CAIO APRESENTA PROPOSTA PARA COMPRAR BUSSCAR

ÔNIBUS DA CAIO. MONTADORA DO GRUPO RUAS SE INTERESSA POR BUSSCAR

Caio/Induscar protocola proposta pelo imóvel e parque fabril da Busscar
Grupo pretende fabricar ônibus executivos para exportação em Joinville (SC)

Finalmente aparece a primeira proposta oficial e concreta para a retomada dos empregos e produção de ônibus em Joinville (SC) com base nos bens do Grupo Busscar que estão relacionados para leilão. A Caio Induscar, com sede em Botucatú (SP), protocolou na última sexta-feira (23) uma proposta oficial na 4ª. Vara da Justiça do Trabalho para a compra do imóvel matricula 61.069 da 1ª. Circunscrição de Joinville, um terreno com área total de 331.735,92 m2, e também todo o complexo fabril existente conforme relação de máquinas e equipamentos, ambos da Busscar S/A. A empresa paulista oferece R$ 40 milhões em 10 parcelas de R$ 4 milhões. O valor estimado dos bens é de aproximadamente R$ 90 milhões.

Segundo o documento, acessível no processo de número 922-10-2011.5.12.0030, a empresa se compromete a constituir empresa autônoma e independente, que deve arrematar e realizar o primeiro pagamento. Outro compromisso que consta na proposta é que assim que tomar posse do imóvel e do parque fabril existente, a empresa iniciará a contratação de trabalhadores para iniciar a produção “diferenciados com uma marca nova para esta unidade”. A Caio/Induscar faz parte do Grupo Ruas, que está com produção a todo vapor em suas unidades.

O Sindicato dos Mecânicos comemorou a apresentação da primeira proposta concreta e oficial para a retomada da produção e empregos apresentada pela empresa paulista, mas ainda analisa qual posição tomar em manifestação ao Juiz. “Ficamos satisfeitos em saber da primeira proposta oficial pelo parque fabril e o imóvel da Busscar, o que deve motivar uma solução final para a tristeza em que vivem milhares de trabalhadores que foram lesados e já estão há 17 meses sem receber salários, entre outras coisas. Estamos analisando com o jurídico o nosso posicionamento, mas é inegável que a proposta mostra uma saída, aquilo que sempre cobramos: pagamento dos atrasados e retomada dos empregos e produção. Quem sabe agora, finalmente, os acionistas da Busscar se manifestam, mas penso que é tarde, e devem aparecer outras propostas”, manifestou o presidente João Bruggmann.

Salvador Neto, assessoria de imprensa do Sindicato dos mecânicdos de Joinvile

21 comentários em CAIO APRESENTA PROPOSTA PARA COMPRAR BUSSCAR

  1. Boa noite.

    Prenúncio do fim.

    Abçs.

  2. 17 meses sem pagar é osso!!!
    Compra Caio!!!
    Compre a vontade!!

  3. compre e mantenha a marca BUSSCAR já consagrada e mantenha o nivel de qualidade que ai a caio/induscar/busscar terá condiçoes deenfrentar em nivel de igualdade a marcopolo…

  4. A marca não será comprada. Isso porque as dívidas devem ser pagas com a venda do parque fabril e do imóvel, a marca Busscar terá de honrar os débitos trabalhistas, com fornecedores e bancos.

    • Como ela irá honrar os débitos trabalhistas, com fornecedores e bancos? De onde virão recursos? Isso ta complicado…..estão querendo entregar o mignon para este empresário paulista e o osso para os trabalhadores, bancos, fornecedores, etc…….

    • não dá para montar uma cooperativa, com apoio do bndes ?
      nagib

  5. mas isto incluem os modelos?

  6. Nesta terça-feira, deveremos fazer uma entrevista com o João Bruggmann e podemos conversar com ele e levar estas e outras questões

  7. Só lembrando que a BUSSCAR AINDA NÃO FOI VENDIDA. Trata-se da proposta mais concreta e no caso feita por uma empresa do setor.

  8. Por favor, qual a proposta para pagamento das dívidas trabalhistas e salários atrasados? Ou a CAIO ficaria com uma empresa sem débito algum e cobraríamos de………..quem?????
    Não estamos interessados em uma empresa se beneficiar da situação e deixar todos os débitos sem pagamento. Sinceramente, por R$ 40 milhões em 10X, e sem as dívidas, até eu……………

    • Reinaldo Luiz Lafão // 27 de setembro de 2011 às 16:53 // Responder

      Éssa seria a melhor solução para essa empresa, sou funcionario da CAIO INDUSCAR e por anos trabalhei na CAIO, se não fosse esses empresarios até hoje não teria recebido as minhas indenizações e não teria meu emprego e de centenas de pessoas de volta.
      O mais importante nessa hora e ter primeiro os empregso de volta. A indenização com certeza com o tempo vai ser acertado como foi na CAIO

  9. Será a vez da Caio entrar pra valer no mercado dos rodoviários,
    o qual ela nunca conquistou.

    Fco. Souza

  10. Caros amigos,

    Lamento.

    Os mais recentes carros de fabricação da tradicional e conhecidíssima ‘CAIO’ que entraram em operação aqui no Rio são um fiasco. Se você andar no Aterro (que tem pista razoável), com o ônibus vazio (o que mascara menos eventuais problemas na carroceria), você ouve o carro chacoalhar todo. Só o ar condicionado é que oferece algum conforto. Podem fazer o teste.

    Eu digo para todos que aqui vem conversar sobre ônibus porque já andei em tudo o que é tipo de ônibus. Saudações

    • PauloZ, boa noite.

      De acordo; mas só para te relembrar:

      Você esqueceu de um detalhe:

      Caio não; Induscar.

      Grato
      Paulo Gil

    • concordo com voce pois aqui em Sao Paulo na capital os MILENIOS da Caio da enpresa Transspass tem varios carros com problemas de estrutura torcendo colunas suporte de apoio eu acho que tem erro de progeto de estrutura e chassis

  11. Amigos, boa noite

    Lembremos que a marca Busscar não faz parte deste negócio e bem provavelmente
    podem ai ser incluidas eventuais patentes.

    Portanto, não teremos os velhos e bons “Nilson” de volta.

    Afinal um “Nilson” é um “Nilson”.

    “Tempo bão não volta mais; saudades…”

    Muito obrigado.
    Paulo Gil

  12. José Reinaldo Mothé Alves // 28 de setembro de 2011 às 01:03 // Responder

    Trabalho em uma empresa que adiquiriu vários Neobus Mega 2007. Temos 04 Busscar 1999 que todos acham que são da mesma idade, tem um excelente desempenho em piso irregular. Que saudade temos da Busscar!!!
    Reinaldo – Campos RJ

  13. nos trabalhadores só queremos saber quem vai pagar os nossos salários com certeza não vai ser a caio;;;; com a venda da busscar ônibus ;;;;nós vamos ficar vendo navios, não ônibus

  14. Fabio Vicente Braga // 5 de outubro de 2011 às 11:41 // Responder

    Creio que este é um ótimo momento para essa nova empresa caio/inducar, também montadora de onibus, pois sou um antigo funcionário da BUSSCAR e venho acompanhando todas as transições que a empresa vem passando.Torço para que as coisas voltem a toda, pois a marca BUSSCAR ainda possui um grande prestígio quando se refere em montagem de onibus urbano e rodoviário.

1 Trackback / Pingback

  1. Via Trolebus » CAIO deve comprar Busscar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: