Mercedes vai dar mais um dia de folga coletiva em SBC

Merces

Ônibus Mercedes Benz. Por conta do desaquecimento do setor de veículos comerciais, Mercedes Benz vai paralisar produção mais uma vez em São Bernardo do Campo. Montadora quer evitar demissões já que espera retomada para o ano que vem. Foto: Adamo Bazani.

Mercedes Benz suspende produção por mais um dia em SBC
Empresa já paralisou linha este ano e quer evitar demissões
ADAMO BAZANI – CBN
A Mercedes Benz vai paralisar a produção na planta de São Bernardo do Campo de ônibus, caminhões e motores na segunda-feira, dia 3 de setembro por conta da queda da demanda por veículos pesados.
São 12 mil operários que terão folga coletiva.
Para tentar enfrentar a retração e evitar demissões, a Mercedes Benz já deu férias coletivas de dez dias em abril, suspendeu a produção em 14 de maio e os operários novamente entraram em férias coletivas entre os dias 21 e 25 de maio.
Também estão em regime especial de afastamento 1,5 mil funcionários que recebem salários mas não estão atuando nas linhas de produção e fazem cursos capacitantes.
A estimativa da Mercedes Benz é que a queda nas vendas de ônibus e caminhões feche o ano em 18%.
Até julho, segundo dados consolidados da Anfavea – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, em comparação com o período de janeiro a julho de 2011, as vendas de ônibus caíram 11,3% com 16 mil 823 unidades, e as de caminhão tiveram queda 17,4% com 81 mil 317 veículos, em 2012.
Além da retração econômica nacional, o setor de ônibus e caminhões enfrenta dificuldades por conta da entrada da nova legislação de redução de emissão de poluentes, o Pronconve P 7 (Programa Nacional de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores) baseado nas normas internacionais Euro V.
Os ônibus e caminhões ficaram menos poluentes mas até 15% mais caros devido às novas tecnologias.
Por conta disso, os empresários anteciparam para o ano passado as renovações de frotas previstas para o primeiro semestre deste ano. Tanto é que 2011 foi recorde para o setor. A própria Mercedes Benz atingiu a produção de 80 mil veículos comerciais entre ônibus, vans e caminhões.
O mercado acredita em recuperação por conta da necessidade de mais renovações e pelo aquecimento provocado pelos setores de obras e de turismo e mobilidade urbana impulsionado por eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas que demandam veículos comerciais.
Por conta disso que a Mercedes tem se esforçado para não demitir, já que a mão de obra será necessária para este momento de retomada.
As plantas da Mercedes Benz de Juiz de Fora – MG e Campinas – SP não vão parar.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

1 comentário em Mercedes vai dar mais um dia de folga coletiva em SBC

  1. a mercedez benz é uma otima empresa creio que não fara demissões..

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: