Mais cidades em São Paulo confirmam redução nas tarifas de ônibus

ônibus

Ônibus municipal em Osasco. Já estão confirmadas reduções nas tarifas em Vitória (ES), Manaus (AM), Santo André (SP), São Bernardo do Campo (SP), São Caetano do Sul (SP), Mauá (SP), Ribeirão Pires (SP), São José dos Campos (SP), Mogi das Cruzes (SP), Guarulhos (SP), Osasco (SP), Barueri (SP), Itapevi (SP), Jandira (SP) e Santana do Paranaíba (SP).

Mais seis cidades da Grande São Paulo vão reduzir as tarifas de ônibus
Mogi das Cruzes, Itapevi, Santana do Parnaíba, Barueri, Jandira e Osasco passarão a cobrar R$ 3,20. Região do ABC, São José dos Campos, Manaus e Vitória também vão reduzir o valor das passagens
ADAMO BAZANI – CBN
Depois de cinco cidades do ABC Paulista anunciarem redução de R$ 0,10 nas tarifas de ônibus após a medida provisória 637/2013 do Governo Federal que zerou a cobrança do PIS/Cofins sobre as receitas de transporte, com medo de perder ainda mais o controle da inflação pelos reajustes que foram realizados no Rio de Janeiro e São Paulo, mais cinco cidades da região metropolitana de São Paulo decidiram abaixar os valores.
Todas as cidades que anunciaram as reduções cobravam R$ 3,30 e vão passar a cobrar R$ 3,20. Apesar de a redução ser algo justo, pois vai diminuir os impostos das empresas, portanto, o passageiro teria de pagar menos, já que PIS/Cofins foram calculados nos reajustes que ocorreram no início do ano, apenas as tarifas de R$ 3,30 na Grande São Paulo serão reduzidas. Talvez as reduções ocorreram para politicamente não haver uma imagem negativa de estas cidades terem linhas mais curtas e menos integrações que São Paulo e continuarem com valor superior às tarifas da Capital Paulista (onde o Bilhete Único permite o uso de quatro ônibus em três horas pelo valor de uma passagem, além de integração com desconto com o trem e metrô) e dos trens da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos e Metrô de São Paulo.
A PERGUNTA FICA: AS REDUÇÕES SÃO JUSTAS E NECESSÁRIAS E ISSO É INDISCUTÍVEL. MAS SERÁ QUE SÃO AÇÕES POLÍTICAS PELO FATO DE AS TARIFAS INFERIORES OU IGUAIS A SÃO PAULO CONTINUAREM AS MESMAS????
SEGUE A RELAÇÃO DE ONDE (POR ENQUANTO) FORAM CONFIRMADAS AS REDUÇÕES:
DIA 09 DE JUNHO (Domingo)
VITÓRIA – ESPÍRITO SANTO: Ônibus municipais comuns: R$ 2,45 para R$ 2,40. Sistema Transcol (Grande Vitória): De segunda a sábado de R$ 2,55 para R$ 2,50. Tarifa especial de domingo: De R$ 2,25 para R$ 2,20.
DIA 10 DE JUNHO (Segunda-Feira)
MANAUS – AM: De R$ 3,00 para R$ 2,90
DIA 15 DE JUNHO (Sábado):
SANTO ANDRÉ – SP: De R$ 3,30 para R$ 3,20
SÃO BERNARDO DO CAMPO – SP: De R$ 3,30 para R$ 3,20
SÃO CAETANO DO SUL – SP: De R$3,30 para R$ 3,20
MAUÁ – SP: De R$ 3,30 para R$ 3,20
RIBEIRÃO PIRES – SP: De R$ 3,30 para R$ 3,20
SÃO JOSÉ DOS CAMPOS – SP: De R$ 3,30 para R$ 3,20
DIA 17 DE JUNHO (Segunda-feira):
GUARULHOS – SP: De R$ 3,30 para R$ 3,20
MOGI DAS CRUZES – SP: De 3,30 para R$ 3,20
OSASCO – SP: De R$ 3,30 para R$ 3,20
BARUERI – SP: De R$ 3,30 para R$ 3,20
ITAPEVI – SP: De R$ 3,30 para R$ 3,20
JANDIRA – SP: De R$ 3,30 para R$ 3,20
SANTANA DO PARNAÍBA: De R$ 3,30 para R$ 3,20
O que causa questionamento por parte de muitos passageiros, é que houve isenção do PIS/Cofins sobre todas as empresas de ônibus, mas as cidades que praticam tarifas iguais ou inferiores à Capital vão manter os mesmos valores, mesmo com a redução tributária. É o caso de Carapicuíba (R$ 3,20), Diadema (R$ 3,20) e Rio Grande da Serra (R$ 3,00).
A intenção é passar para o passageiro a redução de impostos sobre as empresas ou ficar com tarifas menores que da Capital Paulista, no caso dos sistemas de São Paulo?
O PIS/Cofins respondiam por 3,65% das receitas das empresas de ônibus, trens e metrô.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em Mais cidades em São Paulo confirmam redução nas tarifas de ônibus

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: