Empresas da área de Transporte e responsabilidade social

RESPONSABILIDADE SOCIAL

SBCTrans promove encontro para orientar gestantes e aumentar a qualidade de vida das mães e dos bebês.

Empresas do setor de transportes cada vez mais engajadas em causas sociais
Marcopolo com sua Fundação que atende a crianças e demais pessoas carentes distribui cadernos a filhos de funcionários. SBC Trans realiza encontro para orientar gestantes. Leblon ajuda a manter unidade de ensino no Paraná

ADAMO BAZANI – CBN

As empresas estão cada vez mais conscientes de que não basta apenas atuar num ramo de negócios. É necessário assumir a posição do que realmente são: integrantes da sociedade e como tais devem interagir com a comunidade.
Para isso, desenvolvem ações ambientais e sociais com as quais todos ganham: quem precisa de um auxílio, a natureza, o cidadão e as próprias empresas que atuam numa comunidade mais equilibrada, com menores diferenças e pessoas com melhor qualidade de vida, que consomem mais e vivem em condições mais favoráveis, refletindo até mesmo na situação dos cofres públicos.
Algumas companhias atuam em suas comunidades, escolhem entidades para auxiliarem, trabalham junto com o poder público ou começam fazendo a lição de casa, ajudando as famílias dos próprios funcionários.
O intuito não é apenas conseguir o chamado “desconto nos impostos”, pois muitas ações nem isso geram. Mas as empresas sabem que se uma sociedade está bem, elas também estarão em boas condições.
Esta atuação mais firme na área social também tem sido observada nas empresas do setor de transportes. Os exemplos são vários. Confira alguns deles:

MARCOPOLO DISTRIBUI CADERNOS PARA FILHOS DE FUNCIONÁRIOS:

responsabilidade social

Marcopolo distribui cadernos para filhos de funcionários. Uma forma de incentivo a educação

A Fundação da encarroçadora de , por intermédio do seu programa Todos na Escola, fará a distribuição, no início de fevereiro, de 26 mil cadernos em kits para os filhos de funcionários da empresa. O programa, que começou em 2003, já beneficiou cerca de 20 mil jovens, com idade entre cinco e 18 anos incompletos, e distribuiu mais de 100 mil cadernos.

A iniciativa da Fundação Marcopolo atende alunos que estão cursando o Ensino Fundamental e Médio. Os kits são compostos de quatro cadernos pequenos de 100 folhas para os estudantes até o 5º ano do Ensino Fundamental e de cinco cadernos universitários, também de 100 folhas, para os alunos das demais séries. As capas são inéditas e desenhadas exclusivamente para os participantes desse projeto.

Segundo Osmar Piola, diretor da Fundação Marcopolo, o projeto foi criado como meio de incentivo para os pais colaboradores matricularem seus filhos na rede escolar e é visto pelas famílias como uma ajuda no orçamento doméstico, reduzindo a despesa com o material escolar.

A entrega dos kits será feita mediante a apresentação dos comprovantes de matrícula para o ano em curso.
SBCTRANS REALIZA ENCONTRO PARA AUXILIAR GESTANTES:
A SBCTrans, responsável pelos transportes municipais de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, realiza, em 04 de fevereiro, das 9h às 11h15, o I Encontro de Gestantes. A ação visa oferecer um momento agradável, compartilhar experiências sobre gravidez, informações de como viver bem essa fase tão importante na vida da mulher, além de dividir histórias e expectativas. O encontro é direcionado às colaboradoras e esposas de funcionários que estão gestantes.
A programação será iniciada logo após o café da manhã de boas-vindas, na qual as 40 futuras mamães participarão de uma dinâmica de integração, em seguida assistirão a uma palestra, ministrada pela equipe de medicina preventiva da Santamália Saúde, sobre a gestação, pós-parto e amamentação. Finalizando a ação, com a entrega de um kit como lembrança do evento.
LEBLON PENSA NO FUTURO E AUXILIA NA MANUTENÇÃO DE UMA UNIDADE DE ENSINO:

Responsabilidade Social

Grupo Leblon ajuda a manter uma unidade de ensino para crianças com idade pré-escolar, algumas de famílias carentes, ciente de que investindo nos pequeninos, estará ajudando a semear um futuro melhor.

O Grupo Leblon Transporte de Passageiros, que atua no Paraná e em São Paulo, tem a ciência de que crianças bem atendidas representam cidadãos melhores no futuro.
Uma das ações da empresa de ônibus é ter “apadrinhado” o CMEI – Centro Municipal de Educação Infantil – Francisco João Orso, em Fazenda Rio Grande, cidade-sede da Leblon, no Paraná.
O centro atualmente atende a 152 crianças de famílias com renda de 1 a 5 salários-mínimos por pessoa ou em situação de risco. Os 33 profissionais de educação, com formação superior, cuidam de crianças com idades de 4 meses a 3 anos.
A diretora da unidade, Lucinéia da Rocha Drohomereschi, conta que a ajuda da Leblon é essencial para o CMEI tenha um atendimento de qualidade.
“Aqui não apenas realizamos o trabalho de creche, cuidando das crianças, mas educacional, com professores que ensinam os primeiros caminhos da leitura e da cidadania. A CMEI é municipal, de responsabilidade da prefeitura, mas o apoio da Leblon é o diferencial para ser uma das melhores instituições da região. A empresa deposita uma quantia mensal que nos ajuda a comprar brinquedos, livros e equipar a unidade” – disse Lucinéia.
Mas além disso, a Leblon se envolve em projetos para o CMEI e patrocina eventos em datas especiais, como o Dia das Crianças, Natal, que têm o objetivo de trazer os pais e responsáveis para dentro da escola.
“As crianças têm um lugar seguro e bonito para brincarem graças ao apoio da Leblon” – disse Joelma Souza Lopes, vice-diretora.
Outra ação do Grupo Leblon em prol das crianças se dá pela capelania da empresa.
O capelão, Álvaro Rodrigues, visita escolas da região levando principios cristaos, exaltando os bons costumes, a importância da obediência e do respeito ao próximo.
Nas visitas às escolas, é apresentada uma pequena palestra, com a linguagem própria para as crianças, e feita uma oração.
“É uma ação simples e o encontro é rápido, porém faz toda a diferença. A recepção das crianças é muito boa e isso é fato, pois se a criança não gosta, ela logo demonstra. É essencial o ser humano saber do caminho correto desde cedo” – disse Álvaro Rodrigues.
A expressão de alegria das crianças diz tudo. A satisfação de serem orientadas de maneira não impositora, mas franca. Essa expressão mostra a inocência da criança que o mundo tanto precisa.
Texto inicial: Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes
Textos sobre as empresas: Assessorias de Imprensa

1 comentário em Empresas da área de Transporte e responsabilidade social

  1. Adamo, saber me dizer aproximadamente o numero de carros que foram renovados em São Paulo em 2011?Dentre esses ….. quantos foram do grupo ruas.

    Obrigada

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: