Transbrasil será o maior BRT do mundo em capacidade

ônibus

TransOeste no Rio de Janeiro já está em operação. Ao todo cidade terá quatro sistemas. O BRT TransBrasil, que teve a licitação anunciada pela Prefeitura, será o maior do mundo em capacidade de passageiros.

Transbrasil vai ficar pronto em 2014
Obras devem começar em setembro e BRT vai ser o maior do mundo em capacidade de passageiros
ADAMO BAZANI – CBN
Nesta segunda-feira, dia 13 de maio de 2013, a Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou a licitação para a construção do BRT Transbrasil.
Com 32 quilômetros de extensão, o Transbrasil será o maior BRT do mundo em relação à capacidade de transporte. Quando estiver inteiramente pronto, vai atender diariamente a 900 mil passageiros. Capacidade semelhante à de linha de metrô, mas com custo bem menor: R$ 1,5 bilhão. Deste total, R$ 1,097 bilhão terá como fonte de recursos o PAC – Programa de Aceleração do Crescimento – Mobilidade Urbana, do Governo Federal. O restante virá de recursos da Prefeitura do Rio de Janeiro.
A obra será dividida em duas etapas: Do Aeroporto Santos Dumont até a Ligação com o TransOeste (Galeão – Barra da Tijuca). O custo deste trecho será de R$ 785,5 milhões. A outra etapa vai ser da Ligação com o TransOeste até Marechal Deodoro.
O trajeto completo vai atender vias e conexões com alto fluxo de pessoas. O ponto de partida será na estação de trem Deodoro de onde vai percorrer pela a Avenida Brasil.
No centro da cidade, vai seguir pela Avenida Francisco Bicalho e Avenida Presidente Vargas, chegando ao Terminal da Candelária. Depois ele vai seguir para o Aeroporto Santos Dumont, passando por um túnel que começa na Avenida Presidente Antônio Carlos e segue sob o aterro do Flamengo.
Para a implantação do BRT, serão feitos 30 mil metros quadrados de pontes, túneis e viadutos e haverá o alargamento das pistas laterais da Avenida Brasil entre Irajá e Guadalupe, zona Norte da cidade.
O BRT Transbrasil terá 16 passarelas, 28 estações e quatro terminais que serão: Terminal Deodoro, Terminal Trevo das Margaridas, Terminal Trevo das Missões, Terminal Candelária. As estações serão do mesmo padrão do BRT TransOeste: climatizadas, com as plataformas na mesma altura do assoalho do ônibus, painéis com informações sobre horários e linhas, e com o sistema de pré-embarque, que é o pagamento da passagem antes da entrada no ônibus, o que diminui o tempo de parada nas estações.
As obras começam em setembro deste ano e devem ficar prontas em 30 meses. Apenas um trecho estará em serviço para a Copa do Mundo de 2014. Para as Olimpíadas de 2016, todo o sistema deverá estar em operação.
Serão 881 veículos para atender a todo o sistema, a maior parte formada por ônibus articulados e ônibus biarticulados.
A Avenida Brasil é a principal ligação de regiões da zona Oeste e Norte com o centro do Rio, dá acesso a Linha Amarela, Linha Amarela, ponte Rio-Niterói, rodovia Washington Luiz (BR 040), rodovia Presidente Dutra (BR 116), e Rodovia Rio-Santos (BR 101).
O sistema BRT TRansBrasil vai se interligar com outros corredores de ônibus que compõe os planos de mobilidade urbana do Rio de Janeiro: Transolímpica, em Deodoro, e Transcarioca,na Ilha do Governador. Esses dois sistemas serão conectados ao BRT TransOeste, que já está em operação.
Ao todo, serão 155 quilômetros de BRT no Rio de Janeiro.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

6 comentários em Transbrasil será o maior BRT do mundo em capacidade

  1. Amigos, boa noite.

    Atenção ao placar.

    Rio de Janeiro 20 Sampa ZERO.

    Além de ser o maior BRT do mundo esse será o único BRT voador do mundo.

    Já pensou um BRT Neobus lindão voando pela Avenida Brasil.

    Uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

    E tem mais terá escla no Santos Dumont e no Galeão.

    Cariocas PARABÉNS !

    Praias lindas, mulheres lindas e BRT Neobus lindão, fechou.

    Rio de Janeiro a melhor cidade do Brasilllllllllllllllllllll

    Pra fechar com chave de ouro só falta uma escola de samba fazer um samba enredo
    sobre o BRT e sair di rolê no sambódromo.

    Zriguidummmmmmmmmmmm BRT cariocaaaaaaaaaaaaaaa.

    Att,

    Paulo Gil

  2. Caro Paulo Gil, SP é a cidade dos carros. Isso é fato! Tanto que os próprios ônibus são chamados de “carro”. Lembrando que o Expresso Tiradentes também tem setor aéreo. O estranho é que se criticou muito essa posição dos ônibus, mas com metrô não falam nada.
    Se para mudar a trajetória dos carros beneficiando os ônibus ja é suficiente para provocar criticas, imagine investir em vias exclusivas para ônibus! A globo mostra matérias do cotidiano de quem usa ônibus mas a mídia é uma das responsáveis pelo grande número de carros, por divulgarem esses produtos. Isso eles não falam, só sabem ver o lado dos outros no problema.
    Eles comparam a malha ferroviária de SP com NY no sentido de criticar o sistema, mas o metrô americano começou a construção em 1900. Ja o metrô paulistano na segunda metade do século xx. Olha as comparações!
    Concluindo Paulo, deixaram de investir em trem jogando toda essa responsabilidade na costa dos ônibus, que evidentemente não pode dar conta. E agora o vilão da história passa a ser os ônibus por essa injustiça política. Então o problema não é a falta de ônibus, que nem sistema de deslocamento próprio pode ter que ja começa a chiadeira, é a extinção dos trens e outros modais como o fluvial.

  3. O BRT tem um custo bem menor que o do metrô, e com capacidade semelhante de transporte de passageiros, porém o tempo de viagem num metrô é a metade do ônibus! O que é mais interessante para o passageiro? Percorrer 32km em 1 hora e meia no BRT ou 45min no metrô?

  4. Esquecem também da poluição que os ônibus geram, comparados aos sistemas elétricos sobre trilhos. E o problema mais severo, na minha opinião, como usuário da via, é o impacto das obras, sem a construção prévia de alguma alternativa de escoamento de tráfego rodoviário paralelo. Quem depende da via vai sofrer muito até a conclusão das obras no trecho. O Rio de Janeiro está fadado ao caos!!!

  5. DUVIDO que a TRANSBRASIL se FOR FEITA ficará pronta ano que vem, rs,rs. Já passei da idade de acreditar em papai noel e em políticos.
    BRT não é transporte de massa, e não vai resolver nosso problema de transporte público. É apenas um paliativo que até 2016 já estará muito defasado. A Baixada foi esquecida, ninguém fala disso, somos os que mais sofrem nisso tudo.

  6. O Transcarioca tem 39 km, leva 180.000 passageiros e o povo reclama de superlotação, sinceramente, 900.000 passageiros acho difícil.
    Torço muito pra dar certo, amo BRT, não sei que milagre é esse que será feito, pois essa demanda é para metrô.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: