FESTIVAL DE GRAMADO TERÁ MINIONIBUS DE LUXO PARA TRANSPORTAR ESTRELAS

minionibus de Gramado

Estrelas e profissionais de cinema serão transportados nesta 39ª edição do Festival de Cinema de Gramado em miniônibus de luxo W Fly Limousine da Volare. O veículo oferece conforto e bem estar digno de um dos festivais mais importantes do cinema mundial. Materiais mais leves e sofisticados, iluminação de Led no interior e exterior e poltronas mais largas, de couro e ergonômicas. Neste, serão 10 ônibus deste modelo prestando serviços. Foto: Edison Vara.

Volare vai transportar artistas e profissionais do cinema no Festival de Gramado
Modelo escolhido foi o W 9 Fly Limousine, que oferece características de design interno e conforto semelhantes às dos carros de passeio
ADAMO BAZANI – CBN
Com início neste dia 05 de agosto e término dia 13 de agosto, como ocorre em todos os anos, o Festival de Gramado, no Rio Grande do Sul, vai reunir os principais trabalhos de cinema do País e da América Latina.
Entre as cidades de Gramado e Porto Alegre devem transitar nestes dias centenas de artistas, profissionais da área técnica, jornalistas e outras pessoas ligadas ao cinema.
Para realiza o transporte de muitas delas, foi escolhido o modelo de miniônibis de luxo da Volare W Fly Limousine.
Serão dez veículos.
Os ônibus possuem características que o assemelham internamente e no conforto a carros de passeio de luxo.
Além de um design harmonioso, estão entre os diferenciais do modelo iluminação externa de Led, iluminação interna de Led indireta, proporcionando suavidade ao ambiente, materiais plásticos 100 % recicláveis, que além de contribuírem para a preservação ambiental, possuem características para absorção de impacto e conferem desenho limpo e sofisticação ao interior. A iluminação interior é distribuída em toda a extensão do salão de passageiros.
O modelo W Fly Limousine foi lançado neste ano de 2011, e as unidades que vão circular no Festival contam com poltronas Executiva Semi-Leito, mais largas (1,060mm), na cor preta e com costura aparente dupla na cor laranja.
O encosto da cabeça é feito com espuma viscoelástica e a poltrona é feita para acomodar com mais conforto passageiros de diferentes estaturas.
As poltronas também possuem porta-copos e descança-pés.
O sistema de ar condicionado é em dutos, para melhorar o direcionamento, com saída individual ao lado das luzes de leitura na parte que fica sobre a região de cada poltrona.
O miniônibus possui sistema de alto falante com fones de ouvidos individuais para três canais e controle de volume.
Para dar maior sofisticação, alguns detalhes do painel e do salão de passageiros são de material que imita madeira.
Todo esse conforto e destaque são de merecimento de um festival como de Gramado, responsável por incentivar e tornar mais notório o cinema não só brasileiro, mas latino-americano pelo mundo.
O Festival em 2011 está em sua 39ª edição.
A origem do Festival é de 1969, quando foi feita na cidade uma Mostra de Cinema na tradicional Festa das Hortênsias.
O evento ganhou destaque com a participação do então “Casal Doçura da Televisão”, formado por Eva Wilma e John Hebert.
No ano de 1971 foi realizada a segunda mostra de cinema na Festa das Hortênsias, mas foi somente no ano de 1973 que foi organizado o Primeiro Festival de Cinema de Gramado.
Em 1992,com poucas produções brasileiras, o Festival abriu espaço para os trabalhos de língua latina, como espanhol, italiano e francês.
Neste ano foi chamado de Festival de Gramado – Iberoamericano e me 2007 retomou co o nome de Festival de Cinema de Gramado, pois começou a receber trabalhos em línguas que não eram latinas.
O evento traz milhões de reais ao Rio Grande do Sul e mobiliza toda estrutura de Gramado, de Porto Alegre e cidades vizinhas, como rede hoteleira, de saúde, comércio e de transportes.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: