Mauá testa ônibus PADRÃO BRT

ônibus

MAN testa seu modelo inédito articulado na empresa Leblon em Mauá. Companhia diz que é seu padrão estudar os veículos mais modernos do mercado para suas renovações de frota. Foto: Adamo Bazani

ônibus BRT

Ônibus é encarroçado pela Caio, modelo Millennium BRT. Padrão da carroceria traz inovações com dispositivos que proporcionam menores ruídos e trepidações. Foto: Adamo Bazani

MAN testa ônibus padrão BRT em Mauá
Veículo é inédito da montadora e traz carroceria Millennium BRT, considerada uma das mais modernas da categoria de urbanos de alto padrão
ADAMO BAZANI – CBN
Um ônibus que chamou a atenção pelo design e pelo porte.
Por onde passava nas ruas de Mauá, na Grande São Paulo, o veículo despertava a curiosidade de passageiros e profissionais da área de transportes.
Assim foram os testes do modelo de padrão BRT (Bus Rapid Transit) com chassi MAN/Volkswagen 26-330 articulado.
Com carroceria Millennium BRT, da Caio, o modelo possui vários destaques: O comprimento é de 19 metros, ante os 18 metros dos articulados mais usados do mercado. Com isso, sem pegar muito mais espaço na via, consegue transportar mais pessoas com maior conforto, garante a fabricante MAN. Entre passageiros sentados e em pé, a capacidade é para 150 pessoas, mais cadeira de rodas e espaço para cão-guia acompanhante de quem possui deficiência visual.
O motor é de 330 cavalos de potência e como diferencial, o engenheiro de marketing da MAN Latin America, Francisco Franciulli, fala dos custos de manutenção e de aquisição e também do conforto ao passageiro:
“Hoje os sistemas de transportes estão cada vez mais modernos, estamos na era dos BRTs (corredores exclusivos de ônibus) e a indústria sabe que o passageiro tem de ser transportado com conforto. O ônibus é eletrônico e foi concebido para transportar com menos impactos e níveis de ruído possíveis. O custo de aquisição é médio e a manutenção dele é uma vantagem econômica, apesar da modernidade do veículo” – disse Francisco Franciulli.
O veículo foi testado pela Leblon Transporte de Passageiros de Mauá.
O ônibus percorreu vias de algumas linhas operadas pela empresa no lote 02 da cidade, como na região central e no Jardim Zaíra.
“A Leblon sempre está atenta ao que há de mais moderno no mercado para suas periódicas renovações de frota. Fazemos pesquisas com fabricantes, vemos lançamentos e hoje a Leblon é uma das empresas no País que tem condições de manter parcerias com montadoras e encarroçadoras. O veículo é robusto, forte e a manutenção dele realmente parece ter um custo bom para seu padrão” – disse Marcos Antônio da Silva, coordenador de manutenção da Leblon.
A empresa de ônibus acrescentou que faz parte de seu padrão de operação estudar no mercado os veículos mais modernos para sua aplicação.
A carroceria Caio traz o modelo inspirado na identidade da empresa, mas atualizado, que demonstra modernidade aliada com praticidade e conforto. As poltronas são feitas pela própria fabricante de carrocerias, o ônibus é computadorizado e a iluminação é com lâmpadas de Led.
Há quatro unidades do MAN-Volskwagen articulado operando no País. A MAN estima ampliar sua participação neste mercado inédito da marca com os mais recentes investimentos das cidades em sistemas de mobilidade.
CAIO ANUNCIA PROPOSTA DE UNIDADE EM BARRA BONITA, EM SÃO PAULO:
A Caio, empresa fabricante do modelo testado em Mauá, espera com os investimentos em mobilidade urbana elevar o nível de produção. Para atender a demanda, a fabricante de carrocerias deve ter mais uma unidade. Uma proposta para a Prefeitura de Barra Bonita, no interior de São Paulo foi apresentada pela indústria, conforme nota da assessoria de imprensa:
“O grupo Caio Induscar assinou uma carta de intenção com a Prefeitura Municipal de Barra Bonita, SP, em abrir uma nova unidade fabril, gerando empregos na cidade e região, e também oportunidades para os atuais colaboradores do Grupo.

A cidade foi escolhidapor propor um pacote de benefícios que viabilizam o projeto, como disponibilidade de mão de obra, benefícios fiscais e área para instalação da planta.

No dia 23 de abril, terça-feira, a Prefeitura recebeu uma comissão formada por diretores e gerentes do Grupo Caio Induscar, que apresentou uma proposta para todos os vereadores da Câmara Municipal, a ser votada posteriormente, com as necessidadesdo Grupo, no processo de instalação da empresa, e os resultados para o município.

O objetivo principal é aumentar a capacidade de produção de carrocerias de ônibus da fabricante Caio Induscar, iniciandoa nova planta com uma projeção de 200 colaboradores,com potencial para chegar a 500, dependendo da demanda do mercado nacional e internacional de ônibus. O investimento estimado é de 25 milhões de reais.

Esta semana,o Grupo Caio Induscar anunciou também um investimento de 30 milhões de reais na cidade de Botucatu, SP, em um novo Complexo Industrial.”

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

19 comentários em Mauá testa ônibus PADRÃO BRT

  1. Prezado ADAMO BAZANI esse Veiculo possui a pintura do Sistema de Recife voce sabe se ele vem realmente para Recife

  2. ficou lindooooooooooo esse MillBRT, espero que chegue logo por aqui para fazer os testes, bela foto!

  3. Muito bonito mesmo o carro , pelo o que estou vendo esta começando a caça ao BRT aqui em Recife , caro ADAMO BAZANI obrigado por nos conceder essa grata surpresa !!

  4. É para impressionar os empresários e assim eles comprar o Millennium BRT! Assim como existem mais deste em testes em outras cidades e com a pintura do sistema de transporte responsável.

  5. Amigos, boa noite

    As portas do lado do piloto desse Marcopolo BRT, ah não, Caio (parecidos não?), foram utilizadas em Mauá ?

    Me parece que só poderão ser utilizadas em plataforma um pouco mais elevadas, estou certo ?

    É Mauá, um Buzão desse por ai; só mesmo em teste boca livre, é uma pena; afinal os articulados
    depois de usados no Paraná, ainda dão meio caldo por ai.

    Att,

    Paulo Gil

    • Complementando.

      Em Barra Bonita ou nas proximidades, vai dar para expedir os Buzões
      pela Hidrovia do Tietê.

      Boa sacada da CAIO.

      Mas não esqueçam de melhorar aquele “banquinho”.

      Att,

      Paulo Gil

      • Esse Caio BRT tá usando uma configuração de portas que é exigida no edital de ônibus do Governo de Pernambuco (quatro portas para estação BRT no lado esquerdo para plataforma elevada e três no lado direito com escadas, que é o acesso convencional ou plataforma baixa). As cores dele são do padrão SEI Radial (veículo azul) atual, porém já é prevista mudança para os veículos que irão operar na nova licitação onde as barras verticais amarelo (SEI Alimentador), vermelho (SEI Perimetral) e verde (SEI Interterminal) ficarão no balanço traseiro do veículo, que no articulado seria no balanço traseiro do segundo carro.
        Só venho questionando que a distância dos centros de portas do CAIO acima é a mais comum (a distância das portas 3 e 4 é superior a 1 e 2). Aqui em Recife, porém, tenho notado que a distância das portas 3 e 4 é igual a 1 e 2, ou seja, o veículo acima vindo para cá para efetuar algum teste não teria a quarta porta alinhada com a da estação, embora haja torelâncias nos espaçamentos, mas viria uma boa discrepância.

      • Rai, bom dia

        Obrigado pela explicação, gostei, eu nem tinha reparado que do lado do piloto são 4
        portas, interessante esse projeto ai de Recife.

        Aqui em Sampa vieram uns trens “sucatas” da Espanha que os mesmo tinham 2
        portas por carro e observei que para o nosso volume de passageiros o ideal são 4 portas
        por carro.(não sei se esses trens ainda circulam)

        Gostaria de utilizar um Buzão ai em Recife com essa configuração para
        ver o resultado na prática; me parece interessante.

        Valeu Rai e desejo uma licitação na paz para vocês ai em Recife.

        Abçs,

        Paulo Gil

      • Eu não diria interessante a adoção de três portas no lado direito porque aqui o corredor ironicamente vai do TI/Estação Metrô Camaragibe até a Av. Guararapes, centro da capital, passando pela Av. Conde da Boa Visa, foi limitado pelo Governo Estadual a Praça do Derby, pouco antes do começo da Av. Conde da Boa Vista. Esta avenida tem um corredor de ônibus no sistema convencional que seguiu o resto do corredor, foi feito bem depois. O problema é que devido a má distruibuição de linhas e nós usamos o SEI para centralizar e direcionar linhas, mesmo este em ampliação, o centro do Recife continua com várias linhas vindo de bairros afastados. Por conta disso, ainda que haja uma diminuição de ônibus por conta dos articulados que irão operar no corredor Leste-Oeste dentro do conceito BRT, não há certeza se farão estações BRT entre as paradas convencionais na Boa Vista que evitaria uma enorme migração na Praça do Derby para efetivamente chegar ao centro. Em função disso, as três porta no lado direito servirão para várias coisas como atuar em TIs que não sofreram adequação (plataforma elevada e acesso pelo lado esquerdo) para receber o ônibus BRT; se a Av. Conde da Boa Vista não tiver estação BRT, poderão, forçar uma breve saída do conceito BRT usando as paradas convencionais do corredor cujo acesso é pelo lado direito, mas traria prejuízos isso. Fora isso, só o fato da falta de melhor ordenação das linhas de subúrbio que transiitam no centro, poderia ser limitadas via novos TIs que passariam a trazer o público por articulados e assim reduzindo a quantidade de ônibus, o BRT mesmo na faixa exclusiva do corredor se chegar a Av. Guararapes, entraria num congestionamento de ônibus nos horários de pico, o que não é interessante para o conceito. As três portas no lado direito, para mim, são para tapar buraco, pois mostram a atual deficiência do sistema e demora em tomar medidas para o BRT chegar ao centro da capital sem grandes perdas de tempo.

        Sobre a licitação, são duas: as dos lotes para empresas operarem; as dos ônibus BRT, pois o Governo ciente que as empresas de carroceria podem levar até seis meses para entregar os veículos, não quer esperar muito pela licitação de lotes, querendo se adiantar a compra dos veículos que depois, parece, seriam revendidos para quem ganhasse os lotes onde terá BRT. Acho essa medida um erro por vários motivos. Só viria sensatez nessa operação se o próprio governo fosse via empresa estatal operar com BRTs no metrô como se vê no metrô daqui por exemplo.

  6. Foi feito algum video dele rodando em maua ?

  7. Ewerton Santos Lourenço (Guarulhos) // 24 de abril de 2013 às 10:43 // Responder

    Pois é, não apenas os Moradores da Cidade de Mauá; como os que visitam e trabalham nela temos a Esperança de um dia temos um Transporte decente!! Do jeito que está atualmente, você toma o ônibus caindo aos pedaços e chega no Ponto final com apenas os parafusos. rsrsrsrs…. O que espero que essa Empresa consiga reveter o panorama da Cidade, porquê é complicado vc pagar um abisurdo na passagen; e ter que viajar numa lata velha. Como tenho acompanhado um pouco pela Internet, a Tendencia é que logo a Leblon conquiste o seu espaço e a EMTU conceda ela de operar as Linhas Intermunicipais que eram administradas pelo Monopolio do Titio Baltazar & CIa Ltda. Querem unir a Leblon com as Empresas já existentes, essa ideia do Donizete Braga é tipica de quem não quer ver a Cidade crescer como um todo; ele quer é melzinho na chupeta isso sim!!!! As suas Empresas são boas que elas tem o ISO é o ISO17171 abraços a todos.

    • ATE ONDE EU SEI AS LINHAS DA INTERMUNICIPAIS Q A EAOSA OPERA ENTRARA EM LICITAÇÃO SENDO Q A VERA DISPUTAS DE EMPRESAS.
      E NÃO A EMTU DARA O CONCEITO DE OPERAR PARA A EMPRESA Q TEM ISO SEI LA DAS QUANTAS OU Q TEM MAIS TEMPO NO MERCADO!!!
      E LICITAÇÃO MEU JOVEM OU SEJA VENCE A QUE DER O MENOR PREÇO E A QUE TIVER MAIS CAPACITADA

  8. NA BOA AXO Q O BAZANI SO POSTO ESSE COMENTÁRIO PQ ESSE CARRO ESTA FAZENDO TESTE PELA LEBLON.
    OU SEJA ELE DEVE LEVA UM QUALQUER DA LEBLON SÓ PODE NESSE BLOG DELE ELE SÓ FALA DA LEBLON.
    NÃO VEJO ELE FALANDO DE MAIS NEM UMA EMPRESA DO ABC..
    SERA Q SÓ EXISTE A LEBLON NO GRANDE ABC ???
    TEM MUITAS OUTRAS EMPRESAS NO ABC Q EU TENHO A CERTEZA Q E BEM MELHOR Q A LEBLON E NAUM VEJO ELE FAZER NEM UMA MATÉRIA SOBRE ELAS POR EXEMPLO A METRA E UMA ÓTIMA EMPRESA PQ NÃO FALAR DELA ???
    SERA QUE E PQ ELA NUM DA UMA AJUDA DE CUSTO PRO BAZANI ????
    QUAL SERA O PACTO Q ELE TEM COM A TAO ILUSTRE VIAÇÃO LEBLON

    • Caro leitor. Sugiro que você acompanhe melhor o Blog antes da fazer suas críticas. Por exemplo, sobre a Metra. Você leu a matéria sobre o transporte público como uma das alternativas de solução para a poluição? Lá eu falo da Metra. Sobre a troca de ônibus em Diadema, você leu? Sobre os investimentos das empresas de Santo André no Bilhete Único, você leu? Sobre as renovações de frotas das empresas rodoviárias, você leu?
      Tenho certeza que não. E mais, qual o problema de eu falar de um teste feito pela Leblon? Isso te ofendeu?
      Na boa (como você mesmo gosta de falar), critique a vontade, mas com embasamento.
      Ah, sim, não preciso de ajuda de custo.
      Abraços e continue nos acompanhando (mas acompanhando tudo tá!)

  9. Acredito que a Leblon vai se candidatar sim as linhas intermunicipais e pode ate ganhar e outra numa futura compra ela pode sim trazaer esses brts

  10. elias carneiro da silva de Curitiba paraná // 10 de julho de 2013 às 03:19 // Responder

    A migo Alem da Metra Temos Uma Grande Empresa no ABC Paulista A Breda que é cheio de Tecnologia , e este Cara só Fala de Leblon,bazani a í tem Coisa,, Quero dizer que não existe a viação cidade de Mauá e a Viação Estrela de Mauá e outras muito acima,, de Leblon-bazani

    • SENHOR ELIAS……FAVOR LEIA A MATÉRIA SOBRE O DIA DE AÇÃO DE GRAÇAS DA BREDA, NA QUAL EU ENTREVISTO O CONSTANTINO.

      CRÍTICAS EU ACEITO, MAS ANTES DE CRITICAR, FAVOR SE INTEIRAR DE FATO DO CONTEÚDO DIVERSIFICADO DO BLOG E SE FOR CRITICAR, FAÇO-O COM CONHECIMENTO E NÃO MAIS COM ILAÇÕES VAZIAS E MANIQUEÍSTAS COMO VOCÊ, POR NÃO SEI QUAL INTERESSE, TEM SE COMPORTADO.

      CRITIQUE SIM, MAS SAIBA ANTES DE CRITICAR, CASO CONTRÁRIO, SEUS COMENTÁRIOS CONTINUARÃO VAZIOS E DESPROVIDOS DE ARGUMENTO COMO SEMPRE O FORAM.

      OBRIGADO.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: