus em São Paulo, Metrô e trem terão tarifas de R$ 3,00 e Rio de Janeiro de R$ 2,75

Tarifas de ônibus, trens e metrô voltam para R$ 3 em São Paulo e no Rio para R$ 2,75
Prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e Governador, Geraldo Alckmin passaram boa parte da tarde reunidos no Palácio dos Bandeirantes
ADAMO BAZANI – CBN
O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e o Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciaram que as tarifas de ônibus municipais da Capital Paulista, voltam para R$ 3,00 a partir da próxima segunda-feira, dia 24 de junho.
Eles passaram reunidos em boa parte da tarde desta quarta-feira, dia 19 de junho, reunidos no Palácio dos Bandeirantes.
Alckmin disse que a medida foi para o bem do estado, mas que vai cortar investimentos para isso em outras áreas.
Haddad também disse que a redução da tarifa de R$ 3,20 para R$ 3,00 vai comprometer recursos de outros setores.
“Entendo que é importante para o transporte, é prioridade o transporte coletivo de qualidade”, afirmou o governador. “É um sacrifício grande, vamos ter que cortar investimentos, porque as empresas não têm como arcar com esses custos.”
No Rio de Janeiro, Eduardo Paes anunciou redução de R$ 2,95 para R$ 2,75.
No Rio, as passagens voltam para:
Tarifa de ônibus: R$ 2,95 para R$ 2,75
Tarifa do metrô: R$ 3,50 para R$ 3,20
Tarifa de trens: R$ 3,10 para R$ 2,90
Tarifa de barcas: R$ 3,30 para R$ 3,10 com Bilhete Único
Tarifa de barcas: R$ 4,80 para R$ 4,50 sem Bilhete Único
Em coletiva, transmitida ao vivo por diversos órgãos de imprensa, o prefeito falou ação de respeito às pessoas:
“A redução é uma forma de mostrar respeito às pessoas que foram às ruas para protestar. É um direito da população se manifestar e mostrar seus pontos. Nunca vou dar votos às pessoas que praticam atos de vandalismo. Essa pessoas não sabem conviver em ambiente democrático”

HORÁRIOS ESPECIAIS EM SÃO PAULO.

As tarifas de horários diferenciados também baixam em São Paulo:
O Bilhete Madrugador Exclusivo volta para R$ 2,50. Este valor é descontado do Bilhete Único Vale Transporte ou Comum para os passageiros que embarcam nas estações da CPTM entre às 04h00 e 05h35 e nas estações do Metrô das 04h40 às 06h15.
A Tarifa da Hora também retorna R$ 2,50. Esta tarifa é cobrada dos passageiros da linha 5 Lilás do Metrô (Capão Redondo – Largo Treze) e da linha 9 Esmeralda da CPTM (Osasco – Grajaú) que embarcam das 09h às 10h, de segunda a sexta-feira.
A integração entre trem e ônibus ou metrô e ônibus nos horários habituais passa de R$ 5,00 para R$ 4,65.

ANÚNCIOS FORAM FEITOS DEPOIS DE ACORDO COM O CONGRESSO:

Antes do anúncio de Alckmin, Haddad e Paes, o Congresso fechou acordo para votar rapidamente o O Congresso fechou horas antes acordo para tentar votar rapidamente o Projeto de Lei 310, de 2009, que cria o Reitup – O Regime Especial de Incentivos para o Transporte Coletivo Urbano e Metropolitano de Passageiros. O Reitup prevê a concessão de benefícios fiscais para municípios e empresários para investimentos em redes de transportes públicos integrados. O presidente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, Linbergh Farias (PT-RJ), promete levar a proposta a apreciação na próxima terça-feira (25) e encaminhar o texto imediatamente à Câmara.

PARALISAÇÃO DE MOTORISTAS E COBRADORES FOI CANCELADA:

O sindicato que representa motoristas e cobradores de ônibus recebeu garantia do prefeito Fernando Haddad de que não haverá perda de empregos de cobradores.
A paralisação prevista para esta quinta-feia, das 00h00 às 0600 NÃO VAI MAIS ACONTECER.
Segue nota do Sindicato:

A manifestação que estava planejada pela categoria a partir das 0h00 de amanhã (20/06) até às 6h00 nas 32 garagens de ônibus urbano da capital está CANCELADA.

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, procurou o presidente do Sindicato, Isao Hosogi (Jorginho), afirmando que o compromisso assumido com os trabalhadores está mantido, ou seja, a de que nenhum cobrador será demitido, mesmo em função da licitação.

Inclusive, para tranquilizar a categoria, e desmentir a informação veiculada hoje no jornal Agora São Paulo, a assessoria de imprensa da prefeitura divulgou nota oficial em que Haddad ratifica seu compromisso com o Sindicato e com toda a categoria.

Jorginho reuniu a categoria, em Plenária na sede da entidade, e repassou a informação aos trabalhadores de que mais uma vez o Sindicato, juntamente com o apoio do prefeito e do secretário municipal de transportes, Jilmar Tatto, garantirá o emprego dos 18 mil cobradores.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa noite.

    Se a R$ 3,20 o serviço está um lixo, a R$ 3,00 não precisa falar mais nada.

    A nova licitação será toda reajustada e a “bucha” será maior.

    Infelizmente quem usa a cabeça só para pentear cabelo e não para pensar,
    não podia ter alcançado resultado melhor.

    Os Tubarões adoraram, pois agora eles receberão com maior facilidade, pois
    a verba será manipulada de outra área ou taxada (TOB – Taxa do Otário do Buzão)
    e TODOS vão pagar a conta.

    Ou vai chegar no pronto socorro e não ter Dipirona, ou vai ter de pagar mais um impostinho básiquinho.

    Deve-se lutar por um serviço de qualidade e pelo cumprimento dos contratos, pois agora
    a resposta será PREVISÍVEL.

    A R$ 3,00, é isso, ai Apachezinho baleado, quer, quer, não quer, vai a pé.

    Terça feira ficamos mais de 2 minutos parados na Estação Marechal Deodoro (Linha Vermelha do
    Metrô aguardando liberação da sala de controle para seguir viagem e olha que isso ocorreu a umas 8: 45 hs + ou – / legal né, quanto a esta ineficiência ninguém se manifesta.

    Quanto aos chiqueiros rodantes, ninguém se manifesta.

    Portanto Aapchizinho baleado pra todo mundo, afinal é o que merecem.

    “A PRIMEIRA COISA A FAZER NO BRASIL É ABANDONARMOS A CHUPETA DAS UTOPIAS EM FAVOR DA BIGORNA DO REALISMO.”

    Roberto Campos

    MEUS PÊSAMES!

    Att,

    Paulo Gil

  2. Paulo Gil disse:

    Adamo, boa noite.

    Como houve redução de tarifa, por gentileza insira umas fotos dos Apachezinhos baleados, né.

    Se precisar eu te mando, pois quase todo dia ando de Apachezinho baleado.

    Vamos mostrar o real do sistema.

    Buzão novo só circula na veia financeirade Sampa – Avenida Paulista..

    Abçs,

    Paulo Gil

  3. William de Jesus disse:

    Boa Noite Adamo. Essa é uma boa noticia para os usuarios, e ao mesmo tempo ruim. Como disse o Paulo Gil, “R$3 pra andar em apache baleado” não dá!!, Mas o Governo pelo menos teve o bom censo em abaixar a tarifa. Agora temos que fazer manifestação contra as empresas de onibus, que nao cuidam dos veiculos. Falar do vandalismo é algo a parte, pois sempre vai ter 6 gato pingado fdp pra riscar banco, vidro, etc. Mas e a limpeza?? a saude do motor?? Eu sou usuario das linhas da Viação Cidade Dutra, e é impressionante o deslecho da empresa com os veiculos! Acho que o unico momento que se ve um carro dela limpo, é quando ele chega 0KM. Ja tem Mondego dos mais novos super zuados por dentro. Onibus que quebram em todo momento, qualquer lugar. Parece que é de proposito, e ninguem reclama!!

  4. Cara, isso é muito pouco o que esse PREFEITOZINHO, junto com o TATTOZINHO, mais o GOVERNADORZINHO estão fazendo. Nada mudou e tudo continuará como está. Fora Inspeção Veicular Inútil, fora Pedágios Ladrões. Adamo, nosso título de eleitor não serve pra mais nada.

  5. Júlio disse:

    A tarifa cau, Adamo… Agora cabe a pergunta… Se caiu agora, por que não subiu antes? O aumento sempre foi dado como um fato inevitável, subiria mais, subiria menos, mas certamente subiria… Se era possível negociar e obter redução de tributos que impediriam o aumento ou até reduziriam a tarifa, por que não foram tentadas antes de se pensar em subir o preço?…

    Embora as propostas do Haddad para a área de transporte sejam muito boas, como o Bilhete Único Mensal e os planos de corredores, que se realizados mudarão profundamente a lógica da mobilidade da cidade, a sugestão da reorganização das empresas pode aumentar a concentração já existente no setor… Sem contar a proposta de entregar a gestão dos recursos do Bilhete Único para as empresas, a nosso ver ainda pouco clara… O Estado possui um papel na organização dos transportes do qual não pode abrir mão…

  6. Júlio disse:

    Quanto as mobilizações que levaram a redução da tarifa, é importantíssimo que continuem… Cremos que o passe livre ainda é um tabu, mas é um desafio que precisa ser encarado de frente, com a pressão das manifestações levando a um debate nas esferas de governo…

    E faço minhas as palavras de meus amigos Paulo Belushi e Alessandra Terribili, que de maneiras diferentes tem dito que o movimento precisa assumir suas vinculações partidárias… A nosso ver, seria um sinal de maturidade no processo, superando aquela lógica comum no movimento estudantil de não se assumir a liderança, com receio de estigmatização e, no caso do meio acadêmico, da repressão institucional é fsica… Sem contar o risco que ambos enxergam de esvaziamento da mobilização, ou em termos mais correntes, “coxinhização”…

  7. VICENTE disse:

    Os apache vips vão vir de monte,será desculpa da prefeitura para não investir.Licitação vai ser piada…..

  8. Júlio disse:

    Adamo, a cobertura da questão das tarifas está excelente, e você tem contribuído de forma constrututiva ocm o debate… Queria sugerir um texto sobre a mobilidade nas cidades-sedes da Copa das Confederações… A gente esteve em Brasília e no Rio de Janeiro, e acredito que o que foi visto nessas cidades (assim como em Recife, onde os problemas são maiores), possa servir de exemplo para planejar o esquema da Copa do Mundo, inclusive em São Paulo… Voltamos de BSB e do Rio com sérias dúvidas de como o Metrô e a CPTM vão dar conta do movimento do Fielzão…

  9. Willian disse:

    Eu acho que a melhor revolução que esse povo faria seria cada um lutar para comprar ou um carro, uma moto, bicicleta, o que for, PARA SE LIVRAR DO TRANSTORNO DE PEGAR UM ÔNIBUS. Vão encher as ruas de veículos? Vão. Por isso mesmo, não teria forma melhor de chamar a atenção para o problema do que esse. Além do fato de que é melhor estar preso num congestionamento no seu carro, que você paga, ouvindo sua música, do que estar no mesmo congestionamento, EM UM ÔNIBUS, em pé, cansado, com gente fedida do seu lado, o próprio ônibus fedendo e o pior, VOCÊ PAGANDO PARA UM EMPRESÁRIO, ENRIQUECENDO-O PARA você SOFRER!!!! Sem contar que, se pelo menos 60% dos que pegam ônibus fizessem isso, AS EMPRESAS DE ÔNIBUS QUEBRARIAM, MEU CHAPA! E NUM INSTANTE SÓ DARIAM UM JEITO DE REDUZIR A TARIFA (LEI DA OFERTA E PROCURA) E MELHORAR A QUALIDADE DOS ÔNIBUS. Sei que isso é muito difícil, devido a situação pobre da maioria dos usuários, mas não impossível futuramente de acontecer quando se quer mudar de vida. REGISTRADO.

Deixe uma resposta