PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO PEDESTRE: Multas agora em toda a cidade.

Programa de Proteção ao Pedestre

O que deveria ser cumprido faz tempo, por já estar previsto em lei, agora deve ser levado mais a sério. A Prefeitura de São Paulo expandiu para toda a cidade o Programa de Proteção ao Pedestre, que antes era restrito às regiões central e da Avenida Paulista. Nestes locais, onde já estavam sendo aplicadas multas, foram mais de 10 mil autuações e o número de acidentes envolvendo pedestres em relação a maio e junho do ano passado caiu 69%. Agora são 2,4 mil agentes de trânsito para fiscalizar e multar na cidade inteira. O número é limitado frente aos 15 mil km de vias na cidade e em muitos pontos não haverá atuação dos agentes. Mas as áreas fiscalizadas serão maiores e as multas variam de R$ 85,12 a R$ 191,53. IMAGEM DE CAMPANHA MAIS ANTIGA, QUE ADESIVOU ESTE ÔNIBUS.

Multa para pedestre agora vale em toda a cidade de SP
Motoristas e motociclistas que forem flagrados pelos agentes da CET desrespeitando os pedestres em faixa de travessia vão receber multas de R$ 85,12 a R$ 191,53

ADAMO BAZANI – CBN

Depois da conscientização e educação, a punição.
É assim que a Prefeitura de São Paulo pretende reduzir o número de acidentes de trânsito na cidade envolvendo pedestres.
O Programa de Proteção ao Pedestre, que inicialmente se restringia a orientar os motoristas e multar apenas em vias co centro da cidade e da região da Avenida Paulista, foi estendido a partir de hoje para toda a cidade de São Paulo.
Em qualquer ponto do município, agora o motorista que desrespeitar o pedestre, não dando preferência à travessia na faixa, pode ser multado.
Apesar de a área de atuação dos agentes de fiscalização ser maior, ainda ruas e avenidas periféricas devem ficar de fora.
Com 2 mil e 400 agentes será impossível monitorar toda a cidade neste sentido, mas o número de vias e corredores será ampliados e os agentes devem se revezar em relação aos pontos de fiscalização.
A prioridade é para avenidas de grande movimento, locais de concentração de pessoas e corredores de ônibus.
O número de orientadores de travessia para os pedestres também aumentou. Agora são 633 profissionais, além de mímicos que vão ajudar de maneira lúdica a abordar e conscientizar sobre o assunto.

BALANÇO PARCIAL:

O balanço feito até agora pela Prefeitura de São Paulo mostra que o Programa de Proteção ao Pedestre tem sido positivo.
Der acordo com a Prefeitura, nos 35 cruzamentos onde foi implantado o Programa, na região central e na Avenida Paulista, o número de atropelamentos caiu 69%. Em maio e junho de 2010, foram 13 acidentes com pedestres. Nos mesmos meses de 2011, o número caiu para quatro acidentes.
As multas para os motoristas variam de R$ 85,12 a R$ 191,53.
As penalidades maiores são para os motoristas que avançarem sobre as faixas onde não há semáforo quando as pessoas começarem a atravessar e para aqueles que não esperarem as pessoas concluírem a travessia em conversões.

CONFIRA AS PENALIDADES:

INFRAÇÃO:
Deixar de dar preferência a pedestre ou a veículo não motorizado na faixa a ele destinada
TIPO: gravíssima. PONTOS NA CARTEIRA: 07. MULTA: R$ 191,53

INFRAÇÃO:
Deixar de dar preferência a pedestre ou a veículo não motorizado que não tenha concluído a travessia TIPO: gravíssima. PONTOS NA CARTEIRA: 07. MULTA: R$ 191,53

INFRAÇÃO: Deixar de dar preferência a pedestre ou a veículos não motorizado que esteja concluindo a travessia na transversal (quando o veículo faz conversão). TIPO: grave PONTOS NA CARTEIRA: 05. MULTA: R$ 127,69

INFRAÇÃO: Deixar de indicar com antecedência, mediante gesto de braço/luz indicadora, mudança de direção. TIPO: grave PONTOS NA CARTEIRA 05 MULTA: R$ 127,69

INFRAÇÃO: Parar sobre a faixa de pedestres na mudança de sinal luminoso. TIPO: média PONTOS NA CARTEIRA 3 MULTA: R$ 85,12

Só na região da Avenida Paulista e do Centro da cidade, quando começou em maio, foram aplicadas mais de 10 mil multas nas áreas de proteção ao pedestre. A maior parte das multas foi para quem fez conversões e esqueceu de dar seta.
As regras já existem no Código Brasileiro de Trânsito.
As multas podem ser aplicadas até mesmo pelos agentes de monitoramento das câmeras em pontos distribuídos nas principais vias da cidade.
Existem mais de 15 mil quilômetros de ruas registradas em São Paulo.
Apesar de todo o empenho válido por parte da prefeitura, o Programa nada mais nada menos é que o cumprimento da lei que já existe e não estava sendo observada corretamente.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

2 comentários em PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO PEDESTRE: Multas agora em toda a cidade.

  1. Grande sacada publicitária esse adesivo ai da frente do ônibus.

  2. Amigos, bom dia.

    Legal, importante campanha e medidas.

    Pode o ciclista (empurrando ou andando com sua bicilceta) atravessar numa faixa de pedestre?

    Já presenciei este fato inúmeras vezes.

    Deixo aqui esta pergunta, para quem quiser e puder me responder.

    Muito obrigado
    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: