Greve de ônibus em Florianópolis entra no segundo dia desrespeitando a Justiça

ônibus

Ônibus em Florianópolis. Greve de motoristas e cobradores de ônibus continua e mais uma vez determinação da Justiça não é respeitada.

Greve de ônibus continua em Florianópolis
Sindicato dos trabalhadores deve continuar desrespeitando decisão da Justiça
ADAMO BAZANI – CBN
Entra no segundo dia a greve de motoristas e cobradores de ônibus em Florianópolis, Santa Catarina, e na região Metropolitana. Na cidade, cerca de 240 mil passageiros mais uma vez foram prejudicados e na região metropolitana, este número é de mais 210 mil pessoas.
O representante do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Urbano, Rodoviário, Escolar, Turismo e Fretamento de Florianópolis e Região – Sintraturb, Ricardo Freitas, disse que mais uma vez a entidade vai descumprir a determinação do desembargador Gilmar Cavalieri, do TRT – Tribunal Regional do Trabalho.
O magistrado estipulou frota de 100% nos horários de pico e de 50% nas demais horas.
“Cem por cento nos horários de pico não é frota mínima, é máxima. Isso vai contra nosso direito de greve”, disse Ricardo Freitas ao G 1 de Santa Catarina.
O presidente do Setuf – Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Urbano, Rodoviário, Escolar, Turismo e Fretamento de Florianópolis e Região, Waldir Gomes, explicou que as empresas prepararam os ônibus e convocaram os trabalhadores, mas, segundo ele, muitos motoristas e cobradores que tentaram operar foram impedidos pelos colegas, inflados pelo sindicato.
A Prefeitura credenciou cerca de 200 vans e miniônibus de transporte escolar e fretamento, mas o porte e o número de veículos são insuficientes.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: