Greve de ônibus em Ribeirão Preto: Justiça determina frota mínima

Ribeirão Pretop

Ônibus em Ribeirão Preto. Justiça determina 50% de circulação durante a greve dos motoristas e cobradores, frota que deve ser aumentada para 70% nos horários de pico

Greve de ônibus em Ribeirão Preto: Justiça determina frota mínima
Quantidade de ônibus é menor do que empresas haviam pedido em liminar

ADAMO BAZANI – CBN

A desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho, Susana Graciela Santiso, determinou na manhã deste domingo que 70% dos veículos nos horários de pico e 50% nas demais horas circulem durante a greve de ônibus em Ribeirão Preto, no Interior Paulista, que deve ter início nesta segunda-feira, dia 28 de maio de 2012.
Cerca de 100 mil pessoas devem ser prejudicadas.
O Sindicato dos Empregados do Transporte Urbano de Ribeirão Preto – Seturp decidiu pela greve, após recusar a proposta de 6,3% de aumento salarial feita pelo Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Ribeirão Preto e Região – Sincrepass – Urb.
Os trabalhadores pedem reajuste salarial de 15%, aumento no vale-alimentação de R$ 400 para R$ 500 e elevação na Participação dos Lucros e Resultados de R$ 250 para R$ 350 para os motoristas que acumulam dupla função de dirigir e cobrar.
O sistema de Ribeirão Preto possui 640 profissionais que atendem em 340 ônibus.
Os serviços são prestados pelas empresas Rápido D’Oeste, Turb e Transcorp em 104 linhas.
O sindicato que reúne as empresas de ônibus pediu na Justiça circulação de 100% nos horários de pico e 70% nos demais, mas a desembargadora estabeleceu 70% dos ônibus nos horários de maior movimento e 50% nas demais horas.
O cidadão de Ribeirão Preto e Região deve estar atento, mesmo com a determinação da Justiça, para a falta de transportes coletivos a partir desta segunda-feira.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

3 comentários em Greve de ônibus em Ribeirão Preto: Justiça determina frota mínima

  1. RENATA TRINDADE // 28 de Maio de 2012 às 19:21 // Responder

    NADA MAIS JUSTO ESSE ALMENTO SALARIAL, POIS É MUITO DESGASTANTE, MOTORISTA FAZER DUPLA FUNÇÃO MOTORISTA E COBRADOR, EXIGE MUITA ATENÇÃO. TEM QUE PENSAR TAMBEM NOS PASSAGEIROS, ONIBUS MUITO LOTADO PARECE UMA LATA DE SARDINHA, TUDO MUITO APERTADO! PASSAGEM CARA, SENDO QUE PRA VIAJAR CIDADE VIZINHA É COBRADO O MESMO VALOR PARA TRAFEGAR NA CIDADE.

  2. eu acho que os motoristas deveriam ter pagado alguem para asumir o seu posto para que eles possam faser greve e nao para os onibus de ribeirao preto asim eles atrasam pessoas que nao tem nada ver com eles e asim eles so prejudicam, os trabalhadores

  3. maria lucia barbosa // 31 de Maio de 2012 às 09:10 // Responder

    tem k ter greve mesmo o salario e pouco mas sempre ta aumentando as tarifas os ónibus e muito velho princípamente os k fazem a linha ipíranga santa cruz da pena dos motorista e uma falta de humanidade nao tem banheiro nao tem agua cade os srs governante k fica la na porta da empresa pedindo votos eles estão na epóca da escravidão ainda

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: