Aumento da passagem de ônibus em Curitiba

ônibus

Tarifa de ônibus em Curitiba sobe para R$ 2,85 nesta quinta-feira. Aos domingos valor passará para R$ 1,50. Circular-centro custará R$ 1,70 e Linha Turismo R$ 29,00. Polêmica entre Governo do Estado e Prefeitura de Curitiba continua em relação a subsídios.

Passagem em Curitiba vai ser de R$ 2,85
Valor foi definido pela Urbs e já passa a vigorar na quinta-feira, dia 14 de março
ADAMO BAZANI – CBN
A partir desta quinta-feira, dia 14 de março, a tarifa de ônibus em Curitiba e nos 13 municípios que compõem a RIT – Rede Integrada de Transporte – passa dos atuais R$ 2,60 para R$ 2,85.
A tarifa técnica, segundo a Urbs, que representa os reais custos do sistema por passageiro será de R$ 3,13, contanto as integrações com os serviços metropolitanos.
O valor foi definido pela Urbs – Urbanização de Curitiba S.A., autarquia que gerencia os transportes na capital e região metropolitana.
O reajuste foi estipulado nesta terça-feira, dia 12 de março, depois do acordo entre motoristas e cobradores e empresas de ônibus quanto ao reajuste salarial e de benefícios da categoria.
Os funcionários dos transportes coletivos tiveram 10,5% de aumento nos salários. O salário de motorista foi de R$ 1503 para R$ 1660 por mês e o de cobrador passou de R$ 845 para R$ 933 mensais. A categoria conseguiu 50% de aumento no valor do auxílio alimentação, que passou para R$ 300 por mês e mais um abono salarial de R$ 300 a ser pago ao longo do ano.
Com o acordo, foi descartada a greve de motoristas e cobradores de ônibus de Curitiba e região metropolitana.
Apesar de não ser o único fator que define o valor das tarifas, o piso salarial da categoria é um dos principais itens de custos do sistema dos transportes.
TARIFAS AOS DOMINGOS E OUTROS VALORES:
A domingueira, que é a tarifa paga no sistema aos domingos também aumenta de preço e passa de R$ 1 para R$ 1,50.
Já a passagem da linha Turismo, que permite visitação aos principais pontos turísticos de Curitiba em ônibus de dois andares com o segundo pavimento aberto, passa de R$ 27,00 para R$ 29,00.
A linha Circular Centro, que percorre as principais vias da região da cidade, passa a ter tarifa de segunda a sábado de R$ 1,70.
INDISPOSIÇÃO CONTINUA:
A definição dos novos valores de tarifas de ônibus em Curitiba e Região Metropolitana não acaba com as polêmicas entre o Governador do Paraná, Beto Richa, e o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet.
Os ânimos se acirraram quando o governador disse que não vai renovar em maio os subsídios que eram usados para diminuir os impactos dos custos nos reajustes tarifários e para auxiliar na manutenção das integrações entre a capital e os ônibus da região metropolitana.
Richa disse que nunca o sistema de transporte urbano precisou de ajuda do estado, com exceção de agora, e que ele estuda reduzir o valor do ICMS – Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços sobre o diesel usado nos ônibus.
Fruet rebate e diz que a medida é insuficiente e que tentará, nem que seja por meios jurídicos, que o estado participe do financiamento de parte dos transportes, em especial em relação às integrações, que não beneficiam somente a capital, mas várias cidades do estado, em especial, da região metropolitana.
Após o fim dos subsídios, a diferença entre a tarifa técnica e a tarifa cobrada pelos passageiros deve ser coberta pelas prefeituras da região metropolitana, se não forem encontradas outras formas de custeio.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

4 comentários em Aumento da passagem de ônibus em Curitiba

  1. Isso é uma palhaçada, aumentam o valor da passagem, mais os Ônibus que é bom nada, eu pego a linha ligeirinho bairro novo e é insuportável, de manhã lotado, a tarde lotado, e o pior que a tarde ficamos mais de 30 min esperando no tubo da kennedy, tem dias que o tubo não suporta a quantidade de gente, muito menos o ônibus…O PREFEITO AUMENTA OS ÔNIBUS AI VAI……………..

  2. Este Prefeito esta se aproveitando da situação, algumas cidades da região Metropolitana não estão na Rede Integrada de Transporte e a passagem não custa R$ 4,20, isto é jogada política, é brinca com o povo, é palhaçada, liberem transporte alternativo como existe em outras grandes capitais do pais como Rio e SP e veremos se a passagem vai as alturas. Posso até estar falando besteria mas ha muitos outros falando mais besteiras por ai.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: