GILBERTO KASSAB APRESENTA NOVO TROLEBUS DE SÃO PAULO

TROLEBUS

Novo trólebus da Capital Paulista. Veículo elétrico é mais moderno, possui arranque mais forte e é ainda mais silencioso que os trólebus mais antigos que já emitiam poucos níveis de ruído. É o primeiro de uma série que pretende colocar 140 veículos elétricos de transporte coletivo nas ruas de São Paulo. Para o secretário de transportes, agora sim será possível renovar a frota de trolebus pelo fato de a indústria do setor ter ressurgido. Foto: Marcos Galesi.

Kassab apresenta novo trolebus para a Zona Leste
Chegada do veículo já foi antecipada pelo BLOG PONTO DER ÔNIBUS. Ônibus elétrico é mais moderno e é o primeiro de um lote de novos veículos não poluentes

ADAMO BAZANI – CBN

O novo trólebus da Capital Paulista, o primeiro de uma série que deve renovar a frota de ônibus elétricos de São Paulo, foi apresentado nesta segunda-feira, dia 24 de outubro de 2011 pelo Prefeito Gilberto Kassab, no Sambódromo do Anhembi.
O veículo já foi revelado no BLOG PONTO DE ÔNIBUS e começa a operar comercialmente na zona Leste de São Paulo.
O trólebus de prefixo 4 1774 é Mercedes Benz, carroceria Caio, com equipamentos elétricos da Eletra (empresa especializada em tecnologia limpa para transportes coletivos).
Além de possuir todos os equipamentos de acessibilidade e conforto, como espaço para cadeira de rodas, maior distância entre os bancos, faixas refletivas ao longo da carroceria e espaço para cão guia, o veículo traz novas tecnologias, como tração de corrente alternada, que é mais forte e econômica, melhorando o desempenho do ônibus e aumentando o nível de nacionalização das peças, o que torna a manutenção e a aquisição mais baratas.
Computadores de bordo indicam aos motoristas dados em tempo real sobre desempenho e eventuais problemas de dirigibilidade ou mecânicos/elétricos.
O trólebus novo vai operar em linhas da Zona Leste de São Paulo, onde há o único sistema de ônibus elétricos da cidade, em especial na 2290 – Terminal São Mateus – Parque Dom Pedro 2º
Até o final de 2012, a Prefeitura de São Paulo promete trocar a frota de trolebus, colocando 140 veículos novos. Faltam 128 para o cumprimento da promessa.
A promessa que estava quase perdida agora ganha uma esperança pelo fato de a Himalaia Transportes, alvo de ação civil pública do Ministério Público Estadual por suspeita de envolvimento em ações ilegais e má prestação de serviços, ter deixado o sistema.
As linhas serão assumidas pela Ambiental Trans, do Grupoi Ruas, controlador de cerca da metade dos transportes de SãoPaulo. Concentração de mercado de um lado, mas perspectiva de renovação de outro, já que Ruas também é produtor de ônibus, sendo o grupo dono da Caio, encarroçadora de Botucatu – SP.
O Secrtetário de Transportes, Marcelo Branco, disse no evento, que os trólebus vão contribuir para a expansão dos ônibus que não são movidos a diesel, a chamada EcoFrota,e que a indústria de trolebus ressurgiu:
– A indústria de trólebus estava desatualizada. Os novos veículos 13,2 metros de comprimento gastam menos energia, e respeitam as regras de acessibilidade. Até 2018, esperamos cumprir a meta de redução de diesel.
Atualmente são cerca de 2 mil ônibus da Ecofrota que não dependem exclusivamente do Diesel.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

16 comentários em GILBERTO KASSAB APRESENTA NOVO TROLEBUS DE SÃO PAULO

  1. Será que vai cumprir mesmo…???…ou será alguns ônibus e vira promessa..Todos Sabemos que este transporte é limpo e ecologicamente mas existe interesses maiores do que a ecologia e energia limpa..Vamos ficar de olho pois investimento nesta tecnologia é antigo mas já se passaram muitos anos mas os troleibus quase faliram ou ficaram em terceiro plano.Vejam o sistema ferroviário é de grande eficiência e custo barato.MAS por interesses que todos já sabemos investem em transporte rodoviário pois lucro é rápido..

  2. Por isso que é bom divulgarmos as peromessas feitas pelas autoridades. Cada reportagem pode se tornar num docuimento de cobrabnça para a população. E registrar taiois promessas e formalizá-las pelas declsaração das autyoridades, é um dos papeís da impresnsa
    Abraços

  3. Bruno quintiliano // 24 de outubro de 2011 às 17:29 // Responder

    A 2290 tem alguns carros articulados. Eles vão colocar trolebus articulados ou 15 metros tambem?

  4. PPOVAVELMENTE DE 15 METROS. AINDA NÃO TENHO CONHECIMENTO DE ÔNIBUS ELÉTRICO PARA SÃO PAULO

  5. Curioso dizer que a indústria de trólebus estava desatualizada. Faltava mesmo era interesse.. afinal, bastou o Ruas entrar na jogada que a indústria de repente resolveu o problema?

  6. Hj eu tive o prazer de andar nele e estava prestando serviços na 342M, ele é totalmente silêncioso, confortavel. adorei!!! 100sacionalll

  7. E descredenciar a NH? E as linhas largadas/ // 24 de outubro de 2011 às 23:18 // Responder

    Só assim pra falarem em público… Mas e quando vão descredenciar a NH? ELA É O PODRE DA ÁREA 4! E a happy play
    youtube.com/transportedesp

  8. Amigos, boa noite

    Pena que não é e nem será um Neobus para mudar o visual.

    E a rede elétrica, está apta para operar com os novos carros???

    Muito obrigado.
    Paulo Gil

  9. Sr. Paulo Gil esse trolebus 1774 tem condições de rodar sim, mesmo nessa rede antiga, se não ele não passaria em teste, tive a oportunidade de andar nele duas vezes e ele mandou bem. tivemos um trolebus semelhante a este que foi reprovado que é o 1900 (o atual 7400 da metra) que vive dando problemas no corredor, é um carro problematico, e ele foi reprovado na SpTrans! temos ambos trolebus de corrente alternada rodam tão bem nas redes antigas, principalmente esse 1774 da ambiental trans e o 7301 da metra!

  10. Olha só que interessante, tem uma outra ACP rolando contra a Novo Horizonte!!!

    http://www.prt2.mpt.gov.br/coord1/bdlinks/docs/legis/2011/portaria4baf54f36935058bcc696fcef3f4689b.pdf

  11. Na gestão “Martaxa” trolebus novos que operavam no corredor Santo Amaro foram sucateados. Se ela voltar nas proximas eleições podem dar adeus novamente aos elétricos.

  12. Sr. Paulo Gil Na questao da rede ja esta em licitação e os trolebus terão o CCO onde diminuira as panes!

  13. Edson Ferri dos Santos // 12 de novembro de 2011 às 19:05 // Responder

    tudo bem que os trolébus são patrimônio histórico, mas só servem se for em corredor de onibus como o do São Mateus – Jabaquara, e já que de acordo com o Prefeito Kassab, os trolébus fazem bem pra cidade por que não colocá-los de volta na Av. Santo Amaro. Rua Augusta, Av. Paulista, na Faria Lima, enfimoutras regiões que também merecem ¨esse patrimonio historico¨ ao invés de ficar só na ZL, onde frequentemente acaba energia eletrica, e quebra-se muitas vezes a rede de alimentação desses tipos de ônibus ocasionando muitos atrasos

  14. Edson Ferri
    Também acho que só em corredor,
    Porque a eficiência e manutenção das alavancas fica otimizada, alé da rede catenária ficar melhor protegida. A manutenção da rede catenária também fica mais fácil e previsível. Certamente que poucas linhas por sentido – tendendo a uma só – melhora a eficiência por evitar entra-e-sai com respectivas curvas e cruzamentos dos cabos das catenárias.

  15. EU tenho orgulho de estar participando deste projeto tao importante para nos moradores do municipio de Sao Paulo, pois trabalho na Empresa A4 TECNOLOGIA IND E COMl., e estamos fornecendo para a Empresa ELETRABUS, todas as Caixas, barramento de cobre, peças usinadas e muitos outros componentes.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: