MOBI DIZ QUE VAI TRAZER QUALIDADE DE RECIFE PARA DIADEMA

ÔNIBUS dIADEMA

Ônibus da Mobi que vai assumir os serviços da Imigrantes em Diadema, na grande São Paulo, a primeira cidade que terá todos os ônibus acessíveis e zero quilômetro, sendo a primeira no Brasil a conquistar este êxito. Foto: Marcos Rogério

Mobi Brasil diz que vai aperfeiçoar Diadema
Empresa da mesma família que controla Metropolitana vai assumir maior parte dos transportes na cidade

ADAMO BAZANI – CBN

Neste sábado, dia 26 de novembro de 2011, Diadema promete entrar na história dos transportes ao ser a primeira cidade a colocar 100 por cento da frota acessível, com equipamentos para cadeirantes e portadores de limitações visuais, e zero quilômetro.
Isso foi possível graças a mudança das empresas de ônibus da cidade.
No lugar da ETCD, que teve os serviços operacionais privatizados, entra a Benfica (CONFIRA A ENTREVISTA COM O REPRESENTANTE DA EMPRESA NA MATÉRIA ABAIXO) e em vez da Imigrantes, quem vai operar é a Mobi Brasil.
O BLOG PONTO DE ÔNIBUS conversou com o responsável pela empresa em Diadema, Manoel Marinho.
Ele disse que a Mobi tem o objetivo de aumentar a qualidade do atendimento ao passageiro de Diadema.
“Nosso objetivo é expandir, para isso, temos de mostrar qualidade. O foco principal é o passageiro e o motorista deve saber bem disso pois ele é a vitrine da empresa” – disse o executivo.
A Mobi Brasil tem sido confundida com a Viação Metropolitana.
Manoel Marinho disse que a confusão se dá pelo fato de as das empresas pertencerem a mesma família, mas não são do mesmo grupo.
“São duas irmãs que possuem empresas diferentes, uma é a Viação Metropolitana, que opera também em São Paulo, no lugar da Paratodos, outra é a Mobi, que opera desde 2005, em Recife, a CRT – Cidade Recife Transportes. É uma empresa de excelência, reconhecida, e vamos trazer esta qualidade para Diadema” – explicou.
A Mobi vai servir 18 linhas com 125 ônibus.
Os investimentos para a compra dos veículos foram de R$ 30 milhões, de acordo com a companhia. Além de elevadores, espaço para cadeira de rodas e cão guia, os ônibus terão monitoramento por GPS, que vai auxiliar no controle dos serviços e em informações em tempo real para respostas rápidas, e câmeras para inibir assaltos, vandalismo e até ajudar a elucidar acidentes de trânsito.

NÃO HOUVE COMPRA DA IMIGRANTES:

Manoel Marinho contou ao BLOG PONTO DE ÔNIBUS que a Mobi não comprou a Viação Imigrantes.
“O que houve foi uma desistência da Imigrantes de operar na cidade, que comunicou ao mercado. Nós nos apresentamos como interessados” – disse Manoel.
Por conta disso, a empresa diz ter aberto processo de seleção normal de pessoal, sem a obrigatoriedade de absorver funcionários da Imigrantes.
“Mas há gente da Imigrantes que passou na seleção também” – disse.
Manoel enfatizou também que toda a tecnologia comprada pela empresa atende exigência da Prefeitura e é um instrumento para melhorar os serviços.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

28 comentários em MOBI DIZ QUE VAI TRAZER QUALIDADE DE RECIFE PARA DIADEMA

  1. Adamo Uma Pergunta A População Vai Poder Ver Os Onibus pelo GPS Pelos Site Das Empresas Igual Em Mauá?E Você Sabe Se A Viação Vaz Vai operar A Linha I-04 -Jardim Las Vegas – Parque Capuava Por Que Falam Que Ela Vai Operar Mais Nunca Opera.

  2. Imigrantes desiste? Esta desistência, não será uma saída jurídica, para a Mobi/Metropolitana, poder assumir as linhas da Imigrantes? Afinal de contas a Imigrantes, participou de uma licitação, pagou, comprou ônibus novos e simplesmente “desiste”?
    E se realmente desistiu, cade a nova licitação para as empresas poderem participar? Porque não foi noticiado na imprensa? Será que as que perderam a licitação da ETCD e perderam para a Benfica, não queriam participar? Podiam ter inventado uma desculpa melhor.

  3. Cleber Alves de Lima // 25 de novembro de 2011 às 00:10 // Responder

    E o setor intermunicipal, vai ser Mobi ou Metropolitana? E quando começa a renovação, que deveria ter começado primeiro?

  4. Já somou muitos pontos para a cidade de Diadema com esta nova frota 100 por cento acessível e vai servir de exemplo e espelho para muitas cidades brasileiras. Trabalhar com ônibus e micro-ônibus acessíveis fará toda a diferença em um futuro muito próximo e vai proporcionar condições mais humanas para todos os usuários que necessitarem. Parabéns por esta atitude muito humana e esperamos que outras cidades tambem adotem esta filosofia!

  5. MEu caro, creio que acreditar que ao colocar os onibus especiais para deficientes seja um ato de heroismo é muita hipocrisia, pois a unica verdade para isto é que com este tipo de onibus ira caber mais passageiros em pé do que nos onibus normais, entao nao tentem nos fazer acreditar que a prefeitura e estas empresas sao “bonzinhos” porque é uma mera ilusao, mas de toda forma fico feliz pela renovação que teremos em nossa cidade, claro que vamos ja nos alertar que com empresa nova, frota nova, funcionarios novos vira também uma tarifa nova, que todos nos sabemos tambem que sera uma nova exploração.

    Mas vamos aproveitar este momento e torcer para que tudo venha trazer prosperidade e pontualidade nos serviços.

    Bom dia, Seja Feliz!

  6. Ficou mais confuso ainda essa história pois no site do grupo metropolitana, http://www.grupometropolitana.com.br ,diz que a CRT faz parte do grupo e não da MobiBrasil. Afinal das contas, quais empresas mudarão para o nome MobiBrasil?

  7. Então pessoal, são informações que eu peguei na entrevista. Fuz o questionamernto da CRT estar em nome da Metropolitana e o gerente me garantiu ser da Mobi, assim como a empresa que vai rodar em Diadema.

    Quanto a poss´piverl saída jurpidica da Imigrantes, pode até ser, mas é minha obrigação colocar o que o entrevistado fala.

    Abraços

    • “Quanto a poss´piverl saída jurpidica da Imigrantes, pode até ser, mas é minha obrigação colocar o que o entrevistado fala.”
      Lógico Adamo, eu entendo perfeitamente, e não pode ser diferente. Na verdade meu questionamento é para a Imigrantes/Mobi e não sobre sua reportagem. É que trata-se de uma saída pouco comum, por isso toda a minha curiosidade em saber de que forma isso aconteceu.

  8. Danilo da Silva Souza // 25 de novembro de 2011 às 13:31 // Responder

    Ficou mais complicado de entender! Neste site do Grupo Metropolitana diz que as empresas de ônibus do grupo são: Metropolitana/PE (Rodoviária Metropolitana), Metropolitana/SP (Viação Metropolitana), CRT (Cidade do Recife Transportes) e Metropolitana Service. Soube por fontes da internet que a Rodoviária Metropolitana comprou a CRT, inclusive a numeração dos coletivos das empresas em Recife são em sequência e há troca de ônibus entre as duas, o que leva a crer que são uma única empresa. Agora já estão dizendo que a CRT não faz parte do Grupo Metropolitana, a qual a Rodoviária Metropolitana e Viação Metropolitana pertencem, e sim da Mobibrasil, que não tem nada haver com o Grupo Metropolitana, pelo que entendi. E ainda tem a empresa de Sorocaba, que ganhou licitação. Essa empresa de Sorocaba faz parte do Grupo Metropolitana ou da Mobibrasil? E quais empresas vai mudar o nome para Mobibrasil? Um abraço para todos.

  9. Cleber Alves de Lima // 25 de novembro de 2011 às 13:36 // Responder

    Adamo, você não conseguiu nenhuma informação sobre a parte intermuncipal, se vai ser Mobi também e quando começam a mudar a frota porque a situação tá crítica.

  10. Acredito que a Inter será Mobi também. Pelo menbos foi o que disse o gerente da empresa que eu entrevistei. A Prefeituira de Diadema continuya usando o nome Metropolitana

  11. Esclarecendo….

    Todas as empresas fundadas ou adquiridas na qual foram feitas as referências pertencem ao Grupo Metropolitana (cujo nome oficial foi modificado e passou a ser Mobi Brasil), esta comunicação já foi inclusive repassada para os funcionários em recentes reuniões. Em breve o site será modificado. A mudança será gradual e definitiva. Se o nome das operadoras será mantido… Aí já é outra história. Portanto Mobi Brasil é uma pessoas jurídica, um grupo empresarial; enfim uma Holding. Manoel Marinho é um profissional altamente capacitado e com larga experiência na gestão de transporte de massas em vários modais; com certeza fará um excelente trabalho em Diadema.

  12. O próprio Manoel Marinho afirmou que Mobi Brasil e Metropolitana Transportes, apesar de irmãs, são empresas diferentes neste trecho do texto: “São duas irmãs que possuem empresas diferentes, uma é a Viação Metropolitana, que opera também em São Paulo, no lugar da Paratodos, outra é a Mobi, que opera desde 2005, em Recife, a CRT – Cidade Recife Transportes. É uma empresa de excelência, reconhecida, e vamos trazer esta qualidade para Diadema” – explicou”.

    Pelo que o Manoel Marinho fala, esta dando para entender que teve uma divisão e ficou:

    Mobi Brasil: CRT e Mobi Brasil/Diadema
    Metropolitana Transportes: Viação Metropolitana/São Paulo e Metropolitana/Pernambuco.

    Maaaas, o que deixa a dúvida é o porque de todos os funcionários das empresas do grupo receberam o informativo e passaram por reuniões se ele diz que são empresas diferentes?

    Seria interessante, para todos, que no site do “grupo”, em jornais, orkut etc… a direção ou as direções colocassem uma nota explicando o que é, como será…

  13. O pessoal achou esse site: http://danilorinaldini.com/mobibrasil/

    Fala sobre propagandas que a Mobibrasil fará. Sobre a mudança de nome, se fosse só para o grupo, o nome Mobi não teria aparecido nos ônibus da empresa em Diadema. Desconfio que Metropolitana vai sair de cena de todas as empresas incluíndo as do Pernambuco. É só ficar de olho nas empresas do grupo e ver se os ônibus estão recebendo o novo nome.

    • Você tem razão, André. O diretor, parafraseando Rota Pe, profissional altamente qualificado, foi infeliz em sua afirmação onde tenta ligar uma empresa a outra e desligar outras, no fundo, o grupo é o mesmo. O Grupo Metropolitana vai manter suas empresas, apenas mudar de nome e criar uma nova marca. Todas as linhas da antiga Imigrantes serão operadas pela Mobibrasil (que serão as mesmas pessoas jurídicas da Metropolitana). Tudo está em processo de alteração, e isso foi comunicado diretamente aos profissionais das empresas do Grupo em Assembleias Gerais, por isso vai demorar um tempo para se acertar, a previsão de encerramento da transição das marcas é set/12.

  14. Concordo plenamente com Clayton sobre a empresa colocar um informativo no site e dentro dos ônibus e nas redes sociais avisando sobre as mudanças. Os clientes e fãs ficariam mais informados.

  15. essa historia está mais que confusa. se a imigrantes realmente saiu, o certo não seria uma investigação? Isso e essa confusão de pessoas jurídicas merecem uma investigação séria, por alguém do ministério público

  16. Achei muito estranha essa história. Quando mostrei essa reportagem aos colegas da Imigrantes,todos deram risada. Afinal,qdo a METROPOLITANA assumiu,todos foram chamados para acordo e,digamos,uns 90% foram recontratados pela nova empresa. Inclusive os antigos carros da Imigrantes continuam circulando normalmente,com os mesmos motoristas. Só houve uma troca de linha.

  17. A empresa de Sorocaba vai se chamar Mobi Brasil ou Metropolitana? A Mobi Brasil tem site separado do site grupometropolitana.com.br??

  18. No site da encarroçadora Comil diz que a Metropolitana Transportes ou Grupo Metropolitana está presente nas cidades de Recife, São Paulo e Sorocaba. Não especifica empresas, não fala da Mobi Brasil e anuncia parceria com a Comil para ônibus novos do consórcio em Sorocaba. Link: http://www.comilonibus.com.br/site/novidades/detalhe/categoria-vendas/novidade-consorcio-sorocaba-coloca-em-circulacao-188-onibus-novos-comil-na-cidade

  19. “São duas irmãs que possuem empresas diferentes, uma é a Viação Metropolitana, que opera também em São Paulo, no lugar da Paratodos, outra é a Mobi, que opera desde 2005, em Recife, a CRT – Cidade Recife Transportes. É uma empresa de excelência, reconhecida, e vamos trazer esta qualidade para Diadema”
    Hoje, em São Paulo, vários ônibus começaram a rodar com a inscrição Mobibrasil (no lugar do VIM – Viação Metropolitana)

  20. Olá Adamo Bazani. Gostaria de saber quantos ônibus e funcionários a Viação Imigrantes tinha antes de ‘ desistir da linha’ .Você sabe?

    • Poxa, infelizmente não tenho este dado.

      • Eduardo Gimenes Palazzi // 14 de abril de 2016 às 18:48 //

        Boa tarde Adamo Bazani. Mas como pode uma empresa, no caso a Mobi, assumir as linhas da Viação Imigrante sem licitação? Aliás, está um enrosco a licitação que deveria ter ocorrido em 2012/13 em SP.

        P.S.: você faz falta na rádio CBN, saiu de lá ou mudou de horário???

      • Olá Eduardo.

        Realmente, a licitação da área 5 está bem indefinida. Nesta semana, noticiamos que a EMTU voltou a cogitar extinguir a área, incorporando às outras quatro – https://blogpontodeonibus.wordpress.com/2016/04/12/emtu-fala-novamente-em-extinguir-area-5-de-onibus-do-abc-paulista/, mas não dá para apostas se vão fazer mesmo ou não. A licitção deveria te ocorrido em 2006.

        Pesquisei, e ao que obtive como resultado, a transferência de linhas entre empresas, desde que homologada, é permitida. É o caso, por exemplo da Inter-Bus para a Publix.

        Quanto à CBN, “me saíram de lá”. Foi a interferência de um “chefe” que quer instaurar uma política trabalhista e de carreira bem injusta e que, espero, futuramente não afete a qualidade da prestação de serviços noticiosos.

        Abraços

      • Olá Adamo Bazani, realmente é muito dinheiro que está em jogo nesta licitação, talvez por isto “o enrosco”……….

        Puxa, é uma pena que tenha acontecido isto na CBN, ela perde qualidade com sua saída. Fico na torcida por você!!!!

        Grande Abraço
        Eduardo

  21. Gilson Jose de castro // 13 de julho de 2017 às 21:32 // Responder

    Ingressar no quadro de funcionários desta empresa com intuito de lhes oferecer meus serviços com muita presteza mo cargo que me for oferecido diante de minhas qualificações profissionais que DEUS abençoe sempre

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: