Corredores de Ônibus e Arco do Futuro são principais temas para revisão de Plano Diretor de São Paulo

ônibus

Prefeitura de São Paulo promete maior participação popular na revisão do Plano Diretor Estratégico de 2002, que precisa ter uma nova versão agora em 2013. A necessidade da população por maior malha de corredores de ônibus e o projeto Arco do Futuro devem ser os principais temas das audiências públicas. Foto: Folha/Uol

“Arco do Futuro” e corredores der ônibus são alguns dos temas para revisão de Plano Diretor
Readequação do plano deve ter participação popular em seminários temáticos e audiências públicas
ADAMO BAZANI – CBN
A prefeitura de São Paulo promete uma maior participação popular na revisão do PDE – Plano Diretor Estratégico, que deve ser realizada este ano e contempla as principais ações previstas para a cidade, quanto ao desenvolvimento, obras e ocupação do espaço urbano.
O plano de 2002 tem de ser revisto pelo prazo legal e deve ter uma nova versão concluída neste ano.
O processo será feito em etapas, de acordo com a prefeitura. Passarão por revisão o Código de Obras, a Lei de Parcelamento e Uso do Solo e também serão elaborados os planos regionais e de bairros que devem ser concluídos em 2014.
Para isso, a Prefeitura vai realizar uma série de encontros, palestras e audiências públicas.
Inicialmente, serão realizados seminários públicos com representantes das secretarias, da sociedade e de especialistas para a revisão temática do Plano de 2002. Em seguida serão feitas discussões em 31 subprefeituras e a apresentação das propostas.
Antes de o Plano ser submetido à votação na Câmara dos Vereadores, a minuta ficará disponível para consulta pública.
Entre os pontos que mais devem ser abordados nas audiências públicas estão os corredores de ônibus na cidade de São Paulo e a promessa de Fernando Haddad, quanto ao “Arco do Futuro”.
Os corredores de ônibus têm virado assunto primordial na agenda das discussões da população. Os moradores e quem trabalha na cidade, mesmo habitando em municípios próximos, sabem que por mais que haja a necessária expansão metroferroviária é necessário melhorar o sistema de ônibus. Alias, o crescimento da rede de trilhos pede concomitantemente a priorização para os ônibus no espaço urbano. Afinal, uma malha de metrô e trens só atenderá plenamente a população de toda a cidade se houver um serviço de ônibus que leve a população ao sistema metroferroviário com qualidade e rapidez e que também consiga reduzir a lotação destes sistemas. E para isso, os corredores de ônibus são considerados as alternativas mais interessantes, eficientes e economicamente inteligentes em relação a modais mais caros cuja velocidade e capacidade de transporte maiores não são tão vantajosas em relação aos custos muito superiores.
Os corredores de ônibus se encaixam nas discussões do Plano Diretor Estratégico também pelo fato de ser uma forma inteligente de ocupação do espaço urbano. Um ônibus poupa muita área na cidade se comparado com o uso do automóvel. Enquanto num comprimento de 13,2 metros um ônibus pode transportar der 80 a 90 pessoas, seriam necessários 45 carros de passeio que comprometeriam 189 metros para levar a mesma quantidade de pessoas, levando em conta que na maior parte das vezes, os carros na cidade andam com no máximo duas pessoas.
No entanto, quem usa o carro só deixará o transporte individual se o ônibus tiver qualidade e velocidade para chegar ao centro da cidade ou mesmo até uma linha de trem ou metrô.
Nas audiências públicas, novas propostas de corredores, novos itinerários, extensões dos espaços para ônibus e desapropriações para as obras serão alguns dos assuntos relacionados ao tema.
Já o Arco do Futuro é uma questão que deve levantar polêmica. Um dos principais projetos do prefeito Fernando Haddad durante a campanha promete reorganizar a cidade a partir da geografia dos rios, onde estão localizados pólos de geração de emprego e renda, linhas de transportes que se tornam os principais acessos para quem mora em áreas mais distantes e onde também pode haver áreas de lazer.
De acordo com especialistas, é preocupante qualquer ação que possa resultar em mais impermeabilização das margens dos rios, com maior adensamento, sendo que as várzeas devem ter o espaço respeitado e serem menos ocupadas.
A apresentação do plano pronto sobre o Arco do Futuro sem a participação popular na sua elaboração também foi criticada em audiência pública na Câmara dos Vereadores de São Paulo, nesta terça-feira, dia 19 de fevereiro.
No dia 08 de março, a promotoria de Habitação e Urbanismo, do Ministério Público, vai realizar uma audiência pública sobre participação popular na gestão da cidade.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

3 comentários em Corredores de Ônibus e Arco do Futuro são principais temas para revisão de Plano Diretor de São Paulo

  1. Sem dúvida alguma o transporte de massa tem que ter um meio de transporte compativel.
    No caso do modelo metroferroviário, sua eficiência torna-se maior na media em que a rede de alimentação e redistrição seja adequada. Mas é importante lembrar que os veículos pesados sobre trilhos exigem estações com distância maior entre elas, variando, mas sempre próxima ou acima de 1km. para que alcance maior velocidade e depois tenham espaço suficiente para frenagem.
    Assim, dependem dos onibus para diminuirem as distâncias de locomoção dos usuários com o/d entre as estações ou espaços adjacentes, de forma integrada e/ou espaço para estacionamento para veiculos diversos inclusive bicicletas.
    No sistema BRT/VLP ou VLT, as distâncias podem ser menores que 1 km., podendo objetivar pontos com maior volume de passageiros/horários/itinerários, entre outras alternativas, devido sua versatilidade, mas também dependerão da capilaridade de alimentação e redistribuição dos passageiros.
    Então, se pensarem apenas no modelo troncal e esquecer dos complementos assessorios, necessários ao conforto e eficiência dos transportes, não tirarão os automoveis das avenidas.

  2. Amigos, boa noite

    Muito legal a participação da sociedade, mas será mais legal ainda se houver ampla divulgação,
    com antecedência a data da aidiência..

    Entendo que de imediato a questão dos corredores pode ser resolvido como foi feito no corredor da Av. Vital Brasil ( só faixas, placas e tachões); devendo se preocuparem com problemas mais simples e graves, tais como:

    Eliminar linhas em zig zag, criar linhas de alimentação do sistema metroferroviário com micro/micrão, eliminar as catracas, eliminar o Buzão de Degrau Interno ALTO e a sobreposição de linhas (ex. 8700-23 recém criada).

    Obs.: O corredor da AV. Vital Brasil foi uma sugestão Paulo Gil.

    Nossos corredores nos atuais moldes são horríveis, muito farol, e sem um ralão nos pontos para evitar que os passageiros tomem chuva e água espirrada pelo Buzão (quem quiser comprovar é
    só embarcar na plataforma centro bairro do corredor Rebouças (Av. Brasil x Av. Rebouças) quando estiver chovendo.

    Resolvido os problemas básicos,ai sim voltem a pensar num corredor, mas com um projeto moderno.

    Outro ponto básico é tirar o “Linguição” de operar em Ruas como a Tabapuã e outras mais; é um BUZÃO muito grande para operar numa rua muito pequena será que ninguém vê isto ou é só marketing mesmo..

    E o edital de licitação de 2013, será publicado no próximo dia 25.02.13 ?

    Alguém tem novidades ?

    No aguardo, esse eu quero ler, assim espero né.

    Adamo, dá uma força, linka o Edital/2013 aqui no Blog.

    Att,

    Paulo Gil

  3. Paulo Gil
    Voce enxergou correto o bi-articulado da linha 5119 esguiando-se entre as faixas de transito, e ocupando as tres faixas na hora da conversão da Tabapuã para a Av. São Gabriel.
    Não creio que houve planejamento para o uso de tal veiculo por aquele itinerário.
    Na faixa da Vital Brasil (parabens pela ideia e sugestão) também faltou capricho pois, diminuiram de 4 para 3 o número de faixas em frente a Faculdade, causando confusão até hoje para quem delas se utilizava.
    Concordo com voce que as mudanças devam ter sua audiência informada com antecedência para que possamos comparecer.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: