São Paulo pode ter paralisação de ônibus nesta quinta-feira

ônibus

Ônibus em São Paulo. Motoristas e cobradores podem paralisar na manhã desta quinta-feira contra possibilidade de diminuição do número de cobradores no sistema da Capital Paulista, como forma de reduzir os custos das empresas de ônibus. Foto: Adamo Bazani.

São Paulo pode ter paralisação de ônibus nesta quinta-feira.
Categoria realiza assembleia na tarde hoje. Prefeitura nega retirada de cobradores
ADAMO BAZANI – CBN
São Paulo pode amanhecer sem ônibus nesta quinta-feira.
O Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano da Cidade de São Paulo realiza assembléia por volta das três horas da tarde, na sede da entidade, na Rua Pirapitingui, na região da Liberdade. A categoria ameaça paralisação dos ônibus da Capital Paulista da meia noite às seis da manhã, como advertência.
A assembléia foi motivada pela declaração do prefeito Fernando Haddad que levantou a hipótese de que para reduzir os custos dos sistemas e baixar as tarifas o número de cobradores poderia ser diminuído.
Segundo o diretor do sindicato, Nailton Francisco de Souza, a lei 13207/2011 exige a permanência de mais um funcionário nos ônibus das empresas da capital paulista, além do motorista.
Hoje os motoristas só podem dirigir e cobras nos veículos de menores de cooperativas e em sistemas de ônibus biarticulados e articulados que possuem sistema de pré-embarque, que é o pagamento das tarifas antes da entrada no veículo, como ocorre com o Expresso Tiradentes.
Segundo Nailton, São Paulo tem cerca de 18 mil cobradores. Em 2004, este número era de 22 mil profissionais, mas em veículos do tipo micro-ônibus e ônibus midi, o motorista acumula dupla função, pela qual dirige e cobra ao mesmo tempo.
A SPTrans ainda não foi informada sobre a possibilidade de paralisação
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

NOTA DA PREFEITURA NEGA QUE PODER PÚBLICO QUER REVOGAR A LEI:

Nota – cobradores de ônibus

Com relação a notícias recentes sobre o tema, a Prefeitura de São Paulo informa que não existe plano ou intenção de extinguir a função do cobrador de ônibus, cuja atividade é assegurada pela lei municipal 13.207 de 2001.

Prefeito Fernando Haddad

ÍNTEGRA DA NOTA DO SINDICATO:

O presidente do sindicato dos Motoristas – SP, Isao Hosogi (Jorginho), declarou na manhã de hoje (19/06) que sua categoria não pagará a conta, caso o prefeito Fernando Haddad (PT) decida revogar o preço da tarifa dos ônibus. De acordo com reportagem do jornal Agora, o prefeito teria admitido que dentre as alternativas encontradas para atender a reivindicação do Movimento Passe Livre seria “acabar com os cobradores nos ônibus”, via revogação da Lei municipal 13.207 de 2001 que diz que é obrigatório que “todos os ônibus tenham um funcionário além do motorista” para auxiliar usuários, ajudar o motorista, evitar o não pagamento de passagem e fazer a cobrança quando necessário.

A notícia acirrou os ânimos dos sindicalistas, que promete realizar uma manifestação a partir das 0h00 de amanhã (20/06) até às 6h00 nas 32 garagens de ônibus urbano da capital. Eles afirmaram que se eventualmente o poder público não descartar esta hipótese, uma greve geral no transporte poderá acontecer em breve. Disseram também, que em 03 de março de 2012, durante encontro com os trabalhadores (as) em Santa Isabel – SP, o então candidato Haddad recebeu um documento com as propostas do sindicato, dentre elas a manutenção dos postos de trabalho destes profissionais.

“Estranhei muito não só esta infeliz declaração de Haddad, como também, a não divulgação de minha posição dada a jornalista do jornal Agora. Afirmei que não existe ociosidade na função dos cobradores que além de cobrar passagem também atuam como relações públicas ao auxiliarem os usuários e pessoas portadoras de deficiências; auxiliam os motoristas em manobras arriscadas no trânsito, dentre outras atribuições. Se querem fazer média e acabar com os protestos, eles deveriam pensar em outras alternativas que não ameace o ganha pão de 18 mil pais de família [cobradores (as)]”.

4 comentários em São Paulo pode ter paralisação de ônibus nesta quinta-feira

  1. Eu sou Cobrador de Trólebus e dos Bons, que ajuda o Motorista MESMO. Corro lavanca, destravo recuperador, colho testemunhas em caso de acidente e incidente, passo informação e oriento passageiro, ajudo Idosos e passageiros com necessidades ESPECIAIS, em fim, não durmo na catraca. Esse Haddad é um FDP. Esse Tatto, um outro FDP. Se o PT é o “Partido dos Trabalhadores”, acho que tem que mudar de nome; PD: “Partido dos Desempregados”. Esses Caras me enojam.

  2. eles falam que nao sabem o motivo falam q e so por causa dos 20 centavos
    Nossa mas eu acho que isso não vai dar em nada? será mesmo? .disseram ontem que estão pensando em retirar as redes sociais pois e por la que marcam protestos
    se isso acontecer, todo mundo vai destruir,os estádios e acabar com o palácio da republica
    inicio de uma guerra sem fim no Brasil.
    Me diga que paz os familiares tem quando recebem noticias que seu parente mais querido morreu nas filas de hospitais?
    Que paz tem um pai em saber que a placenta da mulher rompeu no meio do corredor
    e não tinha se quer uma cadeira,nen médicos para atender-la ?
    Enquanto eles estão sentados em uma regalia em lugares aconchegantes.
    que paz tem um pai de família em saber que não terá o pai para dar os seus filhos..

    Que paz terá
    estes profissionais se forem demitidos? seu prefeito divide seu dinheiro com eles. ou troca seu salário pelo um deste profissionais e tente assegurar as necessidades básicas de uma casa.. quero ve isso você fazer….. queremos melhorias e nao desemprego!!!!!

  3. Amigos, boa noite.

    PARABÉNS !

    É isso ai, não disse que alguém irá pagar a conta.

    Por outro lado já está começando a resposta a redução da tarifa.

    Gostaria de saber se os manifestantes gostariam de ter seus salários reduzidos?

    PREVISÍVEL !

    Este tipo de economia (redução da tarifa) é a base da porcaria.

    Porque a Petrobrás não reduz o brecinha da Diesel ????

    Se a cidade está toda esburacada porque não reduzem o valor do IPVA ?

    Se não cortam a grama da praça da nossa vila, porque não reduzem o valor do IPTU ?

    E por ai vai…

    CADÊ O COMANDO ??????????????????????????

    Att,

    Paulo Gil

  4. Não Podemos deixar que isso continue acontecendo, tirando dos pobres trabalhadores para que não afetem o bolso dos que já tem salario bem altos, se a cada decisão absurdas dessas o povo se mobilizar e for pras ruas brigar por seus direito ai sim a coisa anda,Vamor ficar de olho nessa cambada de fdp que até hj só deitou e rolou em cima de nós.
    Vamos a frente povo brasileiro mostra a sua cara, quero ver quem paga pra gente ser feliz.

    beijos

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: