FUNCIONÁRIO PADRÃO: Um importante instrumento na Sinfonia dos Transportes

Funcionário Padrão

Vera Lúcia Nascimento (com uma placa vermelha na mão e camisa clara) foi a grande vencedora do Prêmio Funcionário Padrão 2001 da Metra. Objetivo é sempre estimular o funcionário para que ele trabalhe motivado e melhore assim o atendimento à população. Foto: Adamo Bazani

FUNCIONÁRIO PADRÃO: Um importante instrumento na sinfonia dos transportes
Evento que premiou o funcionário padrão da Metra, empresa que opera o Corredor ABD, foi marcado pelo reconhecimento a quem se dedica para atender cada vez melhor o usuário do sistema

ADAMO BAZANI – CBN

Música. Quem não gosta de música?
A palavra música remete a muitos significados: alegria, dança, descontração, arte e também união.
Desde um simples instrumento, que reúne várias notas, o cantar a capela, que reúne vários tons, até uma orquestra com dezenas de instrumentos, desde o mais simples ao complexo, na música, cada elemento tem seu valor e não age sozinho.
E o funcionamento de uma empresa pode se comparar com a música.
Cada trabalhador, com sua função, tocando bem sua nota, seu instrumento, ajuda que diariamente o cidadão seja contemplado com uma sinfonia de bom atendimento.
E música foi justamente o tema da Festa Funcionário Padrão da Metra, na edição de 2011.
O evento foi realizado na noite desta terça-feira, dia 29 de novembro de 2011, no Teatro Municipal de Santo, no ABC Paulista, uma das cidades atendidas pela empresa que opera no Corredor ABD, que liga São Mateus (zona Leste da cidade de São Paulo) ao Jabaquara (bairro da zona Sul), por Santo André, Mauá, São Bernardo do Campo e Diadema e com ramal entre o Brooklin, na zona sul da Capital Paulista, a Diadema.
Dos cerca de 1500 funcionários da empresa, 50 foram finalistas em 08 categorias.
A grande vencedora do Prêmio Funcionário Padrão 2011 foi Vera Lúcia Nascimento, do setor de limpeza, a primeira mulher a ganhar a premiação desde quando a Metra reconhece seus funcionários com este título.
Cada categoria teve um vencedor e, como o tema era música, as áreas eram relacionadas com uma canção e o nome do vencedor era chamado por um repente, bem ao estilo brasileiro.

Funcionário Padrão

Funcionários da Metra e artistas dividiram o palco do Teatro Municipal de Santo André, no ABC Paulista, inclusive os empregados da empresa no Programa de Inclusão que dá oportunidade de trabalho e inserção social para pessoas portadoras de necessidades especiais. Foto: Adamo Bazani

As categorias, músicas e vencedores foram:

– Administração, que foi lembrada com a música “Aquarela do Brasil” e teve como vencedora Bruna Cardoso Lopes.
– Bilhetagem, com a música “É preciso saber Viver”, e Alice da Silva Nascimento como vencedeora.
– Fiscalização: “Isso o que é o que é”, vencendo Desidério Wilson.
– Infraestrutura: a música-tema foi “Cidadão” e o ganhador Oriel Matias de Souza.
– Limpeza: a música foi “Ensaboa” com Vera Lúcia Nascimento ganhando em sua categoria e na premiação geral.
– Manutenção: “Por Você” com o vencedor Manoel Emídio de Lima.
– Motorista: “Brasileirinho”, com a conquista de Aurelino Santos.
– Terminal: A música foi “Carinhoso” que contemplou a vencedora Andréia Costa Olímpio Reis.

Cada música foi cantada ao vivo, apresentada por uma orquestra num palco ostentando com orgulho a bandeira brasileira.
As apresentações musicais e de danças também tiveram a participação de funcionários da Metra, inclusive os que possuem necessidades especiais.
A empresa mantém um Programa de Inclusão que capacita e emprega pessoas com deficiência, em diversas áreas que garante a inserção social e a elevação da tão importante auto-estima.

Funcionário Padrão

A importância do trabalho de cada funcionário da empresa de ônibus e trólebus foi comparada a música, onde cada um tem seu papel e importância, mas a harmonia perfeita só sai quando todos agem em união, com um mesmo objetivo. Atrações encantaram a platéia. Foto: Adamo Bazani.

FAZER PARTE DA VIDA DAS PESSOAS:

No evento foi mostrado que, apesar de um funcionário ser o escolhido como padrão, todos são importantes, cada um fazendo bem sua parte. A premiação é uma forma de estimulo para que os empregados da Metra façam o melhor a cada dia.
O funcionário de uma empresa de transporte é presente na vida, no cotidiano das pessoas. E muitas vezes ele sabe disso mas não tem a noção da dimensão dessa realidade.
Por isso, foi mostrado um vídeo com o cotidiano de Vitória, uma menina portadora de limitação física, mas que melhorou muito sua qualidade de vida graças ao trabalho de fisioterapia ao qual ela é submetida.
Mas para ter acesso à fisioterapia, Vitória é levada pela mãe, Márcia, às sessões e para isso, ambas necessitam de transportes públicos, inclusive do Corredor operado pela Metra.
Foi exibido no vídeo o quanto é importante para que Vitória continue melhorando a ação de cada funcionário da empresa, contanto com o motorista que dirige cautelosamente, o fiscal que organiza o tráfego, a receptividade do pessoal do terminal, a presteza da área de manutenção para oferecer confiabilidade, o bem estar proporcionado pelo pessoal da limpeza que deixa o ônibus em condições de atender dignamente o passageiro e assim por diante.
Todos se emocionaram, inclusive a diretora da Metra, Maria Beatriz Setti Braga.
“Estou emocionada por ver tanta coisa que é feita pelo pessoal da Metra. O trabalho de inclusão que fazemos é nosso presente maior. Eles são uma lição de vida de tornar o impossível em possível. Os funcionários são os guerreiros do dia a dia e são o grande diferencial da família Metra” – disse a empresária.
Além de tecnologia, veículos não poluentes e modernos, sistema de segregação de transporte que agiliza as viagens, a Metra procura investir no bem estar e no reconhecimento do trabalhador, afinal, funcionário bem motivado, desempenha melhor seu papel, por isso que na premiação, para a Metra, o grande vencedor foi o passageiro.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

3 comentários em FUNCIONÁRIO PADRÃO: Um importante instrumento na Sinfonia dos Transportes

  1. Bom dia.

    Valorizar o funcionário (não é feio dizer funcionário, pois na verdade esta é a definição), o SER HUMANO que faz parte, que é parte importante do TIME, é preciso, mais, é UM DEVER.

    A recompensa financeira é necessária. Saber que é membro de um TIME VENCEDOR, é gratificante, é como diria uma criança, com sua inocência, MUITO GOSTOSO !

    Parabéns à Metra e que outras, até mesmo em ramos diferentes, sigam este belo exemplo.

    Abraço.

  2. Tai uma coisa bacana de se ler e ver, uma empresa que incentiva e sobretudo valoriza seus colabortadores, antigamente ser funcinário padrão numa empresa signficava para alguns ser o “puxa saco do patrão”, “o certinho” e vai por ai afora, numa época em que alguns patrões achavam que por dar emprego já era muito e estava cumprindo sua missão perante a Deus na Terra. Os tempos mudaram e as empresas perceberam que sem seus colaboradores não há negócios, lucro e principalmente clientes, precisaram modernizar -se e também modernizar suas relações com seus empregados, incentivando, capacitando e treinando, assim como também conquistar através da qualidade dos serviços prestados melhoria salarial para todos. A Metra é de fato um exemplo a ser seguido, admirado e prestigiado por todos nós, eu também parabenizo a METRA e sua diretoria pela iniciativa.

  3. Voce chama isso de valorização???? acorda amigo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: