Curitiba discute tarifa com população antes do aumento

Urbs

Transparência. Antes de aumentar as tarifas de ônibus em Curitiba e Região Metropolitana, Urbs vai realizar audiência pública para explicar planilhas para a população e receber sugestões.

Urbs discute com sociedade aumento da tarifa de ônibus
Gerenciadora dos transportes em Curitiba e nos municípios da região metropolitana vai apresentar custos do sistema e receber sugestões em audiência pública
ADAMO BAZANI – CBN
A situação financeira do sistema de transportes de Curitiba e dos municípios que formam a RIT – Rede Integrada de Transporte tem apresentado problemas e a Urbs – Urbanização Curitiba S.A., gerenciadora dos serviços, já acumula déficits na ordem de R$ 100 milhões.
Dotado de corredores modernos do tipo BRT – Bus Rapid Transit, estações-tubo que permitem embarque rápido e acessível e oferecendo integrações por tempo e número de linhas indeterminados, o sistema de Curitiba e municípios vizinhos demonstra a necessidade de equilíbrio entre as receitas e as despesas.
Hoje a tarifa paga pelo passageiro é de R$ 2,60. Mas a tarifa técnica, que representa os custos reais dos serviços por passageiro, é de R$ 2,89. Com o aumento do preço do óleo diesel e de outros encargos das empresas de ônibus, a tarifa técnica deve passar para R$ 2,99.
Assim, será inevitável um reajuste do valor das passagens de ônibus.
Mas diferentemente do que ocorre na maior parte das cidades brasileiras, antes de aplicar o reajuste, a Urbs vai apresentar planilhas e discutir o tema com a sociedade.
Para isso, na próxima sexta-feira, dia 22 de fevereiro, será realizada audiência pública, aberta para todos, portanto, na qual a Urbs vai apresentar planilhas de custos, revelar os passos das negociações com as empresas de ônibus, receber sugestões e as reivindicações dos trabalhadores na área de transportes.
Devem fazer parte da reunião o Setansp, que representa as empresas, o Sindimoc, sindicato dos motoristas e cobradores, Sindeesmat, dos trabalhadores dos setores de administração e manutenção das empresas de ônibus, deputados, vereadores diversas entidades da sociedade civil.
Serão distribuídos convites para órgãos estudantis, faculdades e universidades, OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, Ministério Público, Federação do Comércio, Associação Comercial, Tribunal de Contas, Associação dos Usuários dos Transportes Coletivos, entre outros.
A Urbs também aguarda a manifestação do governador Beto Richa sobre a manutenção dos subsídios ao sistema, para que de certa maneira, toda a sociedade contribua com um serviço que beneficia a todos, não só os passageiros, pois ajuda na redução de problemas como trânsito e poluição.
Os subsídios têm garantido parte das gratuidades e das integrações. Pelo mesmo valor, no sistema de estações-tubo e nos terminais, os passageiros podem usar quantos ônibus por tempo ilimitado, sendo o benefício mais amplo que o Bilhete Único dentro destes espaços.
Uma das preocupações é quanto às integrações entre os ônibus municipais de Curitiba e os metropolitanos com destino às cidades adjacentes.
A audiência pública vai ser realizada nesta sexta-feira, dia 22 de fevereiro, às 14 horas, no auditório do Mercado de Orgânicos, no Mercado Municipal de Curitiba.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transporte

1 comentário em Curitiba discute tarifa com população antes do aumento

  1. Amigos, boa noite.

    Quem arrumou esse abacaxi do déficit de R$ 100 milhões que o descasque.

    Agora querem a opinião da sociedade e demais instituições, ninguém tem nada com isso.

    Não há milagres.

    Por exemplo: O pneu do Buzão dura “X” mil quilômetros e pronto, não dá para rodar
    “X” + 1 Km; portanto…

    A atividade empresarial não tem finalidade filantrópica e sim de obter lucro.

    Enquanto utilizarem a filosofia do cobertor curto (cobre a cabeça descobre o pé;
    cobre o pé descobre a cabeça) essa conta não vai fechar.

    Depois do aumento do Diesel, não há como escapar do aumento da tarifa.

    É a mesma coisa, não foi necessário aumentar o Diesel; pois é, agora chegou a vez
    de aumentar a tarifa do Buzão.

    Todo mundo já viu esse filme, e no final eles viveram feliz para sempre.

    Afinal, inflação é mania nacional.

    Alguém já observou o quanto aumentou a conta do supermercado ??

    Pois é:

    Mais uma previsível…

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: