PREFEITURA DO RIO DE JANEIRO FAZ BALANÇO POSITIVO DE BRS E VAI IMPLANTAR MAIS FAIXAS

BRS do Rio de Janeiro

Ônibus para Sistema de BRS. De acordo com a Prefeitura do rio de Janeiro, o sistema tem apresentado bons resultados. Com baixo custo pode reduzir o tempo de viagem entre 30% a 50% em comparação às linhas tradicionais de ônibus. No novo corredor da Avenida Presidente Carlos, a redução deve ser de 30%.

Rio recebe mais um BRS no dia 10
Faixas exclusivas de ônibus serão implantadas na Avenida Presidente Carlos e Rua Primeiro de Março
ADAMO BAZANI – CBN
A partir do próximo sábado, dia 10 de dezembro de 2011, a região central do Rio de Janeiro vai contar com um sistema de faixas exclusivas para ônibus, o BRS – Bus Rapid Service.
As regiões do Leblon e Copacabana já contam com o serviço.
Não se trata de um corredor exclusivo segregado, como o BRT – Bus Rapid Transit, que permite a separação total do tráfego de ônibus dos demais veículos, mas também possibilita ganho de velocidade ao sistema público de transportes.
O BRS é formado por faixas preferenciais para ônibus. Só é possível o trânsito de carros particulares apenas para conversões e mesmo assim por pequenos trechos.
O BRS da região central será instalado na Avenida Presidente Carlos e Rua Primeiro de Março.
Por conta da maior velocidade que os ônibus vão ganhar, a quantidade da frota vai ser reduzida em cerca de 15%. Sem ficarem presos no trânsito, menos ônibus vão poder fazer mais viagens e também haverá adequações de linhas, mas sem redução no número de itinerários. Por hora, passam nas duas vias 350 ônibus municipais e 150 intermunicipais.
Já o tempo de viagem, de acordo com a Prefeitura do Rio de Janeiro vai ser reduzido em 30%.
No 1,2 km de sistema vão circular 71 linhas e as paradas serão divididas em cinco grupos: BRS 1, BRS 2, BRS 3, BRS 4 e BRS 5.
De quatro faixas da Presidente Carlos e da Primeiro de Março, duas serão usadas para tráfego de ônibus.
As faixas serão exclusivas para ônibus de segunda a sexta-feira, das 06 horas às 21 horas, aos sábados das 06 horas às 14 horas e aos domingos e feriados a circulação de carros nestas faixas é permitida.
Nos primeiros dias não haverá aplicação de multas, mas o tráfego de veículos particulares será proibido nestes horários. As multas serão aplicadas depois de uma campanha de conscientização.
OUTROS SISTEMAS:

A Prefeitura do Rio de Janeiro faz um balanço positivo até agora do sistema de BRS. O custo é baixo e a redução no tempo de viagem é significativa, de acordo com o poder público.
Assim, outras vias vão receber o sistema de BRS. Neste ainda devem ser instaladas faixas na Avenida Rio Branco. Na Avenida Presidente Vargas deve ser instalado um BRS no início de 2012.
Já foram instaladas outras faixas na zona Sul da cidade. A prefeitura diz que em alguns trajetos, o tempo de viagem foi reduzido pela metade.
Neste ano já foram implantados dois sistemas:
Em 20 de agosto um BRS começou a operar na Avenida Ataulfo de Paiva, no Leblon, e na Rua Visconde de Pirajá, em Ipanema. No dia 08 de outubro começaram a operar ônibus em faixas preferenciais na Avenida General San Matrín, no Leblon, e na Rua Prudente de Moraes, em Ipanema.
Os táxis podem circular pelas faixas dos ônibus desde que transportando passageiros.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em PREFEITURA DO RIO DE JANEIRO FAZ BALANÇO POSITIVO DE BRS E VAI IMPLANTAR MAIS FAIXAS

  1. 71 linhas circulam em um trecho de 1,2 km? como fazem pra não virar uma bagunça?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: