Sistema de recarga do Bilhete Único volta ao normal gradativamente

Bilhete Único. Passageiros enfrentam dificuldades para recarregar Bilhete Único por causa de pane no sistema central – Foto: Agestado

Bilhete Único. Passageiros enfrentam dificuldades para recarregar Bilhete Único por causa de pane no sistema central – Foto: Agestado

Sistema de recarga do Bilhete Único volta ao normal aos poucos.
Passageiros enfrentaram dificuldades na manhã desta quarta-feira
ADAMO BAZANI – CBN
O sistema de recarga do Bilhete Único de São Paulo volta ao normal aos poucos.
De acordo com a SPTrans, houve um problema técnico no centro de processamento, que fica no Data Center. O sistema apresentou falas e ficou fora do ar. O problema começou às 07h20 e às 9h00 quase todos os 10 mil postos de recarga não funcionaram.
Os passageiros enfrentaram longas filas e muitos não conseguiram colocar os créditos no cartão.
A SPTrans disse que apura a causa do problema.
Os técnicos não sabem ainda se o fato está relacionado com o aumento da procura pela recarga por parte de pessoas que querem ainda comprar os créditos.
SEGUE NOTA À IMPRENSA DA SPTRANS
A SPTrans informa que, em decorrência de um problema técnico ocorrido no centro de processamento, que fica no Data Center, o sistema de bilhetagem – comercialização de Bilhete Único – apresentou oscilações e esteve fora do ar, de maneira intermitente, nesta manhã.
A instabilidade e a lentidão começaram a partir das 7h20 desta quarta-feira (29/05), sendo que toda a rede havia sido atingida, de forma gradativa, perto das 9h.
Equipes da área responsável providenciaram uma ferramenta de solução que já foi instalada e a expectativa é de que, nas próximas horas, o funcionamento das sete redes formadas por 10 mil pontos de comercialização esteja totalmente normalizada.

AdamoBazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em Sistema de recarga do Bilhete Único volta ao normal gradativamente

  1. como usuário do sistema e em nome de outros milhares digo que essa “queda de sistema” deveria ser amplamente observada e investigada pelo Procon, Ministério público, pois sabe-se que a partir de segunda -feira 03/06 o valor da tarifa será R$3,30 e que nesses últimos dias houve um aumento da procura por créditos por parte dos usuários que buscam fazer uma economia adquirindo créditos no valor antigo, sendo assim entendemos que é direito de todos agir em prol de si, afinal economizar é bom para o bolso. Essa prática de “queda de sistema” é comum e ao meu ver chega ser criminosa contra a economia popular. Sugiro que as autoridades publicas fiquem atentos e dêem uma atenção maior. Sem mais forte abraço.

    • Roberto, bom dia.

      Assim vou ficar bravo com você. (brincadeira)

      O especialista em conclusões previsíveis sou eu, né.

      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Escrevi a mesma coisa no post anterior.

      Nessa parada ai o mais bobo morde o céu da boca.

      Como diria Justo Veríssimo, um dos personagem do mestre Chico Anísio.

      “O POBRE QUE SE EXPLODA”

      Forte abraço e tamo junto aqui no trecho do Blog do Adamo.

      Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: