VIOLÊNCIA EM MANIFESTAÇÕES CONTRA AUMENTO DE PASSAGEM DE ÔNIBUS

MANIFESTAÇÕES CONTRA PASSAGEM DE ÔNIBUS

Ônibus incendiado no centro de Vitória, no Piauí. Manifestantes que protestavam contra o aumento das passagens de ônibus passaram dos limites. Além de bloquearem vias de grande fluxo na região, incendiaram um ônibus, num ato que foi reprovado até mesmo por outros estudantes que também se queixam dos reajustes. Em Teresina, no Piauí, o aumento da passagem de ônibus também provocou protestos. Houve confronto entre policiais e manifestantes e dois ônibus foram depredados, Foto: Jornal O DIA.

Estudantes queimam ônibus e governo não vai negociar diminuição no valor das tarifas
Ato violento causou revolta até mesmo em outros estudantes
ADAMO BAZANI – CBN
Democracia consiste num regime onde a maioria é soberana e a sociedade é regida por leis que buscam promover a justiça. Por isso, que num regime democrático, há os direitos e deveres.
Todos numa sociedade democrática têm o direito de reivindicarem pelo que acham melhor ou contra o que consideram injusto.
Mas os mesmos que reivindicam têm o dever de fazer isso de forma legal sem invadir o espaço do outro ou prejudicar a coletividade e ou mesmo o indivíduo.
E foi justamente o contrários destas fundamentos básicos que promoveram alguns estudantes em Vitória, no Espírito Santo.
A população se revoltou contra o aumento das tarifas de ônibus.
No sistema Transcol da Grande Vitória, o aumento das tarifas de ônibus foi de 15 centavos, passando de R$ 2,30 para R$ 2,45 a passagem. Já nas linhas municipais, o aumento também foi de 15 centavos, mas as tarifas passaram de R$ 2,20 para R$ 2,35.
Também houve aumento na tarifa promocional de domingo no sistema Transcol, passando de R$ 2,00 para R$ 2,15.
Os valores dos serviços seletivos também foram reajustados. As linhas de Vila Velha, Cariacica e Viana passaram de R$ 3,40 para R$ 3,70. As linhas de Jacaraípe e Praia Grande, na Serra, passaram de R$ 3,90 para R$ 4,25. As demais linhas de seletivo do município da Serra passaram de R$ 3,70 para R$ 4. Os passageiros dos seletivos de Vitória passaram a pagar R$2,50.
Realmente, reajuste em tarifa de ônibus é uma medida que desagrada a população, ainda mais quando os reajustes têm altos índices, muitas vezes superando a inflação.
E a população tem o direito de reclamar, mas nada justifica vandalismo e depredação.
Na manhã desta quarta-feira, estudantes, profissionais liberais e ativistas políticos bloquearam duas das principais avenidas de Vitória, avenida Getúlio Vargas e Avenida Princesa Isabel e, além de impedirem o direito de ir e vir dos cidadãos (muitos também contrários ao aumento, mas que precisavam trabalhar, estudar ou ir ao médico) incendiaram um ônibus que mesmo sendo de empresa privadas, presta serviços públicos.
Diante da postura do grupo, formado majoritariamente por estudantes, o Governo do Espírito Santo decidiu suspender as negociações sobre o aumento da tarifa de ônibus.
Por conta de uma minoria, a maioria pagou por enfrentar uma manhã de caos no centro de Vitória e por fechar as portas da negociação.
Mesmo que o incêndio tenha sido o pretexto ideal que o poder público precisava para não continuar o assunto, a brecha foi dada.
Na parte da tarde também houve bloqueios nas vias da região central de Vitória por conta de manifestações.

PIAUÍ:
Em Teresina, o aumento das passagens de ônibus, de R$ 1,90 para R$ 2,10 também gerou revolta e protestos foram marcados por violência.
Manifestantes, também uma boa parte de estudantes, bloquearam a Avenida Frei Serafim, onde foi instalada uma faixa exclusiva para ônibus e entraram em confronto com a polícia.
Pelo menos dois ônibus foram danificados.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

12 comentários em VIOLÊNCIA EM MANIFESTAÇÕES CONTRA AUMENTO DE PASSAGEM DE ÔNIBUS

  1. esses Não são estudantes.são Bandidos travestidos de estudantes!mas,com uma imprensa dessa,até eu fico retardado.essa de”mudar o mundo”,desse jeito?foi pior pra todos.por que alem de se queimarem,não baixaram as passagens e essa atitude foi reprovada por todos!

  2. É lamentável a desordem.
    Mas quem pensa em cobrar R$ 0,05 na passagem do ônibus está cavando a insatisfação da população. É um absurdo querer cobrar passagem com valores terminados em cinco centavos.

    Estes problemas indicam, mais uma vez, que está muito longe de podermos ter uma desoneração nos valores das passagens de ônibus. Nem os empresários e, o mais grave, tão pouco os administradores públicos dão provas de estarem preparados para isso. Antes disso (da desoneração setorial ou de uma reforma fiscal) deveria haver um sistema de aplicação de preços que desvinculasse o valor a ser pago pelo passageiro do aumento dos custos aplicados no próprio exercício. Desta forma valores fixados para as viagens poderiam perdurar por mais tempo (mais de um exercício), trazendo maior tranquilidade a população (em termos de planejamento de seus custos).

    No meu modo de ver há IRRACIONALIDADE tanto ao se queimar o ônibus quanto ao se atribuir uma tarifa dita “promocional” (não tocarei neste absurdo) para um valor terminado em R$ 0,05. O empresário que quer ganhar R$ 0,05 em uma tarifa “promocional” é ganancioso e um burocrata que publica este valor não pretende conviver com a Lógica nem com o princípio da Razoabilidade. VIDA QUE SEGUE.

  3. Bruno Quintiliano // 12 de Janeiro de 2012 às 09:38 // Responder

    não acho certo queimar o ônibus, mas é obvio que nao é por isso que o valor nao foi negociado. nada referente a transportes é negociado nesse país. e protesto interdita avenida mesmo. os países que hoje sao referencia de desenvolvimento so chegaram la as custas de muitos protestos,”piores” que esses

  4. Uma solução que poderia ser feita, é a de se fazer vigilia na porta da câmara de veradores e da assembleia legislativa, tal qual fez os bombeiros do Rio de Janeiro.

  5. Então gente, Me respondam, qual seria a forma de se protestar? Pela internet ( daqui a pouco até isso podem nos tirar)? Por onde? Pelo pensamento? O que vocês propões, a resignação? Se for isso. o povo está cheio de ser assim. È graças a resignação que nada se resolve neste pais. Lei da Ficha Limpa não passa, politicos estelionatários nos sacaneiam, empresários nos roubam. Por que? Porque o povo não luta e nao corre atrás dos seus direitos. Não podemos pensar em civilidade, se nós somos privados dos nosso direitos. Este ano é o momento certo de se fazer alguma coisa e não será pelo voto, pois não como se confiar na urna eletrônica, mas colocando os politicos contra parede, até mesmo dando o mesmo tratamento que se dá bandidos como estupradores e pedófilos, por exemplo. Não é a melhor postura, mas se não for deste jeito, a educação, a segurança, a saúde e principalmente a primeira, jamais chegarão até nós. Façamos como em Tutóia-Ma, onde a população destruiu a casa do prefeito e privou da destruição os órgãos e prédios publicos, atacando quem realmente causa todos os problemas. Situação esta ocorrida em dezembro de 2008. Peço desculpas pelo desabafo.
    ABS!

  6. Retificando, poderia o pessoal ao invés de votar, ficar em casa ou trabalhar e pagar a multa de R$3,00. E mais barato, pacífico e sem violência, porém dependerá da adesão da maioiria. Essa é a melhor forma de protesto, abstenção.

  7. Ou não pagar a multa. se os trabalhadores se mobilizassem realmente, parariam e só voltariam depois que retirassem a multa

  8. eita:o q esse Leonardo ivo falou,simplesmente foi besteira!politicos estelionatários.só na politica tem isso?o comentário do Paulo Z é o mais realista possível.infelizmente,estamos longe,de uma desoneração dos valores das passagens no Brasil.quando eu digo”com uma imprensa dessa até eu fico retardado”muitos ficaram orgulhosos por”aparecerem”na Globo.essa emissora q se pudesse,mandava a gente tomar no centro!mas,vida q segue!

  9. Queimar ônibus em protestos públicos é muito comum em vários países. O objetivo é deixar claro aos dirigentes que a população está realmente furiosa, organizada e não vai ficar somente nas reclamações virtuais “0800” que geralmente não adianta nada no nosso atual Brasil.
    O vídeo abaixo mostra como a polícia reagiu aos manifestantes de Teresina. Arrepiante!

  10. Gerusa,não venha defender essa atitude errada dos estudantes.quem saiu perdendo foram TODOS!

  11. Então Leonardo, se você é contra este tipo de protesto, apresente uma forma eficiente de chamar a atenção das autoridades e que façam elas mudarem de ideia. Até agora você só ficou criticando e não apresentou qualquer tipo de modo de protesto ou reivindicação. E muito fácil ficar criticando sem apresentar soluções e simplesmente atacar os outros.

  12. Bruno Quintiliano // 13 de Janeiro de 2012 às 17:40 // Responder

    essa postura anti-protestos é exatamente o que governantes e empresários querem: que mesmo com todos descontentes, a maioria fique contra os protestos, muitas vezes eles nem tem o trabalho de reprimir

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: