Trem do Forró terá de dar lugar ao BRT

ônibus

Sistema de ônibus em Caruaru deve ter capacidade de atendimento ampliada sem io aumento da frota com o BRT que deve seguir o mesmo trajeto do apelidado trem do forró. Reprodução: Diário de Pernambuco.

Trem de Caruaru dará lugar ao BRT
Prefeitura acredita que sistema de ônibus trará uma reformulação urbanística na região
ADAMO BAZANI – CBN
O tradicional Trem do Forró, o trem que liga as regiões Leste e Oeste de Caruaru, em Pernambuco, deve dar lugar a um sistema de BRT – Bus Rapid Transit – corredores de ônibus modernos com embarque no mesmo nível do assoalho dos veículos, maior acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida, mais informações aos passageiros e possibilidade de pré-embarque, que é o pagamento da tarifa antes mesmo da chegada do ônibus, o que diminui o tempo de embarque nas estações.
A decisão da prefeitura de Caruaru é para ampliar o atendimento ao passageiro e dinamizar os serviços de transportes pela maior flexibilidade de os ônibus saírem dos corredores ou mesmo serem alimentados por veículos de menor porte.
À reportagem de Tânia Passos, do Diário de Pernambuco, cujo vídeo você confere abaixo, o secretário de projetos especiais, da prefeitura de Caruaru, Paulo Cassundé Júnior, disse que o BRT não vai apenas ser uma obra de transportes, mas permitirá a reurbanização e revitalização do local a ser atendido pelo corredor. Isso por causa de uma característica peculiar do BRT que é sua integração com a paisagem urbana, sem criar impactos urbanísticos que criem grandes estruturas de concreto ou pilastras muito altas, prejudicando a visibilidade e cortando áreas abertas.
O BRT deverá percorrer os 13,5 quilômetros correspondentes à extensão da linha do trem e terá um custo de R$ 250 milhões.
Hoje a cidade de Caruaru tem 1 milhão 460 mil 748 passageiros transportados por mês em 81 ônibus. A frota de carros é de 126 mil veículos e a população é de 325 mil habitantes,o que significa uma média de um carro para 2,4 pessoas, não muito atrás de cidade de porte maior. Com o BRT, a expectativa é aumentar a capacidade de atendimento com uma redução de frota, já que, em espaços exclusivos, os ônibus conseguem desenvolver maior velocidade e menos veículos podem fazer mais viagens.
O município é o primeiro do agreste a ter um corredor do tipo BRT e para as obras serão usados recursos do PAC 2 – Programa de Aceler
ação do Crescimento.
O projeto executivo do corredor de ônibus deve ser finalizado em 90 dias e as obras devem ser concluídas em 2014.
Confira a vídeoreportagem de Tânia Passos, do Diário de Pernambuco.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

3 comentários em Trem do Forró terá de dar lugar ao BRT

  1. Amigos, boa noite

    Sou literalmente contra tirar o trem do forro para dar lugar a um BRT, muito
    provavelmente movido a diesel.

    O trem do forro é uma tradição que faz parte da cultura de Caruarú e do nosso país,

    Utilizem a malha ferroviária já existente e façam um metro de superfície ou um VLT e quando
    da data de passar o Trem do Forro, deixem a linha reservada para ele.

    Povo de Caruarú não permitam tal barbaridade, lutem pela manutenção da tradição cultural do Trem do Forró.

    Sou paulistano, adoro ver as reportagens do Trem do Forró; espero ir ai antes dessa atrocidade cultural.

    VIVA O TREM DO FORRÓ – ABAIXO O BRT DE CARUARÚ

    Att,

    Paulo Gil

    • Sergio Santo André // 14 de Março de 2013 às 13:39 // Responder

      Concordo com você Paulo, ainda mais por que conheço Caruarú desde a minha infância. Já que haverá utilização de recursos federais do PAC, por que não utilizar a estrura existente e criar uma linha de metrô ??? Ou mesmo incentivar o turismo, como o caso do trem do forró, e retornar as viagens de trem pela região, e cuja malha ferroviária é interligada à capital Pernambucana, Recife. Parece ser melhor destruir do reconstruir um patrimônio.

  2. Apesar de não gostar de forró, acho um retrocesso tirar trem para colocar ônibus. Para mim trem é que é transporte do futuro. Afinal o BRT é um projeto de 40 anos atrás, como pode ser futurista?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: