PREFEITURA ANUNCIA MAIS UM BRS, desta vez para o Centro do Rio de Janeiro

BRT Bus Rapid Transit

Além dos BRS – Bus Rapid Service, já em operação em Copacabana, Barata Ribeiro, Ipanema e Leblon, a Prefeitura do Rio de Janeiro investe como solução de mobilidade em corredores de ônibus rápidos e modernos, de alta capacidade, que são os BRTs. Eles devem melhorar os deslocamentos das pessoas aumentando a capacidade de atendimento e reduzindo o tempo de viagem, além de serrem soluções economicamente viáveis. São quatro sistemas: Transoeste, Transcarioca, Transolímpíca e Transbrasil, mobilidade e Ciopa do Mundo, Mobilidade e Olimpíadas, obras de transportes para a Copa do Mundo, melhorias para os deslocamentos das pessoas, melhoria dos ônibus, melhorias para os transportes, Adamo Bazani, Blog Ponto de Ônibus, ônibus urbanos, transportes coletivos

Em dezembro, Rio de Janeiro recebe BRS no Centro
Sistema é intermediário entre o serviço de ônibus convencional e o BRT, corredor de ônibus segregado

ADAMO BAZANI – CBN

A Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou que em dezembro, o centro da cidade vai receber um sistema de transportes BRS – Bus Rapid Service.
O BRS é intermediário entre o serviço de ônibus convencional, que tem de dividir espaço com carros de passeio e outros veículos no trânsito, e o BRT (Bus Rapid Transit), que são os corredores de ônibus totalmente segregados do tráfego convencional, que possuem pavimento especial e possibilidade de receber estações de embarque e ônibus de maior porte, como articulados e biarticulados, o que aumenta a velocidade operacional e a oferta de transportes.
O sistema de BRS é formado por faixas exclusivas na via comum, que podem ser usadas por táxis com passageiros e carros de passeio desde que estes últimos façam conversões à direita.
O Rio de Janeiro tem BRS já entre Ipanema e Leblon. De acordo com a Prefeitura, o tempo de viagem foi reduzido e o conforto é maior pelo fato de os ônibus serem mais modernos e de piso baixo.
No centro da cidade, o BRS vai atender a extensão entre Avenida Antônio Carlos até a Avenida Primeiro de Março e também a Avenida Presidente Vargas.
O funcionamento será nos mesmos moldes dos BRSs já existentes: de segunda a sexta-feira, das 06 h às 21h e aos sábados das 06 às 14h.
Aos domingos e feriados a via volta a ser comum e o espaço não é exclusivo dos ônibus.
Há linhas de BRS em Copacabana, na Avenida Nossa Senhora da Copacabana e ruas Gomes Carneiro e Francisco Sá, entre Ipanema e Leblon pela Avenida Ataulfo de Paiva e Rua Visconde de Pirajá e também pela Rua Prudente de Morais e Avenida General San Martin e o BRS Barata Ribeiro, passando pelas Ruas Barata Ribeiro Raul Pompéia.
A cidade do Rio de Janeiro deve ter também corredores exclusivos, mais modernos, rápidos e totalmente segregados:
Transoeste, entre a Barra da Tijuca , Campo Grande e Santa Cruz
Transbrasil, que vai servir a Avenida Brasil
Transcarioca, entre o Aeroporto Internacional do Galeão e Barra da Tijuca
Transolímpica, entre a Barra da Tijuca e Deodoro.
As obras do corredor BRT Transoeste já começaram. Além de melhorarem os deslocamentos diários, os projetos de BRTs do Rio de Janeiro vão preparar a cidade para a Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

3 comentários em PREFEITURA ANUNCIA MAIS UM BRS, desta vez para o Centro do Rio de Janeiro

  1. Amigos, boa noite

    Legal, gosto desta idéia.

    Em Sampa devia ser aplicado este sistema em todas as grandes avenidas.

    Afinal pra uqe corredor se o Buzão não corre; pelo menos no BRS não se ga$ta
    dinheiro público.

    O dia que tivermos corredores sem farol ai sim eu aprovo o ga$to, como cidadão
    é claro.

    Muito obrigado
    Paulo Gil

  2. Falando em zona norte… A Prefeitura está promovendo uma covardia contra os moradores de Vicente de Carvalho, Irajá e região, ao querer mudar o projeto da Transcarioca no local, ao invés de fazer um viaduto como previsto e a estação ao lado do metrô, a prefeitura quer passar o BRT pela já sufocada Av Pr Martin Luther King e jogar a estação para Vila da Penha… Atenção MP queremos o projeto original que beneficia os que precisam e não um bairro isolado de classe média alta e longe do metrô. Cade os vereadores, deputados da região para defender o povão que precisa do BRT e também não deixar o trânsito no local parar de vez!!! Queremos o Projeto antigo!!! Quremos o Viaduto e a Estação de Vic de Carvalho!! Pedimos a ajuda do MP, TCM, TCU, Defensoria Pública e outros, para manter o antigo projeto, assim como fizeram em Ramos-Olaria.Caso não se volte ao projeto antigo, vamos tirar o prefeito Paes e os políticos da região que não nos defendem em nada!!

  3. me ajuda até em seropedica!!!!
    inventa o nome TransSeropedica! rsrsrs…
    faz onibus real rio onibus articulado!!! faz maneiro!! =D

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: