EMTU implanta sistema de laudo virtual para gratuidades

ônibus

Ônibus Metropolitano na região da Baixada Santista onde vai ser implantado o sistema de laudo virtual para passageiros com deficiência que têm direito à gratuidade. Na Grande São Paulo, sistema deve estar disponível em maio.

EMTU implanta Laudo Eletrônico para concessão de isenção tarifária aos deficientes em todas as regiões metropolitanas
Sistema começou no Vale do Paraíba e Litoral Norte, será implantado na Baixada Santista e em maio na Região Metropolitana de São Paulo e de Campinas
ADAMO BAZANI – CBN
A partir desta quinta-feira, dia 25 de abril, a EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – implanta na Região Metropolitana da Baixada Santista o Sistema de Emissão de Laudo Médico Eletrônico para que passageiros com deficiências tenham isenção tarifária. Em 60 dias, todas as unidades de saúde da região devem estar aptas para emitirem os laudos e interligadas.
O sistema já foi implantado no Vale do Paraíba e Litoral Norte e no mês de maio é a vez da Região Metropolitana de São Paulo e da Região Metropolitana de Campinas.
De acordo com a EMTU, o laudo virtual agiliza o processo de concessão do benefício de gratuidade ao passageiro e melhora o atendimento.
A empresa informa, por sua assessoria de imprensa, que com o sistema de Laudo Virtual, o funcionário do Centro de Atendimento ao Passageiro digita o número do Laudo Eletrônico e com os dados do usuário pode emitir o documento que garante a gratuidade em cerca de dez minutos.
As informações do Centro de Atendimento vão ser disponibilizadas às Secretarias Municipais de Saúde que podem monitorar as doenças e problemas mais comuns em cada região. Assim, o sistema ajudará no gerenciamento e integração do atendimento do setor de saúde e não apenas nos transportes.
“Esta nova ferramenta é uma grande conquista nas áreas da saúde, cultura, educação, segurança, comunicação e vai ser também nos Transportes metropolitanos. Vamos melhorar o atendimento e direcionar recursos financeiros e de pessoal para onde a demanda é maior”, destaca Sidneia Aparecida dos Santos, Chefe do Departamento dos Passageiros Especiais em nota à imprensa.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

3 comentários em EMTU implanta sistema de laudo virtual para gratuidades

  1. Amigos, boa noite

    A verba desse laudo virtual, seria muito mais bem útil se aplicada na fiscalização dos Buzões intermunicipais, proporcionando a esses usuários especiais (PNE´s) condições mais seguras e dignas de transporte.

    Esse marketing de laudo virtual é muito moderninho para a EMTOSA, a qual tem muitos problemas
    primários na operação que merecem uma fiscalização virtual, ai sim.

    Que tal duas câmeras digitais de alta definição, em cada garagem, esta pequena ação, daria um grande ganho para manter nas ruas, Buzões em condições corretas de operação.

    Se as câmeras forem focadas para as oficinas, ficará mais fácil ainda, pois poderá ser checado virtualmente a periodicidade da manutenção dos 990 e dos 994 da vida.

    Ai sim, mas por ora vamos primeiro cuidar do arroz e feijão do dia a dia da realidade dos Buzões intermunicipais.

    Att,

    Paulo Gil

  2. Ewerton Santos Lourenço (Guarulhos) // 25 de Abril de 2013 às 16:00 // Responder

    Como eu sou PNE Visual com Baixa Visão em virtude do Albinismo, o que eu tenho a dizer da EMTU a esse aspexcto é: FALA MUUUUIIIITTTTOOOOO

    O que tem ser revisto de fato, é o Decreto 34.753/1991 que o Governador Luiz Fleury FDP criou; onde diz “O BENEFICIO DE GRATUIDADE SÓ PODE SER CONCEDIDO AO PORTADOR MEDIANTE A IMCAPACIDADE AO TRABALHO; OU SEJA SE O PNE EXERCER ATIVIDADE REMUNERADA COM REGISTRO NA CTPS; ELE PERDE O BENEFICIO DE GRATUIDADE” porquê esse Conceito para a Concessão do Beneficio é acáico demais.

    Então quer dizer que: Para o Estado, a Pessoa Com Deficiência deixa de ser Deficiente quando trabalha?! Você passa a ter o Direito aos Assentos Preferenciais se você tiver a CISPE ou o Cartão BOM Especial?! Sabe o que as ONG’s sobre assuntos relacionados a Inclusão e Acesssibilidade?! “Quando o PCD/PNE trabalha ele passa ser tratado como um trabalhador comum, cabe ao Empregador fornecer o Vale Transporte.” Mas se esqueçem que O VT é um beneficio referente aos Diretos Trabalhistas de uso exclusivo do Trajeto Casa / Trabalho e como fica a Vida Social da Pessoa Com Deficiência?!?!?!

    Esses politícos não sabem o que passamos nas mãos dos Maus Profissionais que trabalham como Motoristas e Cobradores dessas Empresas de Ônibus e Lotações da RTO Gerenciadas pela EMTOSA e SPORCARIA; GUARUPASSE(Guarulhos) etc: Quando você vai a CISPE inclusive, a Unidade do Tatuapé é um verdadeiro descaso com o Todos PNE’s, o despreparo é tanto que emitiram o meu Cartão BOM Especial Sem Acompanhante, sendo que na Documentação o meu CID: H 54-2 está prescrito para emitir COM ACOMPANHANTE!!

    Recentemente, eu tive o Cartão BOM roubado acidentakmente e pelo o Motivo de estar trabalhando registrado tive o direito a 2ª via do Cartão Beneficio de Gratuidade negado, isso porque; ainda estava em prazo de vigencia; eu havia relatado a SECRETARIA DO ESTADO DE SAO PAULO DA PESSOA COM DEFICIENCIA para pedir uma orientação. Me falaram para entrar com Defensoria Publica para conseguir adquirir a 2 via, porém Adamo você sabe como o Nosso Pais, uma andorinha só não faz verão é preciso que todos os PNE’s e Familiares revidinquem por esse direito.Porque os Militantes PNE’s que existem na Politica realmente não estão pressionando o Estado para dar Baixa nesse Decreto Inutil.

  3. Izenildo Soares Cabral // 26 de Fevereiro de 2016 às 15:45 // Responder

    Bom dia, porque a Cidade de Guarulhos não tem ônibus de Piso Baixo igual a Capital de São Paulo, uso moletas e é um absurdo ter que subir 3 degraus para sentar no ônibus, isso quando os motoristas esperam e quando a gente sobe e saem com o carro. Realmente um despreparo para esses motoristas. Muito mal treinados e sem educação.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: