Alckmin e Haddad anunciam parcerias para área de transportes

onibus

Alckmin e Haddad estabeleceram um grupo de trabalho de ação conjunta entre Estado e município e assinaram uma série de parcerias. Governo se comprometeu a estudar a ampliação do Bilhete Único Mensal para o Metrô e a CPTM. Também foi assinado um convênio de cooperação técnica para o corredor de ônibus Perimetral Leste, que vai facilitar a ligação entre o ABC e Guarulhos, pelo terminal São Mateus, do Corredor ABD, operado pela Metra. Foto: Adamo Bazani.

Alckmin e Haddad anunciam parceria para transportes
Entre os compromissos estão estudo do Bilhete Único Mensal na CPTM e no Metrô e corredor de ônibus que vai ligar o ABC a Guarulhos
ADAMO BAZANI – CBN
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito, Fernando Haddad, se reuniram na manhã desta terça-feira, dia 22 de janeiro, para firmarem um grupo permanente de trabalho com o objetivo de desenvolver ações e estratégias em conjunto entre o município e o Estado.
O grupo terá reuniões periódicas e será coordenado pelo secretário estadual da Casa Civil, Edson Aparecido, e pelo secretário municipal de Governo, Antônio Donato.
Já nesta terça-feira, foram anunciadas ações práticas em diversas áreas, como construção de mais 20 creches na cidade de São Paulo, ao custo de R$ 46 milhões, criação de 2230 unidades habitacionais orçadas em R$ 140 milhões e convênios nas áreas de segurança pública e saneamento básico.
Em relação à mobilidade urbana, as notícias para os moradores do ABC Paulista são positivas.
Prefeitura de São Paulo e Governo do Estado firmaram um convênio de cooperação técnica para a construção do corredor de ônibus metropolitano Perimetral Leste (Jacu Pêssego). O sistema vai se unir ao Corredor Metropolitano do ABD, operado pela Metra, pelo Terminal São Mateus. Com isso, o deslocamento dos moradores do ABC para Guarulhos e vice e versa será facilitado.
O corredor de ônibus deve ter 24,8 quilômetros de extensão e ser construído em duas fases.
A primeira vai ter 19,6 quilômetros, tendo início no Terminal Metropolitano São Mateus, a partir do Corredor ABD, até a rodovia Ayrton Senna. A previsão é de entrega no primeiro semestre de 2014.
Entre as vias atendidas pelo corredor estão a Avenida Ragueb Chofi e Avenida Jacu – Pêssego.
Os ônibus devem passar a cerca de um quilômetro do Itaquerão, o estádio do Corinthians.
Em nota pela assessoria de imprensa do Governo do Estado de São Paulo, Alckmin disse que mais projetos de corredores na área metropolitana, em parceria com prefeituras, devem ser desenvolvidos e classificou o corredor Perimetral Leste como estratégico
“É uma ligação estratégica, ligando dois grandes terminais de ônibus. Há muitas possibilidades de parcerias na área de transportes metropolitanos”, disse Alckmin.
A via, estilo BRT (Bus Rapid Transit), que deve ajudar a unir as duas cidades está orçada em R$ 137,5 milhões.
BILHETE ÚNICO MENSAL:
Uma das promessas de campanha de Fernando Haddad, o Bilhete Único Mensal, deve ter colaboração do Governo do Estado de São Paulo.
Pela proposta do prefeito Haddad, por R$ 140 por mês, o passageiro poderia usar quantos ônibus fossem necessários.
O Governo do Estado já se comprometeu a estudar a possibilidade da ampliação do Bilhete Único Mensal para o metrô e para a CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

3 comentários em Alckmin e Haddad anunciam parcerias para área de transportes

  1. Dalmo Pereira da Costa // 22 de Janeiro de 2013 às 18:00 // Responder

    Boa iniciativa da Prefeitura com ajuda do Governo de SP. Vamos ver se isso vai sair do papel.

  2. pelo menos esse Haddad está se mobilizando para melhorar o transporte já é algum avanço.. http://onibusbrasil.com/foto/1424894/

  3. Amigos, boa noite

    Esse grupo precisa ser substituído.

    ABC não é prioridade em transporte, lá tem CPTM (desde os tempos da Estrada de Ferro Santos a Jundiaí).

    Prioridade é GUARULHOS, acordem, Aeroporto Internacional e Guarulhos é dos municípios mais importantes da grande São Paulo em termos de renda e populção.

    Por gentileza, não façam ações políticas e sim técnicas em termos de transporte.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: