GREVE DE ÔNIBUS EM LONDRINA: Demissão de cobradores pode decretar paralisação

Greve de ônibus em Londrina

Ônibus da TCGL - Transporte Coletivo Grande Londrina. Empresa demitiu na sexta-feira dia 19 de agosto 04 cobradores, o que exaltou os ânimos da categoria que dois dias antes havia decretado estado de greve por conta do anúncio do Metrolon, sindicato das empresas de ônibus, da intenção de extinguir o cargo de cobrador na maior parte das linhas. Além da TCGL, a Londrisul também opera os transportes municipais de Londrina.

Demissão de cobrador pode deflagrar greve em Londrina
Cerca de 500 cobradores podem ter o cargo extinto. Quatro profissionais foram demitidos, o que foi considerado afronta pelo sindicato dos trabalhadores

ADAMO BAZANI – CBN

Uma greve de ônibus pode ser deflagrada nesta segunda-feira, dia 22 de agosto, em Londrina no Paraná.
O motivo é o anúncio por parte das empresas operadoras, TCGL e Londrisul, que poderão extinguir o cargo de cobrador nas linhas de ônibus do município. Cerca de 500 profissionais podem ser afetados.
Isso já tinha exaltado os ânimos da categoria, mas a demissão de quatro cobradores da TCGL – Transporte Coletivo Grande Londrina – foi considerado o estopim para a revolta dos trabalhadores e uma afronta, pelo sindicato que representa os motoristas e cobradores de Londrina.
O Metrolon, sindicato que representa as empresas de ônibus, afirmou que a extinção do cargo de cobradores e o acúmulo de funções de dirigir e cobrar para o motorista foi algo estudado e que as demissões de sexta-feira, dia 19 de agosto, foram administrativas e que não têm nada a ver com o objetivo de extinguir os cargos dos cobradores.
A possibilidade de greve de motoristas e cobradores de ônibus em Londrina foi comunicada ao sindicato das empresas de ônibus e à CMTU – Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização.
As quatro demissões foram realizadas depois de dois dias de o estado de greve da categoria ter sido decretada. Os demitidos são três cobradores e uma cobradora. Um dos profissionais tinha mais de 15 anos de empresa.

BLOG TERIA MOTIVADO DEMISSÃO:

Um dos cobradores demitidos, segundo o Sindicato dos Trabalhadores – Sinttrol, possui um Blog na Internet, onde postou comentários contra a retirada dos cobradores.
O cobrador Jarbas Aparecido de Jesus, de 24 anos, entrou no serviço na sexta-feira, quando trabalharia das 05h23 às 09h28, mas por volta das 08 horas foi chamado por um fiscal do Terminal Urbano que avisou a Jarbas para ir ao departamento de Recursos Humanos da TCGL – Transporte Coletivo Grande Londrina.
Segundo Jarbas, ao chegar no departamento ele recebeu uma carta com o comunicado da demissão imediata, sem necessidade de cumprir aviso prévio, mas o documento não explicitava os motivos do desligamento.
Em assembléia realizada pela categoria, 1064 pessoas votaram: 952 pela greve em Londrina, 92 contra e 17 foram favoráveis à retirada de cobradores.
Os cobradores perderiam seus cargos não de todas as linhas, mas a maioria do sistema deve contar apenas com o motorista nos ônibus.

TARIFA DE ÔNIBUS PODE SER REDUZIDA:

As passagens de ônibus municipais de Londrina, no Paraná, que hoje custam R$ 2,20 podem ser reduzidas para R$ 2,10.
O tribunal de Justiça do Paraná determinou que seja anulado o decreto 29/2010, assinado pelo prefeito Barbosa Neto, que determinava o aumento de R$ 2,10 para R$ 2,25.
A tarifa passou a custar R$ 2,20 por conta de um subsídio de R$ 600 mil por mês pagos às empresas de ônibus.
A decisão do mérito da 5ª Câmara dos desembargadores classificou como irregular o reajuste de tarifa e determinou que a Prefeitura de Londrina e a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização venham a ressarcir os passageiros pelo prazo que começou a vigorar a tarifa de R$ 2,50.
Cabe recurso da decisão.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

1 comentário em GREVE DE ÔNIBUS EM LONDRINA: Demissão de cobradores pode decretar paralisação

  1. quero saber do nosso aumento e da nossa cesta,esse sindicato nao vale nada mesmo,o que fez para nos ajudar?cade o nosso aumento merecido.sindicato nao nos ajuda……

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: