Vereadores querem investigação sobre aumento de passagem no Rio de Janeiro

aumento passagem Rio de Janeiro

Ônibus no Rio de Janeiro. Vereadores querem que Tribunal de Contas do Município e posteriormente o Ministério Público investiguem se houve abuso no aumento das tarifas de ônibus na cidade, incluindo os reajustes no BUC - Bilhete Único Carioca, na integração metrô-ônibus e nas passagens dos ônibus frescões, com ar condicionado. Em Niterói, Ministério Público também verifica se houve aumento abusivo. Nas duas cidades, os reajustes foram de 10%, índice superior ao acumulado da inflação de um ano. Foto Blog Meu Transporte

Vereadores querem explicações sobre aumento de passagem de ônibus no Rio de Janeiro
Parlamentares querem que Ministério Público e TCM apurem se houve abuso no reajuste das tarifas
ADAMO BAZANI – CBN

Depois do Ministério Público em Niterói pedir explicações da prefeitura sobre o reajuste da tarifa de ônibus municipais, a cidade do Rio de Janeiro também deve prestar contas sobre o aumento, que ocorreu em 02 de janeiro de 2012.
O Bilhete Único Carioca, que dá direito a duas viagens pelo preço de uma tarifa em duas horas e desconto na integração com o trem e o metrô, subiu de R$ 2,50 para R$ 2,75.
As tarifas das integrações com o metrô e dos ônibus com ar condicionado, popularmente falando de frescões, também foram reajustadas.
Os valores variam de acordo com a distância percorrida pelos ônibus.
Nos veículos com ar condicionado, as passagens ficaram entre R$ 2,85 e R$ 5,40 e as tarifas da integração entre ônibus e metrô são de R$ 4,10 a R$ 6,00.
Os parlamentares cariocas devem pedir que o TCM – Tribunal de Contas do Município e o Ministério Público investiguem se houve abuso no aumento da passagem de ônibus.
O reajuste foi de 10%, índice superior a inflação de um ano. Além disso, as tarifas foram reajustas em menos de um ano, já que o último aumento foi em novembro de 2010, quando a tarifa de ônibus foi aumentada de R$ 2,40 para R$ 2,50.
Inicialmente os parlamentares querem a análise das planilhas da Secretaria Municipal de Transportes por parte do Tribunal de Contas do Município – TCM que justificaram o reajuste acima da inflação.
Dependendo do parecer do TCM, os vereadores podem pedir uma representação no Ministério Público.
Os poucos avisos em relação ao aumento da passagem de ônibus no Rio de Janeiro também devem ser alvos de investigação.
Os reajustes foram comunicados poucos dias antes de serem praticados e em relação aos ônibus frescões, com ar condicionado, e à integração metrô-ônibus, os passageiros ficaram sabendo no dia aumento.
Moradores do Rio de Janeiro também prometem manifestações contra os reajustes.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

2 comentários em Vereadores querem investigação sobre aumento de passagem no Rio de Janeiro

  1. Será que tem vereador nesse meio querendo aparecer como defensor dos usuarios do transporte coletivo, em pleno ano eleitoral ?
    Esses mesmos vereadores tem se preocupado com a qualidade do transporte ?
    Tem se preocupado sempre ou apenas quando lhe convem ?
    Não dá mais pra acreditar na ”bondade” de certos politicos…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: